FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Fortalecendo defesas naturais contra o novo coronavírus

ADRIANE ELISABETE ANTUNES DE MORAES

EM 30/07/2020

2 MIN DE LEITURA

2
6

“Microbatalhas” são travadas constantemente dentro de nós e também na superfície de nosso corpo.  Na maioria das vezes nem percebemos, mas além de nosso sistema de defesa composto pelas células do sistema imune também somos protegidos por micro-organismos do bem que convivem conosco de forma harmônica.

Porém, algumas vezes somos surpreendidos por inimigos desconhecidos e muito agressivos. O novo coronavírus (chamado cientificamente de SARS-CoV-2) é um exemplo. Esse vírus tem grande facilidade de ser transmitido pelo ar e gotículas de saliva e em contato com um novo indivíduo em geral tem como alvo o pulmão. Vale lembrar que o pulmão está acostumado a enfrentar muitos contaminantes do ar, inclusive biológicos e lança mão de seu arsenal de defesa para nos proteger. Mas diante deste inimigo em particular, o sistema imune exagera na resposta fazendo uma tempestade, melhor dito - uma verdadeira enxurrada. Como consequência a ventilação (troca de CO2 por O2) fica muito prejudicada, levando a faltar o ar.

Outra “microbatalha” que está em estudo acontece no intestino. Acabamos de publicar um artigo científico sobre isso (Antunes e colabores 2020). Além do nariz e dos olhos, a boca é uma possível rota de entrada do novo coronavírus. Provavelmente esse invasor também infecta o intestino já que algumas pessoas com COVID-19 apresentam sintomas de diarreia e náuseas, além de positivar para o vírus nas fezes. Nosso intestino está acostumado com batalhas permanentes e diante do novo coronavírus irá responder melhor ou pior, dependendo de seus soldados. Estilo de vida, hábitos alimentares e problemas de saúde tais como diabetes, obesidade, pressão alta entre outros, podem levar a um pior quadro da COVID-19 com complicações mais graves.

Micro-organismos do bem, que chamamos de probióticos, podem conferir uma “microajuda”. Não pelo fato de ser ínfima, mas para ilustrar o universo diminuto no qual ela ocorre. Quando a nossa microbiota (ou flora) está em equilíbrio ela agirá de forma mais orquestrada para combater agentes invasores. Aqui me refiro não apenas a flora do intestino, mas os pulmões também apresentam sua própria flora. Por outro lado, quando esta comunidade está em desbalanço as reações podem ser exageradas e tão perigosas quanto a próprio agente que nos ataca. Aí, corre para tomar anti-inflamatório!

Interessante dizer que flora do intestino e do pulmão apresentam uma conexão. Então quando o intestino está com flora em harmonia, o pulmão também deverá estar.

Com isso, queridos leitores, aponto para estilo de vida saudável e boa alimentação (rica em fibras e em alimentos naturais) como uma medida preventiva para muitas doenças, inclusive a COVID-19. Os probióticos contidos no iogurte podem ajudar a fortalecer defesas naturais tanto para as “microbatalhas” cotidianas como nos grandes combates.

Quer ficar por dentro do mundo lácteo por meio de um formato diferente? Siga o nosso canal no YouTube e acompanhe as nossas publicações! Vamos amar ver você por lá heart

Referências bibliográficas

ANTUNES, AEC, VINDEROLA, G., XAVIER-SANTOS, D., SIVIERI, K. (2020) Potential contribution of beneficial microbes to face the COVID-19 pandemic. Food Research International. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0963996920306025?via%3Dihub

ADRIANE ELISABETE ANTUNES DE MORAES

Docente da Faculdade de Ciências Aplicadas-FCA/UNICAMP. Graduação em Nutrição (UFPEL), Mestrado em Ciência e Tecnologia Agroindustrial (FAEM/UFPEL), Doutorado em Alimentos e Nutrição (FEA/UNICAMP), Pós Doutorado no TECNOLAT/ITAL.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

FRANCIANO ANTUNES

TAPEJARA - RIO GRANDE DO SUL

EM 03/08/2020

Parabéns Dra Adriane pelo trabalho, e pela Publicação, suas pesquisas e de sua equipe, tem contribuído muito para a Sociedade.
Obrigado!
ADRIANE MORAES

EM 03/08/2020

Estimado Franciano

Agradeço pelas palavras de incentivo!
Espero poder contribuir mais e mais para alcançarmos soluções para os problemas de nossa Sociedade.

Receba um abraço

Adriane
MilkPoint AgriPoint