ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Tripanossomose bovina e Tristeza Parasitária: qual a diferença na prática?

MSD SAÚDE ANIMAL - MAXI-LEITE

EM 20/11/2023

2 MIN DE LEITURA

0
6

A tripanossomose bovina e a tristeza parasitária bovina são duas doenças parasitárias que afetam o gado. Embora os animais apresentem sintomas semelhantes, na prática as doenças têm características distintas.
 

Quais são as principais diferenças entre Tripanossomose Bovina e Tristeza Parasitária Bovina?

· Causa

- Tripanossomose bovina: A tripanossomose bovina é causada pelo parasita Trypanosoma vivax, que é transmitido predominante pela via iatrogênica, ou seja, através do compartilhamento de agulhas para vários animais durante a aplicação de medicamentos ou vacinações. Enquanto as Moscas hematófagas como os tabanídeos (mutucas), a mosca-dos-estábulos (Stomoxys sp.) e a mosca-dos-chifres (Haematobia irritans) ajudam na propagação do T. vivax

- Tristeza parasitária bovina: A tristeza parasitária bovina, também conhecida como babesiose, é causada por protozoários do gênero Babesia sp. Existem várias espécies de Babesia que podem afetar o gado, incluindo Babesia bovis e Babesia bigemina. Esses protozoários são transmitidos principalmente pelo carrapato Rhipicephalus microplus

 

· Sintomas:

- Tripanossomose bovina: Os sintomas incluem febre, anemia, emagrecimento, fraqueza, edema (inchaço) e, em casos graves, a doença pode ser fatal.

- Tristeza parasitária bovina: Os sintomas incluem febre, anemia, icterícia (coloração amarelada das mucosas e pele), perda de apetite, apatia, fraqueza e, em casos graves, pode levar à morte.
 

· Distribuição geográfica:

-Tripanossomose bovina: É mais comum em regiões da África e América do Sul.

-Tristeza parasitária bovina: Pode ser encontrada em várias partes do mundo onde carrapatos são prevalentes, incluindo América do Norte, América do Sul, África, Ásia e outras regiões.
 

· Prevenção:

-A prevenção da tripanossomose bovina envolve o controle dos insetos vetores, como as moscas, e medidas de manejo do gado, a fim de evitar picadas.

- A prevenção da tristeza parasitária bovina envolve o controle de carrapatos, por meio de banhos carrapaticidas e outras medidas de controle de vetores.

 

· Diagnóstico e tratamento:

O diagnóstico de ambas as doenças é geralmente realizado através de exames laboratoriais, como a análise de sangue para detectar a presença do parasita ou anticorpos. O tratamento varia dependendo da doença e da gravidade dos sintomas, e é geralmente administrado por um veterinário.

Quando falamos em Tripanossomose Bovina, a MSD está trazendo ao mercado seu novo lançamento, o Trypamizol.

O princípio ativo do medicamento, cloreto de isometamidium, já é ofertado no mercado, porém, o lançamento traz diferenciais em relação a concorrência. “O Trypamizol possui o dobro de concentração do princípio ativo, usando-se 1 mL do produto para cada 80 Kg, o que traz uma vantagem importante na rentabilidade das fazendas. O produto também é o único com três apresentações, 50 mL-2 g; 100 mL-4 g e 200 mL-8 g, e que pode ser utilizado em até 21 dias depois de aberto, evitando desperdício. Sua ação profilática dura por até 90 dias e seu tratamento, por 60 dias, garantindo tranquilidade para o produtor e segurança para o rebanho”, explica o médico-veterinário Rafael Luiz da Silva, gerente de Marketing de Pecuária de Leite da MSD Saúde Animal.

Com Trypamizol você pode prevenir e tratar seus animais da tripanossomose de acordo com suas necessidades específicas, garantindo uma melhor e mais rápida resposta. Clique aqui e conheça mais sobre a novidade!

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro de todas as novidades do MilkPoint diretamente no seu e-mail

Obrigado! agora só falta confirmar seu e-mail.
Você receberá uma mensagem no e-mail indicado, com as instruções a serem seguidas.

Você já está logado com o e-mail informado.
Caso deseje alterar as opções de recebimento das newsletter, acesse o seu painel de controle.

MilkPoint Logo MilkPoint Ventures