ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Utilização do BST em vacas leiteiras: mitos e verdades

MSD SAÚDE ANIMAL - MAXI-LEITE

EM 26/06/2023

1 MIN DE LEITURA

5
7

A Somatotropina bovina, também conhecida como hormônio de crescimento bovino (BST), é um hormônio produzido pela hipófise e liberado na corrente sanguínea. É o principal hormônio responsável pela regulação do crescimento em humanos e animais, bem como a estimulação da produção de leite e melhoria da eficiência produtiva, além dos efeitos relacionados à reprodução (Etherton, 1994).

Chalupa e Galligan (1989) relataram que o bST produz duas modificações na curva de lactação: aumento imediato na produção e aumento na persistência da lactação, evitando a diminuição acentuada da produção após o pico. Essas modificações na curva resultam em melhora na eficiência produtiva e, consequentemente, melhora no retorno econômico.

Além da eficiência econômica, quando falamos em sustentabilidade o bST é um ótimo aliado, reduzindo a pegada de carbono devido a melhor conversão alimentar (necessidade de consumo de alimento para se produzir um litro da matéria prima).

 

Utilizar bST causa mastite?

Uma série de estudos realizados comprovaram que a utilização do bST não aumentou a incidência e nem agravou casos de mastite clínica nos rebanhos leiteiros.

 

bST pode causar danos à saúde humana?

A resposta é não! A utilização do bST não prejudica a saúde quando se consome o leite de vacas que receberam as aplicações. Por ser um hormônio proteico, ocorre a digestão do mesmo juntamente com as outros proteínas da alimentação, não gerando nenhum mal à saúde.
 

O aumento na eficiência produtiva e a melhora no retorno financeiro são parte do que Boostin pode oferecer. Tecnologia e segurança ajudam a alavancar a produção de leite, não deixe os mitos e inverdades limitarem a produtividade do seu rebanho. Escolha o melhor, escolha Boostin.

5

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ANDERSON

SILVA JARDIM - RIO DE JANEIRO - ESTUDANTE

HÁ 2 DIAS

Ótimo texto.
Há estudos sobre possíveis correlações entre problemas reprodutivos no pós parto com o uso contínuo de BST?
Agradeço o retorno.
RICARDO SERENO

RECIFE - PERNAMBUCO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 04/07/2023

Tem muitos mitos nos produtores pé de serra que não lêem e não se informam e divulgam que a produção é fictícia e isso na sua região de atuação é ruim ,pois seus animais de descarte tem uma desvalorização pelo uso de hormônio.
CLAUDINO DA SILVA AMARAL

SANTANA DO IPANEMA - ALAGOAS - INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS

EM 01/01/0001

Alinhar as informações e tecnologias para engrandecimento da produção e produtividade deve ser algo frequente no mundo contemporâneo, parabéns aos que aproveitam das informações.
MAGNO ROBERTO FERREIRA

SÃO JOSÉ DO JACURI - MINAS GERAIS

EM 01/01/0001

Boa tarde entre o Bst e o lactropim qual dos dois e o melhor na sinceridade
REKASDORF

PALMEIRA - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/07/2023

Pelo que sei, Lactotropin também é BST. A diferença é o veículo (QSP). Boostin leva a um pico de produção mais rápido, enquanto o Lactotropin leva a uma liberação mais lenta. Questão de escolha, e necessidade.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro de todas as novidades do MilkPoint diretamente no seu e-mail

Obrigado! agora só falta confirmar seu e-mail.
Você receberá uma mensagem no e-mail indicado, com as instruções a serem seguidas.

Você já está logado com o e-mail informado.
Caso deseje alterar as opções de recebimento das newsletter, acesse o seu painel de controle.

MilkPoint Logo MilkPoint Ventures