ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Quando a vaca cai e não levanta mais

PRODUÇÃO

EM 21/09/2010

50
0
"João Paulo, a vaca n° tal caiu e não levanta mais... "(e agora?! eu me pergunto)

Você pode trocar meu nome pelo seu, ou pelo de quem quiser. Esta é uma situação relativamente, comum. Não deveria ser. Pelo menos o meu desejo é não ter que ouvir esta frase mas, infelizmente e periodicamente, nos deparamos com este problema.

Ao longo de todos este anos, trabalhando na atividade, tenho tentado salvar animais, muitos em vão. Há quem diga que a causa deste insucesso seja devido a minha formação. Afinal, sou agrônomo e não veterinário. No entanto, sou obrigado a afirmar que, em determinadas circunstâncias podemos ser agrônomos, veterinários, zootecnistas, especialistas, curandeiros, benzedeiros, enfim, o que desejar: mas que a vaca não levanta, não levanta.

Neste espaço, ficaria muito extenso tentar enumerar possíveis causas de vacas que deitam e não levantam mais.  No entanto, estou levantanto a questão apenas para debate. O que tenho percebido, infelizmente, que ministrar medicamentos neste casos, a eficácia é muito baixa.

A maioria dos problemas enfrentados em muitas propriedades está associado a problemas de casco e a debilidade física gerada pelos mesmos ou em função de balanço energético negativo potencializados por distúrbios metabólicos pós-parto. De acordo com a capacidade de gerenciamento e nível tecnológico de cada sistema de produção predomina um tipo de ocorrência ou ambas (distúrbios + problemas de casco). As sequelas de problemas de casco são mais graves, uma vez que acometem animais independentemente do estágio de lactação. Nos problema de locomoção (casco) o animal, ao ficar cada vez mais fraco (por se locomover cada vez menos e ingerir menos MS) entra num quadro de déficit nutricional e não há sorologia (tradicionais soros vitamínicos ministrados com doses de cálcio) que resolva a questão. A salvação pode estar na capacidade do animal em se alimentar. Nos casos de fraqueza como sequela de distúrbios metabólicos, a recuperação é ainda mais complicada pois o animal se locomove (lentamente), mas permanece muito tempo em pé, parado, sem consumir alimento ou água. Os distúrbios nutricionais são os mais complicados pois, definitivamente o animal deixa de ingerir alimento.

Bons profissionais (médicos veterinários, no caso), se estiverem na propriedade, muitas vezes conseguem diagnosticar o problema. A grande questão, no entanto, a meu entender não é acertar o diagnóstico. Na realidade, o mesmo (diagnóstico) não pode acontecer, ou seja, se você diagnosticou, é tarde demais. Detectou um problema que teria de ser sanado, evitado, anteriormente (precocemente).

Estratégias como manejo do período de transição, comprovadamente ajudam e amenizam problemas pós-parto. Uma dieta padronizada e de qualidade também é muito importante mas mesmo assim, a vacas continuam caindo, vez e outra. Alguns animais, aparentemente sadios em pleno pico de produção apresentam déficits de cálcio (pela elevada produção) e muitas vezes sofrem "quebras", "travas" ou "breaks" (como queiram classificar), subitamente. É necessário acompanhar estes animais e suplementar via Ca endovenoso.

Infelizmente, falhamos e nem sempre conseguimos diagnosticar todos os males a tempo. Por este motivo que a atividade encanta e vicia a todos os envolvidos. Cada caso, cada vaca, um motivo, uma razão diferente.

O fórum está aberto para complementos, colocações discussão e posicionamento sobre o tema:

"A vaca deitou e não levanta mais..."  E agora?!

50

COMENTÁRIOS SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Seu comentário será exibido, assim que aprovado, para todos os usuários que acessarem este material.

Seu comentário não será publicado e apenas os moderadores do portal poderão visualizá-lo.

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

NILCELIA

RIBAS DO RIO PARDO - MATO GROSSO DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/08/2017

Olá, estou com uma vaca parida de 02meses, ela teve uma diarreia e veio a cair administrei um corta diarreia, soro, Cálcio e vitamina B12, e colocamos ela no Girau, ela consegue se mover e se manter em pé, mas o problema é que ela não quer comer nenhum tipo de ração, só quer folhagem verde e pastagem, mas com esta seca estou praticamente sem pasto... já não sei mais oque oferecer de alimentação além (da cana e folhas de manga e amora) infelizmente é nossa tentativa de recuperar o animal. Mas também não tenho a mínima ideia por quanto tempo devo manter ela no girau e se ainda devo continuar a administrar Cálcio mais medicação.
JOSEMARIO

CAPIM GROSSO - BAHIA - ESTUDANTE

EM 03/07/2017

Estou com um bezerro caído o quer medicamento posso da para ele
Caio dentro de um Lagoa mas tá ater forte porém travou as pena e as mao não consegui levanta mas mas ser alimenta muito
ROSE MERY

JOAQUIM TÁVORA - PARANÁ - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 05/06/2017

Ola tenho aqui uma vaca que apos o parto caiu e não se levanta só. ....apliquei um soro com cálcio e uma B12 ....levantamos ela duas vezes no dia ela come e bebe bem .o que devo fazer , me ajude por favor , dou mis soro com cálcio ?
JOSÉ APARECIDO

IBIASSUCÊ - BAHIA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/12/2016

O meu gado está solto em áreas sem pastagens mais muito veverde pois choveu.eles vem do período de seca, estão magros por demais seria necessário um tratamento intra Veloso a base de soro e cálcio vitamínico
MARINALVA KNUPP FERREIRA

MANHUAÇU - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 06/09/2016

Olá Junior quero saber como fazer quando a vaca cria e não levanta oque que tem que fazer para levantar ela !
RICARDO IPÓLITO LEÃO

PASSOS - MINAS GERAIS

EM 26/10/2015

Bom dia!

Muito obrigado pelo retorno. infelizmente a vaca foi comprada de um terceiro, a bezerra que veio junto tinha no máximo 5 meses e provavelmente foi "adotada" por isso não imaginei que a vaca iria criar rapidamente. Estou fazendo de tudo para salvá-la.

Prezado Jadson Nascimento, entendo seu comentário, quando citei a possíblidade de sacrificação foi pensando em aliviar o sofrimento da criação, desde que um profissional habilitado entenda que a mesma não tem chances de recuperação.

At.,
Ricardo
COWTECH - CONSULTORIA E PLANEJAMENTO

LENÇÓIS PAULISTA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 23/10/2015

Prezado Jadson Nascimento,

Devemos sim, fazer sempre o máximo para salvar animais.

Lembrando que vacas são animais criados para exploração econômica . logo, em qualquer situação, com um animal doente ou não devemos sempre avaliar se o mesmo apresenta números positivos ou negativos para a propriedade. Quando for possível ou compensar investirmos em tratamento, esse deve ser o procedimento. Caso contrário o animal deve ser descartado o mais breve possível de um rebanho, pois em exploração econômica a razão predomina sobre a emoção. Sempre.

Um abraço!

João Paulo Vaienti Alves dos Santos
Engenheiro Agrônomo
COWTECH-CONSULTORIA E PLANEJAMENTO
COWTECH - CONSULTORIA E PLANEJAMENTO

LENÇÓIS PAULISTA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 23/10/2015

Prezado Ricardo Ipólito Leão,

A situação por você descrita demonstra, infelizmente, descontrole do manejo reprodutivo. Uma vaca em lactação, amamentando bezerro. E estava prenhe em gestação avançada. Provalvelmente produzindo pouco. E de repente, um parto!

É natural que ela não tenha "aleitado" pois seu metabolismo foi totalmente comprometido, com essa situação. É bem pouco provável que ela levante, após 5 dias deitada... infelizmente.

Recomendo que reveja seus controles e manejo pois situações como essa são indesejáveis e não permitem que muitas providências salvem um animal nessas condições.

Um abraço!

JOÃO PAULO V. ALVES DOS SANTOS
Engenheiro Agrônomo/COWTECH-CONSULTORIA
JADSON NASCIMENTO

EM 23/10/2015

pois pessoas quando doentes procuram medico e nao se sacrifica bem assim deve ser com qualquer que seja o animal uma vez que e indefezo fica adica
JADSON NASCIMENTO

EM 23/10/2015

acho que o melhor a se fazer nessa situaçao e cuidar fazer o maximo possivel para salvar o animal e nao sacrifica-lo
RICARDO IPÓLITO LEÃO

PASSOS - MINAS GERAIS

EM 23/10/2015

Bom dia!

Meu nome é Ricardo, há 5 dias uma vaca deitou e não se levanta mais, ela estava amamentando uma bezerra adotada e criou outra, ou seja não houve intervalo de descanso. Após a cria a vaca perdeu bastante peso e não "aleitou"´ foi ministrado soro, calcio, vitamina b12 e glicose por 03 dias consecutivos. A vaca está se alimentando bem e bebendo bastante água mas não levanta. Recentemente inchou bastante a cabeça e barbela, não sei se é devido a fraqueza ou reação da medicação.
Minha dúvida é se continuo a aplicar mais medicação ou simplesmente dou comida e água e espero para ver o que aconteçe, pelo tempo que ela está deitada (Cerca de 5 dias) é possível que ainda se levante? Dependendo da situação vale a pena a sacrificação?
RICARDO IPÓLITO LEÃO

PASSOS - MINAS GERAIS

EM 23/10/2015

Bom dia!

Meu nome é Ricardo, há 5 dias uma vaca deitou e não se levanta mais, ela estava amamentando uma bezerra adotada e criou outra, ou seja não houve intervalo de descanso. Após a cria a vaca perdeu bastante peso e não "aleitou"´ foi ministrado soro, calcio, vitamina b12 e glicose por 03 dias consecutivos. A vaca está se alimentando bem e bebendo bastante água mas não levanta. Recentemente inchou bastante a cabeça e barbela, não sei se é devido a fraqueza ou reação da medicação.
Minha dúvida é se continuo a aplicar mais medicação ou simplesmente dou comida e água e espero para ver o que aconteçe, pelo tempo que ela está deitada (Cerca de 5 dias) é possível que ainda se levante? Dependendo da situação vale a pena a sacrificação?
ANTONIO CARLOS TAVEIRA LOPES

EM 01/10/2015

é estou na mesmo situação quase de todos que relataram o problema da `vaca caída´ jà foram três e hoje fazem dois dias que caiu a quarta ,,vou fazer de tudo para recupera-la , alguem pode opinar....

depois eu conto o reultado com mais detalhes.
ISAC GARCIA

CAMPINAS - SÃO PAULO

EM 01/10/2015

Olá amigo
No transporte de uma propriedade para outra fizemos carga de 8 vacas melhores por vez tudo certo na 5 viagem uma vaca ao descer do caminhão caiu levantou e caiu nivamente, tentamos levantar e na, no outro dia voltamos lá e vaca está de pé,fiquei observando ela por 2 horas e ela estava lá normal, depois de alguns minutos ela caiu e não levantou mais.
Vale lembrar que antes de carregar essa vaca estava agitada e brava deu trabalho para embaecar essa vaca está prenha de 06 meses.

Minha dúvida e a seguinte será que tem jeito de salvar essa vaca, vejos que os amigos acima cimentaram que uma vaca que cai assim e tem dificuldades de levantar e difícil salvar.
Espero que possam me ajudar.

Isso aconteceu no sábado, hoje e domingo.

Grato

Isac Garcia
COWTECH - CONSULTORIA E PLANEJAMENTO

LENÇÓIS PAULISTA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 10/08/2015

Caro Zootecnista Anderson,

O objetivo desse post foi chamar atenção para um problema recorrente em fazendas que está, intrinsecamente, ligado ao manejo pré-parto e, também, ao período seco. A abordagem foi informal e de modo simples, mas envolvendo conceitos importantes sobre o tema.

Nossos cuidados, sempre, são direcionados ao manejo da alimentação, como um todo, principalmente, com o ECC no momento da secagem. Dependendo da situação, condições de manejo e potencial do rebanho, indicamos sempre dietas aniônicas, com excelentes resultados.

No caso de problemas de casco, podemos ter origem nutricional, ou não. Existem casos provenientes de distúrbios metabólicos nutricionais e outros não. Todavia, temos muitos problemas, oriundos da falta de conforto.

Em relação ao balanceamento de dietas, nunca fui informado pelos professores da ESALQ-USP, agrônomos, DSci, que zootecnistas seriam os "habilitados" para tal.... (Talvez tenhamos sido enganados por muito tempo, sem saber...). Da mesma forma, também, nunxa ne infirmaram que nuricionistas devem ser agrônomos ou veterinários. Essa questão não é discutida, nem mesmo em programas de pós-graduação, de qualquer grande Universidade. Nossa experiência e convívio profissional, permitiu conhecermos diferentes colegas (independente da graduação). Alguns com péssima formação enquanto que outros, com excelente formação e conhecimento específico no campo da Nutrição de Ruminantes.

No seu caso, fico feliz que tenha muito conhecimento e espero que possa transferí-lo ao mercado.

Atenciosamente,

João Paulo V. Alves dos Santos
Engenheiro Agrônomo
COWTECH-CONSULTORIA E PLANEJAMENTO
ANDERSON UMEKAWA BAILONI

RONDONÓPOLIS - MATO GROSSO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/08/2015

Boa noite. Me chamo Anderson sou zootecnista formado pelo IFMT campus São Vicente e pecuaristas vacas que cai dificilmente levanta. Provavelmente pode ser deficiência nutricional e nos problemas de casco a quantidade de fibra da dieta está muito baixo. Assim caro Agrônomo procure um zootecnista para balancear a dieta de suas vacas e se as vacas for de alta produção acima de 35 kg talvez seja necessário um preventivo com cálcio endovenoso (mas procure um veterinário) ....
COWTECH - CONSULTORIA E PLANEJAMENTO

LENÇÓIS PAULISTA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 29/06/2015

Prezado Jair Almeida dos Santos,

Obrigado pela participação. A descrição do seu animal pode indicar diferentes problemas. Sem observar o animal e saber o histórico do mesmo e manejo realizado, por este meio (internet) é impossível realizar diagnóstico.

Para animais fracos e debilitados, soroterapia e cálcio são indicações comuns. A maioria dos problemas pós-parto são consequência do manejo pré-parto. Animais com nutrição inadequada no pré-parto e condição corporal indesejada no momento da parição são candidatos a problemas pós-parto.

Um abraço!
JAIR ALMEIDA DOS SANTOS

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 29/06/2015

No meu caso é o seguinte a vaca veio do campo com o trazeiro froxo , as cadeiras bambalhantes como posso avaliar este caso e qual medicamento usar.abraço
COWTECH - CONSULTORIA E PLANEJAMENTO

LENÇÓIS PAULISTA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 06/11/2014

Prezado Mateus Morales, Calve

Não devemos adotar, sequer, restrição alimentar em qualquer momento. Se manejarmos bem durante a lactação os animais em termos de aporte de nutrientes, naturalmente, teremos animais com condição corporal adequada no momento do parto. Dietas de animais secos tem, geralmente, entre 12 a 13% de PB (não o concentrado, a dieta toda). Depois de parirem sim, é comum irmos aumentando a densidade energética da dieta, se o seu manejo permitir. Se você realizar um clássico e desejável manejo de transição, você terá uma dieta pré-parto balanceada e uma dieta pós-parto com uma boa participação de volumoso para manter o rúmen dos animais cheios e minimizar risco de taxa de passagem muito elevada com formação de muitos gases e maiores chances de ter deslocamento de abomaso. Estas seriam premissas verdadeiras e recomendadas para sistemas de produção em confinamento total com vacas de alta produção. Após o período de colostro e com um animal estável (sem retenção de placenta, metrite ou qualquer distúrbio) e consumindo bem alimento (nesse caso um dieta mais fibrosa, que produzirá menos gases e manterá o rúmen sempre cheio), com boa produção é indicado colocá-lo num lote com dieta mais densa, que amenize o BEN e que permita um bom pico de lactação.

Sal mineral, no caso, usando a terminologia correta, um núcleo mineral (mistura composta por macro e microminerais mais vitaminas e aditivos), é sempre utilizada em qualquer dieta. Desde animais em crescimento a vacas secas ou em produção.

Se sua vaca estiver com escore ruim e abaixo do peso, no meomento da secagem, você já tem um problema sério. Pode aumentar a dose de concentrado que não resolverá o problema, se o escore for inadequado. É um momento em que o animal passará por muitas transformações metabólicas e um período caracterizado, principalmente, nos seus últimos 30 dias (partindo da base de 60 dias no período seco, antes do parto) pela baixa ingestão de alimento. Dessa forma você aumentará seu custo, provavelmente, sem atingir resultados satisfatórios. Você não deve diminuir, claro. O que colocamos é que não ser resolve dessa forma tais casos. Recomendamos uma dieta padrão, bem balanceada, acompanhar de perto esses animais e torcer para um bom parto (não distócico).

É interessante discutir e debater o assunto e vejo que são muitas as suas dúvidas e colocações abordando diferentes etapas e conceitos. Aproveite e estude o máximo que puder sobre o tema e, sempre que possível, trabalhe em fazendas, vivenciando as realidades e a maneira como cada produtor administra seus problemas (para tal escolha boas propriedades claro, para estagiar). Procure cursos, assista a palestras e leia. Sempre.

Um abraço,

João Paulo V. Alves dos Santos
Eng° Agrônomo/Cowtech-Consultoria
MATEUS MORALES CALVE

CAJOBI - SÃO PAULO - ESTUDANTE

EM 06/11/2014

João Paulo, primeiramente obrigado.

Veja bem, quando eu estiver secando a vaca então, vou diminuindo seu consumo de proteína e energia de forma a secar ela num escore 3 3,5. A partir de seca nos 30 primeiros dias forneço além do volumoso um concentrado nessa base de 12-13%PB e nos 30 últimos dias aumento pouca coisa esse concentrado. A partir de parida então ela entra em BEN aí vou aumentando devagar o concentrado delas, seria mais ou menos isso? O uso de sal mineral no período seco pode ser usado também? Se for secar e a vaca estiver abaixo do peso, aí nesse caso posso aumentar o concentrado?

Ainda tô leigo no assunto, e esse período de transição me trás muitas dúvidas, quero aprender para não errar, por isso o fórum é excelente!
Obrigado mais uma vez, grande abraço!
LUZIA BARBOSA

HÁ UM DIA

A vaca d meu pai pariu um bizero muito grande depois do parto ela não levantou já está com 15 dia Eli não sabe como fazer vocês tem como ajudar