ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Consumidor sênior: é preciso repensar o perfil da terceira idade

POR LETÍCIA MOSTARO MAGRI

INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 25/05/2021

3 MIN DE LEITURA

0
8

Antes de tudo, é preciso deixar claro que a definição de "idosos" de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) como “todo indivíduo com 60 anos ou mais” já não se encaixa muito bem. A terceira idade está cada vez mais ativa, integrada, conectada e acima tudo “dona de si”.

Isso se tornou ainda mais evidente durante a pandemia da Covid-19, mostrando que os idosos são os novos influenciadores digitais! De fato, o estereótipo da terceira idade que vigora — ou vigorou — por anos já não faz mais sentido e muito menos corresponde à realidade.

De acordo a Agência Brasil, estudos do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV Social) elaborados a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) anual, de 2018, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o aumento no número de pessoas com 65 anos ou mais na população brasileira foi de 20% na comparação com os dados de 2012.

Além disso, ainda conforme o estudo da FGV, os idosos são as pessoas de referência ou os chefes de família de 19,3% dos domicílios brasileiros. Em relação à renda, a FGV indicou que os eles correspondem a 17,44% dos 5% dos brasileiros mais ricos e 1,67% dos 5% mais pobres. Eles são 15,54% da classe AB, 13,07% da classe C, 4,71% na classe D, e 1,4% dos idosos são da classe E.

E o que todos estes números têm a nos dizer? Em uma palavra: oportunidade! Estes dados retratam possibilidades de inovações e agregações de valor aos produtos lácteos destinados para este nicho de mercado. Ao analisá-los, chegamos a uma conclusão clara: o público da terceira idade é grande, crescente e representa uma grande parcela da população com poder aquisitivo e de compra.

Porém, antes de inovar, é preciso saber quais são os desejos e as dores deste público. Os consumidores sêniores, em sua maioria, buscam por produtos que ofereçam saudabilidade, com forte apelo nutritivo e que proporcione benefícios para saúde cerebral, óssea, ocular e intestinal.

Portanto, nesta corrida competitiva por inovação, os lácteos já saem na frente das demais categorias devido ao teor de cálcio presente naturalmente no leite e derivados. No entanto, as opções de inovações são muitas, como, por exemplo, formulações de leite UHT enriquecidas com vitaminas A, C, D e do complexo B.

Os demais derivados lácteos, como o iogurte também não ficam de fora da agregação de valor voltada para o público sênior. A adição de nutrientes, sais minerais, probióticos e prebióticos são exemplos de opções que reforçam o apelo de saudabilidade dos produtos e suas propriedades funcionais.

Além disso, ainda é possível reforçar o teor de cálcio e proteínas presentes no leite e derivados. O uso de proteínas do soro, por exemplo, para o enriquecimento deste componente é um caminho que as indústrias de laticínios podem seguir.

Mas não podemos pensar apenas no produto em si. As embalagens também devem ser adequadas, com rótulos claros e informações objetivas do diferencial dos produtos e os benefícios que eles oferecem para a saúde.

Ademais, estratégias de marketing voltadas para os consumidores sêniores são fundamentais. Eles precisam se sentir representados e se identificarem com a imagem do produto. É necessário um maior protagonismo nas publicidades com representantes que dialoguem e retratem este público-alvo. Por exemplo, recentemente, a multinacional Nestlé apostou em uma campanha publicitária com o ator Ary Fontoura, considerado um influenciador digital sênior.

Dito isso, podemos observar um vasto e duradouro caminho de oportunidades que os laticínios podem explorar visando os consumidores sêniores. Além disso, é um nicho de mercado ainda pouco explorado e não saturado, ou seja, as marcas que apostarem e conseguirem se diferenciar neste segmento, com certeza colherão bons frutos!

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como!

Referências

Agência Brasil. Brasileiros com 65 anos ou mais são 10,53% da população, diz FGV. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-04/brasileiros-com-65-anos-ou-mais-sao-10-53-da-populacao-diz-FGV. Acesso em: 14/05/2021.

*Fonte da foto do artigo: Freepik

LETÍCIA MOSTARO MAGRI

Bacharela em Ciência e Tecnologia de Laticínios, UFV

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint