Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

MilkPoint Radar: o setor lácteo em um novo patamar

postado em 15/09/2016

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O mercado lácteo brasileiro é extremamente complexo, com um grande número de produtores de Norte a Sul do país e uma semelhança entre todos: a assimetria de informações. Não raro, produtores se encontram sem uma base de informações para comparar seus indicadores.

Foi pensando nisso que o aplicativo MilkPoint Radar foi lançado: para auxiliar o produtor de leite a enxergar melhor o mercado e como sua produção está inserida nesse cenário, com a possibilidade de poder comparar preços, qualidade do leite e, futuramente, outros indicadores da atividade.

É um serviço simples de usar. O produtor deve preencher mensalmente alguns dados através do site ou do aplicativo no celular e terá acesso a gráficos comparativos. Verá como ele está em relação a outros produtores de sua região.

É muito fácil participar:

1) Baixar o MilkPoint nas lojas de aplicativos do celular Google Play ou App Store ou acessar www.milkpointradar.com.br
2) Fazer o cadastro e inserir os dados da propriedade. (Tenha em mãos o número do NIRF)
3) Coloque o nome do laticínio que você fornece o leite.
4) Insira as informações referentes a sua negociação – Esse passo será feito só na primeira vez em que cadastrar um laticínio.
5) Insira os dados de venda do mês em questão.

A inserção dos dados deve ocorrer sempre do primeiro ao último dia do mês. Exemplo: Os dados de agosto deverão ser colocados até o dia 30/09.

Os relatórios são sempre liberados no dia 5 do mês, portanto, no dia 5/10 sairão os relatórios referentes ao leite fornecido em agosto e pago no mês de setembro.

O produtor que se mantiver com os dados atualizados, terá acesso aos seguintes relatórios comparativos:

1) Volume de leite por faixa de produção
2) Preço líquido vs volume de leite
3) Preços por sólidos vs volume de leite
4) Estratificação do teor de gordura do leite
5) Estratificação do teor de proteína do leite
6) Estratificação da contagem de células somáticas (CCS)
7) Estratificação da contagem bacteriana total (CBT)

Confira abaixo exemplos de gráficos gerados: o produtor pode ver os dados médios do sistema e comparar seus indicadores.

Gráfico 1 – Preço x volume de leite.


Gráfico 2 – Estratificação do teor de gordura do leite.

Compare, gerencie e avance!

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão:
contato.radar@milkpoint.com.br
WhatsApp: (19) 99721-4296
Telefone: (19) 3432-2199
Skype: milkpoint.radar
 

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade