FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Você sabe o que significa a sigla RMCA e como ela pode te ajudar?

Atualizado em 09/10/2019

Existem no mercado inúmeros indicadores para caracterizar a saúde financeira das fazendas leite. Contudo, apenas uma amostra pequena destes índices consegue passar uma avaliação precisa de maneira simples e rápida.


Neste contexto, destaca-se o indicador RMCA - Receita Menos Custo com Alimentação, que demonstra quanto da renda do leite sobra para o pagamento dos demais custos da propriedade, após retirarmos os custos com a alimentação.

Por que ele é importante?

Observe a imagem 1 abaixo. Ela demonstra, de maneira bastante simplificada, a composição do fluxo financeiro de uma fazenda. O lado esquerdo, a “Receita” é o valor total recebido com a venda do leite, ou seja, o dinheiro que “entra” mensalmente na fazenda. O lado direito, engloba os custos do produtor e, o que “sobra”, é o lucro, o que ele “põe no bolso” como resultado de sua atividade.

Imagem 1. Fluxo financeiro simplificado das fazendas de leite. 

Fluxo financeiro simplificado das fazendas de leite
Fonte: Equipe MilkPoint
 
Como é possível ver pela imagem, os “Custos de Alimentação” configuram uma parcela relevante dos gastos da propriedade, estimada entre 30 e 50% dos custos operacionais de produção, podendo, em alguns casos, ter um peso ainda maior!

Assim, como o RMCA contempla tanto a receita quanto os custos com a alimentação das vacas em lactação - tendo ainda em mente que a alimentação é o principal e mais variável custo - ele pode ser uma boa medida de eficiência econômica da vaca em um dado momento.

Com efeito, o RMCA é o indicador mais simples para se caracterizar a rentabilidade da atividade, comparando-se a mesma fazenda ao longo do tempo ou fazendas com o mesmo sistema de produção.

Mas como o RMCA é calculado?

O RMCA é o resultado da receita diária obtida da venda do leite, por vaca em lactação, subtraída dos gastos de alimentação das vacas em lactação, incluindo concentrados e volumosos. Acompanhe um exemplo:

Vamos supor, num exemplo teórico, que um produtor tenha 10 animais que, juntos, produzam 200 l/dia (média de 20 l/dia cada), recebendo R$ 1,00 pelo litro de leite. Dessa forma, a Receita por vaca/dia é de R$ 20,00. Se subtrairmos dessa conta os custos médios de alimentação das vacas, teremos o RMCA relativa à alimentação das vacas. Assim, supondo um custo de alimentação médio de R$ 8,50 /vaca /dia, o resultado do RMCA é de R$ 11, 50 /vaca/dia.

Assim, analisando o resultado, vemos que R$ 11,50 seria a quantia de dinheiro que sobra ao produtor, para cada vaca em lactação, a cada dia, para pagar as demais despesas e obter lucro.

Importante ressaltar: Quanto mais alto o resultado do RMCA, melhor para o produtor.

Quais variáveis afetam este indicador?

Os fatores que afetam o resultado deste indicador são, como o próprio nome nos mostra, a Receita – englobando o preço/litro recebido e o volume comercializado -, e os Custos com Alimentação das vacas em lactação – quantidade utilizada por vaca e o tipo de insumo utilizado.

 


Se quiser obter mais informações sobre gestão financeira, acesse o conteúdo completo do curso Gestão financeira de propriedades leiteiras. Nesse curso, Ricardo Godinho, produtor de leite e especialista no assunto, ensina as principais etapas para a gestão financeira eficiente e, além disso, mostra aos alunos como utilizar os dados para a tomada de decisão.

 

Você pode fazer a aquisição do curso individualmente ou optar pela assinatura que dá acesso a todos os cursos da plataforma. Hoje já são cerca de 160 cursos! Clique aqui para saber mais informações sobre os planos de assinatura!

 

 

 
Mais informações:
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 

3

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ANDRÉ LUIZ MONTARROYOS VASCONCELOS

JOÃO PESSOA - PARAIBA - INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS

EM 15/08/2017

Obrigado Marcelo.
MARCELO PEREIRA DE CARVALHO

PIRACICABA - SÃO PAULO

EM 01/07/2017

Olá Andrew,



Excelente!  Agora você pode usar o Radar e comparar suas fazendas assistidas com as médias do mercado em sua região, estado e país.



Abraço,



Marcelo
ANDREW JONES

FERNANDÓPOLIS - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 30/06/2017

comecei a trabalhar com este indicador juntamente com a Nutron a uns vinte anos atrás, era chamado IOF - income over feed. nunca mais parei de usar este índice.