ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Unium: "os nossos cooperados se sentem donos do negócio"

POR RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 14/05/2018

1
8

Neste ano, a Unium foi a terceira colocada no Ranking Leite Brasil com um aumento de 17,6% na captação. A Unium é a marca que representa a intercooperação das cooperativas Frisia, Castrolanda e Capal, todas situadas no Paraná. A marca foi lançada em novembro do ano passado e ao todo são 5 mil cooperados, R$ 7 bilhões de faturamento anual e mais de R$ 500 milhões em investimentos.

intercooperação UNIUM

Durante a ExpoFrísia 2018, a Equipe MilkPoint entrevistou com exclusividade Rogério Marcus Wolf, Coordenador Comercial de Lácteos da Unium. O evento ocorreu entre os dias 26 e 28 de abril no Pavilhão de Exposições Frísia, anexo ao Parque Histórico de Carambeí.

Segundo Rogério, houve a necessidade de se criar uma identidade ao sistema de gestão das cooperativas, refletido na intercooperação. “Na prática, há situações como autoria de matérias, ações comerciais, etc, e as cooperativas entenderam que a intercooperação seria a melhor opção para o modelo de negócio que se estabelecia. Não é uma fusão, nem uma central de cooperativas, mas, estamos praticando um dos pilares do cooperativismo”. 

No que se diz respeito ao lácteos, a Unium agrega as seguintes marcas: Colônia Holandesa e Naturalle. No setor frigorífico, a marca Alegra, e no setor de moinho de trigo, a Herança Holandesa. As cooperativas mantêm - independentemente - suas estruturas físicas, seu ambiente de governança e de gestão. A relação com os seus cooperados também é individualizada”.

intercooperação UNIUM

Engajamento dos produtores nas cooperativas

Rogério fez questão de destacar que a relação das cooperativas com os seus associados é muito sólida e pratica os conceitos de uma forma estabelecida e tradicional. “Os nossos cooperados, de fato, se sentem donos do negócio, afinal, eles também são parte integrante da cooperativa. Eles não enxergam a cooperativa apenas como uma oportunidade, tanto que a fidelidade a ela é muito alta e são pouquíssimos os casos de desistência de negócio. Quando isso acontece, normalmente é devido à saída da atividade e não porque o produtor opta em não comercializar mais a sua produção para a cooperativa. Todo esse panorama nos fortalece, pois é reflexo de todo o respeito aplicado no negócio, sem contar a transparência, participação e representatividade”. 

“Os nossos cooperados, de fato, se sentem donos do negócio, afinal, eles também são parte integrante da cooperativa. Eles não enxergam a cooperativa apenas como uma oportunidade, tanto que a fidelidade a ela é muito alta e são pouquíssimos os casos de desistência de negócio"

Ele explica que além dos conselhos de administração e fiscal, há também comitês em cada setor com participação ativa dos produtores. Estes são bastante informados pela cooperativa sobre tudo o que acontece, e também recebem novidades com relação à atividade leiteira como um todo.

“Os produtores sabem o que está acontecendo, participam das pré-assembleias, das assembleias e reuniões extraordinárias. Eles opinam, as cooperativas retornam e assim, não fica nada a esclarecer. Isso intensifica a relação de confiança, o que a meu ver, é o que sustenta o negócio”.

Com uma matéria-prima de alta qualidade, Wolf ressalta que o mercado enxerga e dá credibilidade aos produtos das cooperativas. “Estamos construindo as marcas Colônia Holandesa e Naturalle vagarosamente e hoje não destinamos todo o volume de leite produzido a elas, até porque não queremos gerar uma pressão de estoques, ficando a mercê dos preços. O mercado do leite UHT é volátil demais e desde 2016 vive um sério problema. Porém, a prestação de serviços nos dá condições de caminhar devagar, desenvolvendo as marcas estrategicamente. Precisamos dar sempre espaço para o crescimento dos produtores, absorver a matéria-prima deles, por isso, sempre prospectamos novos negócios e oportunidades de segmentos”.

Naturalle - Unium

Hoje a marca Colônia Holandesa oferece os seguintes produtos aos consumidores: leite UHT integral, leite UHT zero lactose, leite condensado, leite condensado zero lactose, creme de leite e bebidas lácteas com sabores. Já a Naturalle, três opções de leite UHT (integral, desnatado e semidesnatado) sem nenhum tipo de aditivo. Além da porção individual de 200ml, podem ser encontrados em embalagens de 1 litro. A caixinha atende ao público que prefere alimentos práticos e embalagens fracionadas, fato que se enquadra na tendência alimentar “on the go” (opção fácil de consumo em movimento, como por exemplo, indo para o trabalho).

leite condensado Colônia Holandesa

Quando questionado sobre a possibilidade de exportação, Rogério frisa que o perfil de qualidade dos produtos permite isso, embora o Brasil não tenha tradição na exportação de leite UHT. “A nossa fábrica de Castro/PR já está habilitada para exportar e recentemente recebeu a certificação FSSC 22000, reconhecida internacionalmente e alcançada por poucos laticínios no país. Isso nos gabarita para afunilar as relações externas e a possibilidade de novos passos.

Próximas expansões e aquisição da Colaso

Os produtos Colônia Holandesa e Naturalle são mais comercializados –majoritariamente – nos estados do Paraná e Santa Catarina. “A Unium incorporou a cooperativa Colaso (Cooperativa de Laticínios de Sorocaba/SP) e a gestão é nossa, assim como a marca. A Colaso tem mais de 80 anos e está bem posicionada no mercado regional. Aproveitando essa oportunidade comercial, entramos no Estado de São Paulo com a marca Colônia Holandesa. O Naturalle já está na fila. No Rio de Janeiro, estamos presentes apenas em algumas oportunidades. Quando estivermos com mais leite em nossas operações, alçaremos novos voos”.

Com relação à aquisição da Colaso, Enio Borges Andrade, Gerente de Suprimentos Lácteos da Castrolanda, elucida que o grande desafio em São Paulo é mostrar aos produtores paulistas como é o relacionamento de uma cooperativa, direito e deveres. “Como São Paulo passou por várias transformações no setor cooperativista e muitas delas com resultados ruins para os produtores, sempre há a visão que é mais um laticínio que está na região e não a visão de ‘dono do negócio’. Junto a isso, há sempre o desafio da qualidade do leite, pois não havia um sistema de pagamento claro, transparente, respeitado por todos os produtores de forma única, sem qualquer subjetividade de tratamento. Hoje a Unium possui produtores em 45 municípios de SP, limitado a um raio de 170 km da unidade”.

De acordo com Enio, um dos princípios do cooperativismo é a livre adesão. “Diferente da maioria, não temos técnicos compradores de leite. Se o produtor manifesta interesse, é feito uma visita na sua propriedade e ele é orientado sobre os procedimentos, sistema de pagamento, coleta de amostras, entre outros, e encaminhado para aprovação de ingresso como associado”. Hoje a Unium em São Paulo está com 320 produtores de leite com volume diário de 110 mil litros.

A Colaso passou a ser administrada pela Unium em abril de 2014 e desde então, foram contratados técnicos, concretizada a implantação de um sistema de pagamento por qualidade e realizada a orientação dos produtores. “Houve uma redução de aproximadamente 150 produtores nos seis primeiros meses após a gestão pelo não enquadramento no novo formato de cooperativismo, com formação de preços baseada em qualidade. Este é o requisito básico de permanência do produtor como associado”.

Enio complementa que a bacia leiteira da Unium, no geral, cresce acima da média brasileira. “Ser cooperado é buscar união para negociar melhor. A Unium é mais um exemplo de que juntos somos mais fortes”, finalizou.

trofeu agroleite 2018

RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

Zootecnista pela FMVZ/Unesp de Botucatu e Coordenadora de Conteúdo dos Portais MilkPoint e MilkPoint Indústria

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

DIVANIR RUBENICH

CARLOS BARBOSA - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 14/05/2018

Parabéns pela reportagem. Riqueza de princípios e valores na Unium. Produtores fortes e confiantes.