ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Skyr: nova tendência do mercado lácteo?

A fermentação do leite é responsável pela produção de diversos produtos como queijos e iogurtes. Em todo mundo há diversos processos de fabricação, texturas, sabores e micro-organismos utilizados para fermentação, acarretando diferentes tipos de iogurtes. O iogurte concentrado é produzido em vários países. Alguns deles são: labneh (Oriente), skyr (Islândia), shrikhand (Índia) e iogurte grego (Grécia e outros países). O skyr é um iogurte ou queijo macio - considerado um “superalimento” - e faz parte da culinária típica da Islândia desde a Idade Média (ele também é conhecido por ser o iogurte dos vikings).

O skyr é produzido e comercializado na Islândia como um iogurte mais concentrado ou um queijo macio feito de leite desnatado. Na sua elaboração, o soro é removido por ultrafiltração e são adicionadas bactérias do ácido lático (probióticos).

Para sua produção, utiliza-se em torno de 3,5 litros de leite para 1 litro de skyr, que em comparação a outros iogurtes, possui baixo teor de açúcar, menor quantidade de gordura, alto teor proteico, e é fonte de minerais (cálcio, fósforo), vitaminas (complexo B e vitamina A) e probióticos. Já comprovado cientificamente, os probióticos são micro-organismos vivos que, se utilizados em quantidades adequadas, conferem efeitos benéficos à saúde do hospedeiro.

O skyr pode ser utilizado com mel, frutas e cereais ou em preparações como molhos, smoothies, pastas e cremes. Ele ainda não ganhou espaço no mercado brasileiro, porém, em alguns países do mundo, ele já é destaque. Atualmente, o skyr ganhou popularidade na Europa e vem sendo muito demandado pelo mercado fitness, pois pode contribuir com o aumento da massa muscular.

Segundo o jornal espanhol ‘El Mundo’, além do famoso iogurte ser ideal para atletas, é igualmente importante na alimentação de crianças, grávidas e idosos — devido ao alto nível de cálcio. Além disso, como já dito anteriormente, ainda tem bactérias benéficas para os intestinos, como a Streptococcus thermophilus e a Lactobacillus bulgaricus.

Em Portugal e outros países da Europa, o skyr já pode ser encontrado em hipermercados em quatro sabores diferentes: pêssego, morango, mirtilo e framboesa, produzidos pela marca Milbona. Recentemente, a Arla Foods também iniciou a produção e distribuição do skyr. Quanto às calorias, 100 gramas do produto fornecem aproximadamente 60 calorias. Será que ele será a próxima tendência do mercado lácteo? 

Confira algumas marcas mundiais que já estão trabalhando com o skyr: 

Milbona

milbona - skyr

Arla Foods 

arla foods - skyr

Skyriceland

Skyriceland - skyr
KEA Skyr 

kea skyr

Hesper Farm Skyr 

hesper farm skyr

Leia também: 

Confira também a seção com artigos sobre Probióticos do MilkPoint clicando aqui. 

A notícia foi elabora pela Equipe MilkPoint com informações do portal Notícias ao Minuto.
 

2

COMENTÁRIOS SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Seu comentário será exibido, assim que aprovado, para todos os usuários que acessarem este material.

Seu comentário não será publicado e apenas os moderadores do portal poderão visualizá-lo.

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ELDER MARCELO DUARTE

SÃO CARLOS - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 08/02/2017

E no Brasil, o Ministério da Agricultura ainda não autorizou o uso do nome SKYR...

A burocracia sempre atrapalhando as empresas brasileiras...
DEOCY FRANCA

CURITIBA - PARANÁ - PESQUISA/ENSINO

EM 07/02/2017

Novidades de  qualidade no mercado.