FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Queijo colonial produzido em Rio do Sul recebe Selo Arte

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 20/11/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

O queijo colonial produzido na Queijaria Famiglia Baldo, em Rio do Sul, é o segundo produto de Santa Catarina a receber o Selo Arte, que permite a comercialização em todo o país. Ele foi entregue pela Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural e a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc).

Para ser considerado artesanal, o produto deve ser individualizado, genuíno e manter as características tradicionais, culturais ou regionais. Além disso, deverá ser regulamentado e reconhecido como artesanal pelo estado.

“Os produtos artesanais representam a cultura de Santa Catarina. Um produto artesanal é o resultado do trabalho da família, da história daquelas pessoas e do saber fazer que passa de geração em geração. O Selo Arte é uma grande oportunidade para que os produtores possam abrir mercado em todo o país, divulgando a nossa cultura e a qualidade da nossa produção. Para a família essa é uma grande conquista, que se transforma em benefícios também para o município e para todo o estado”, destaca o secretário da Agricultura, Ricardo de Gouvêa.

O estabelecimento deve estar submetido ao serviço de inspeção oficial (municipal, estadual ou federal) para receber a certificação.

O casal Samuel e Charlana Baldo são os responsáveis pela queijaria e produzem o queijo colonial de formas diferenciadas. Além da receita tradicional, eles oferecem também um queijo com ervas finas e outro com um tempo de maturação bem estendido.

“O Selo Arte representa a possibilidade de comercialização em nível nacional. Além disso, ele demonstra para o consumidor que aquele é um produto artesanal, com aval da Cidasc e do Ministério da Agricultura. Um produto artesanal tem algo a mais, não é só a questão do saber fazer, mas tem todo o carinho e a dedicação dos produtores. Tem uma história por trás. Quem compra um produto artesanal compra uma história junto”, comemora Samuel Baldo.

Leia também > Conheça o tradicional queijo marajoara

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como!

As informações são do Economia SC.


 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint