ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Práticas intensivas de produção têm ligação com tuberculose bovina

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 17/03/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0
Um estudo da Universidade de Exeter, financiado pelo BBSRC e publicado na revista Biology Letters da Royal Society, analisou dados de 503 fazendas que entraram em colapso devido à tuberculose, juntamente com 808 fazendas de controle, localizadas em áreas de alto risco, e afirmou que essa doença tem ligação com práticas intensivas.  
 
“A tuberculose é absolutamente devastadora para a pecuária e soluções viáveis são essenciais. Nas áreas mais afetadas, as fazendas são incapazes de impedir as consequências. Se a produção em menor intensidade significa uma melhor saúde animal, também oferece uma estratégia sustentável de longo prazo em áreas de alto risco”, comenta a Dra. Fiona Mathews, professora associada de biologia. 
 
As últimas décadas viram mudanças radicais nas práticas agrícolas. Metade dos produtores de leite britânicos fechou desde 2002. Os que permanecem têm maiores rebanhos e maior produtividade, sendo que o tamanho médio do rebanho aumentou de 75 animais em 1996 para 133 em 2014 (um aumento de 77%) e o rendimento anual aumentou de 5.775 litros por vaca em 1995 para 7.535 litros por vaca em 2013 (um aumento de 27%). 
 
A equipe descobriu que fazendas com rebanhos de 150 bovinos ou mais tinham 50% mais chances de ter um surto de tuberculose bovina do que aquelas com rebanhos de 50 ou menos. A produção agrícola e os padrões de alimentação também foram importantes e os riscos aumentaram com as práticas ligadas a sistemas de maior produtividade. Para cada 10 hectares de milho, alimento favorito dos texugos que desempenham um papel na transmissão da doença, o risco de TBB aumentou 20%.
 
As informações são do Agrolink.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint Logo MilkPoint Ventures