FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Não há impacto significativo na importação de produtos agrícolas brasileiros, diz CNA

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgou no sábado (21) um boletim de monitoramento dos impactos da pandemia do coronavírus para o agronegócio brasileiro. A análise foi feita por um grupo criado pela entidade para avaliar informações sobre o cenário interno e externo.

No mercado internacional, não houve impacto significativo, redução ou restrição na importação de produtos brasileiros, embora alguns países tenham adotado regras mais rígidas para o comércio. Não foi identificada pela CNA interrupção de importações de produtos agropecuários pela China, por exemplo, mas o cancelamento de algumas rotas marítimas já resulta em atrasos no transporte internacional.

O escritório da CNA em Xangai apurou que o comércio de grãos, óleos e alimentos registrou aumento de 9,7% entre os meses de janeiro e fevereiro de 2020 – apesar da queda de 20,5% das vendas do varejo em 20,5% no período.

A “corrida” dos consumidores aos supermercados é a provável causa do aumento das vendas no varejo de itens básicos para a dieta chinesa. As vendas de alimentos online também cresceram 3% no primeiro bimestre.

Também há essa corrida da população às gôndolas na Arábia Saudita. Segundo a entidade, houve aumento de demanda por fornecedores brasileiros para suprir o mercado interno. "Exportadores brasileiros e importadores relatam atraso na liberação de cargas no porto de Gidá. Aparentemente, o controle portuário está mais rígido", destaca o boletim.

A CNA não detectou impactos expressivos no comércio dos produtos brasileiros para Estados Unidos e União Europeia, pois nesses locais as medidas restritivas estão mais focadas na movimentação de pessoas do que na circulação de mercadorias.

As informações são do Valor Econômico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.