ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Ministra negocia com BNDES redução de juros de dívidas rurais

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 30/08/2019

2 MIN DE LEITURA

0
0

Ao visitar a 42ª Expointer nesta última quinta-feira (29), a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse que o governo trabalha para baixar os juros para os produtores rurais. Segundo ela, uma das medidas que estão sendo trabalhadas é a redução do spread praticado pelo BNDES na linha de repactuação de dívidas, dos atuais 1,5% para 0,8%. Isso faria com que o custo final ao produtor fosse menor.

“Estamos brigando para baixar o juro dessa linha. Esse juro não cabe na conta do agricultor, principalmente aquele que tem problemas no passado, que carrega dívidas”, disse a ministra. A ideia é que o custo dos juros caia de 11% para 9%. 

Tereza Cristina disse também que está trabalhando para convencer outras instituições financeiras oferecer essa linha de financiamento. “Precisamos de mais gente dentro dessa linha. Isso vai trazer mais recursos e mais opções para os produtores, principalmente o de arroz que tem mais urgência de acesso. Tenham a certeza de que nós vamos até o último minuto e sabemos da urgência de resolver esse problema”, disse.

A ministra disse que pediu à Embrapa se debruce de maneira profunda sobre os problemas enfrentados pelos produtores de arroz do Rio Grande do Sul. “Precisamos ter uma saída para isso. Nossa preocupação é deixar esse setor de pé novamente, não podemos prescindir do setor arrozeiro, que é importantíssimo no nosso país”, disse.

Abertura de mercado

Tereza Cristina também relatou o esforço do Ministério da Agricultura para abrir novos mercados aos produtos agrícolas brasileiros. Ela lembrou o acordo firmado no com México em maio para a exportação do arroz, o acordo entre o Mercosul e a União Europeia, o acordo entre Mercosul e EFTA e citou que próximos acordos devem ser assinados com o Canadá, Singapura e Coreia do Sul.

A abertura do mercado de carnes para a Indonésia, anunciada ontem (29) também foi destacada pela ministra. “Temos muitos desafios, mas temos perspectivas enormes. Precisamos abrir nossas cabeças e nos modernizar”, ressaltou.

Sala de situação

A ministra anunciou que na próxima semana será inaugurada no Ministério da Agricultura uma sala de situação para monitoramento de dados sobre índices agronômicos, zootécnicos, de cadastros de terras, e também números ambientais. “Temos que ter essa parte consistente para repassar com segurança e números verdadeiros. O Brasil não precisa maquiar dados para mostrar que é uma potência agrícola sustentável”, disse a ministra.

Segundo ela, hoje o Brasil sofre um ataque mundial porque todos têm medo do agronegócio brasileiro. “O Brasil é uma potência agrícola e ambiental. Toda essa propaganda e fake news que estão criando fora do Brasil para atingir o nosso agronegócio temos que responder com respeito e com seriedade, mas temos que mostrar os números”, disse, lembrando que neste ano o Brasil aumentou a produção em 6% e cresceu apenas 0,6% em área produzida.

Na Expointer, a ministra também se reuniu com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, com o embaixador interino dos Estados Unidos, William Popp, para debater os impactos dos acordos comerciais no agronegócio do Rio Grande do Sul e soluções para a produção de arroz no estado. Também esteve com representantes da Frente Parlamentar da Agropecuária.

As informações são do Mapa.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint