ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Ministério estuda medidas para ajudar produtores gaúchos prejudicados pela seca

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 12/03/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) recebeu nesta quarta-feira (11) o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, além de senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos, representantes de entidades e de bancos públicos para debater soluções para produtores rurais do estado prejudicados com a seca que atinge o estado.

“É um assunto que não dá para ter uma única resposta. É um conjunto de medidas que poderão ser tomadas e outras que serão estudadas para ver como amenizar esse problema”, disse a ministra, destacando que o Mapa vem estudando possíveis soluções com outros ministérios e com os bancos públicos.

Entre as medidas que poderão ser adotadas, segundo a ministra, está a destinação de milho para a ração animal, por meio da Conab. Também devem ser encaminhados peritos para analisar as perdas nas propriedades, medida necessária tanto para o acesso ao seguro rural como para possíveis prorrogações de dívidas.

“Não vai ser uma resposta única, a cada dia que tiver uma medida saneada, vamos passar para as pessoas correrem atrás da documentação necessária”, ressaltou Tereza Cristina.  Na semana passada, o Ministério da Agricultura anunciou a destinação de R$ 2 milhões para o estado para ajudar os agricultores familiares.

O governador Eduardo Leite destacou que as perdas dos produtores se agravam a cada dia. “Não vemos melhoria nas condições climáticas do estado para as próximas semanas, e consequentemente a perda se agrava, compromete a nossa economia, a saúde financeira dos nossos produtores e ameaçará também safras futuras, investimentos e a arrecadação do Rio Grande do Sul”, disse.

Conforme atualização divulgada em caráter excepcional pela Emater/RS-Ascar nesta quarta-feira (11), as perdas na produtividade, em relação aos dados inicialmente divulgados em agosto do ano passado, são de 32,2% nas culturas de soja e 26,2% na de milho na safra 2019/2020.

Uma nova reunião será realizada nesta quinta-feira (12) para debater os encaminhamentos para o assunto.

As informações são do Mapa.

Foto: Globo Rural.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint