FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Mercados de lácteos estáveis apesar dos desafios da pandemia

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 26/01/2021

3 MIN DE LEITURA

0
2

Os mercados globais de lácteos parecem estar resistindo à tempestade da Covid-19 com preços estáveis, apesar das mudanças induzidas pela pandemia na demanda nos principais mercados. A última Global Dairy Update do Australian Milk Value Portal diz que a resiliência na demanda por produtos lácteos está sustentando o mercado.

Os analistas internacionais também estão apontando para a estabilidade — com ANZ na Nova Zelândia na semana passada elevando sua previsão de preço de ao produtor em 7,5 por cento, enquanto o índice de preços de lácteos da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) aumentou pelo sétimo mês consecutivo em dezembro. 

Nanna Moller, do Milk Value Portal, disse que as perspectivas do mercado são bastante otimistas, apesar das diferenças nos mercados globais, com desaceleração do crescimento da oferta de leite na Europa e Oceania e demanda sustentada por alimentos básicos.

Mas ela alertou que a demanda seria testada nos próximos meses, conforme as infecções da Covid-19 piorassem, invocando restrições de movimento mais rígidas. “A incerteza das perdas prolongadas de empregos e a redução da reserva de economia, bem como quaisquer medidas de estímulo ao consumo de lácteos, significam incerteza para as perspectivas”, disse ela.

Ela também apontou problemas nos Estados Unidos. “Os EUA continuam sendo o mercado mais fraco, com forte crescimento da produção de leite e demanda vacilante, já que as restrições do COVID-19 mantêm os canais de food service em profunda crise”, ressaltou.

“A nova administração Biden promete lidar com isso no início de 2021, no entanto, e afastar o problema ainda mais adiante, distribuindo pagamentos de estímulo às famílias e estendendo programas de compra e doação para absorver o provável crescimento no fornecimento de leite até abril. Enquanto isso, proporcionará alívio duplo e pagará mais subsídios aos produtores, mantendo-os no negócio e produzindo mais leite.

Embora aponte para um aumento na oferta de leite em algumas das principais regiões exportadoras de lácteos do mundo, incluindo Estados Unidos, União Europeia, Austrália e Nova Zelândia, ele disse que a demanda está se mantendo bem.

“O leite adicional que está sendo produzido nos Estados Unidos é atualmente correspondido por uma demanda adicional criada pelo esquema financiado pelo governo para fornecer caixas de comida para os necessitados”, pontuou o relatório.

“Essas caixas de alimentos devem conter leite para beber e outros lácteos, como queijos e iogurtes. O financiamento para este programa foi recentemente estendido até o final de abril. Espera-se que a porção de laticínios deste programa de estímulo absorva 2,5-3 por cento do leite total sendo produzido nos EUA, quando considerado em uma base equivalente ao leite.”

Ele também estava menos preocupado com o impacto de novos lockdowns — dizendo que a demanda permaneceu relativamente forte durante os lockdowns anteriores. “A demanda por produtos lácteos ainda está crescendo, apesar dos desafios econômicos e logísticos trazidos pela Covid-19”, disse o relatório.

Muitos lácteos podem ser facilmente preparados e consumidos em casa, e a indústria tem conseguido desviar produtos normalmente destinados ao food service para os canais de varejo. Os produtos lácteos processados também têm uma vida útil relativamente longa, o que significa que o produto retém seu valor se as interrupções da cadeia de abastecimento resultarem em atrasos no envio do produto aos usuários finais.”

O índice global de preços de lácteos da FAO foi em média 108,8 pontos em dezembro, alta de 3,4 pontos (3,2%) em relação a novembro.

Ele apontou para uma forte demanda de importação global, principalmente induzida por preocupações sobre os impactos adversos das condições climáticas mais secas e quentes na produção de leite da Oceania. A alta demanda interna e a baixa produção de alguns produtos lácteos na Europa Ocidental também forneceram suporte.

As informações são do Farmweekly.com.au, traduzidas e adaptadas pela equipe MilkPoint. 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint