FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

MT: governo licita R$ 2,1 milhões para a compra de material genético bovino

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 09/01/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0
A Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SEAF) publicou no Diário Oficial do Estado, de 19 de dezembro, a homologação das atas de registro de preço para a compra de embriões e sêmen bovino para o melhoramento genético do rebanho leiteiro em Mato Grosso. A ação faz parte do Programa Mato Grosso Produtivo-Leite, que traz uma série de serviços e produtos com o objetivo de incrementar e ampliar a capacidade de produção do agricultor.
 
Com as atas, o Governo do Estado poderá adquirir até R$ 2.117.340 em material genético. A compra do produto poderá ser feita de forma gradativa e de acordo com a demanda apresentada pelos produtores. As atas também estarão disponíveis para adesão de instituições e órgãos públicos em todo o país.
 
A empresa Fertiliza Consultoria em Reprodução Animal LTDA está responsável pela execução dos serviços de transferência de embriões e orientação técnica dos produtores. Nesta modalidade será investido o montante de R$ 1,3 milhão na aquisição de duas mil prenhezes, obtidas a partir da transferência de embriões para as matrizes receptoras.
 
Para a transferência serão utilizados embriões sexado de fêmeas da raça Girolando Meio Sangue (CCG 1/2 – Cruzamento com Controle de Genealogia). As matrizes, também chamadas de “barriga de aluguel”, serão pré-selecionadas pelo programa. O pagamento das transferências genéticas será feito de maneira gradativa, por prenhez, ou seja, a cada gestação confirmada.
 
Já na modalidade de inseminação artificial, serão investidos pelo Estado R$ 736,3 mil, o equivalente a compra de 15 mil doses de sêmen, entre sexado e convencional, das raças Gir Leiteiro, Jersey, Girolando ¾, Girolando 5/8 e Holândes. As empresas Alta Genetics do Brasil LTDA e Replan Comércio, Serviços e Representações LTDA estarão responsáveis pelo fornecimento do material genético.
 
As raças definidas pelo Programa MT Produtivo-Leite são reconhecidas pela alta produtividade, rusticidade, precocidade, longevidade e fertilidade, além da alta capacidade de adaptação a diferentes tipos de manejo. A aposta do programa é garantir que os produtores tenham acesso a animais geneticamente superiores, que irão assegurar a formação de novos rebanhos com maior potencial produtivo, em substituição a matrizes de baixa produtividade.
 
A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) também atuará no acompanhamento técnico do programa, além de orientar os produtores sobre o manejo sanitário e nutricional do rebanho, entre outras ações que deverão ser desenvolvidas na propriedade.
 
Um termo de cooperação técnica será firmado entre a Seaf-MT, cooperativas de leite e prefeituras parceiras para a seleção dos produtores beneficiários. A ideia é utilizar a organização regional e o conhecimento técnico de cooperativas e prefeituras para garantir a seleção de produtores vocacionados para a lida com o leite e aptos para receber a tecnologia.
 
Entre os critérios, os produtores também deverão possuir capacidade de manejo sanitário e nutricional (condições de boa alimentação) das matrizes. O atendimento às regiões será definido conforme as demandas oficializadas ao longo do ano junto à Secretaria.
 
Com o programa, a expectativa é assegurar que nos próximos anos, a produção média ultrapasse os atuais 3,77 litros/dia (Censo IBGE – 2018), para algo em torno de 10 litros. Com o melhoramento genético do rebanho aliado a um manejo sanitário e nutricional adequado, é possível garantir o aumento da produtividade, com impacto direto sobre a renda do produtor, e toda a cadeia de produtos lácteos do Estado.
 
As informações são do Governo de Mato Grosso.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint