FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

FAO: índice de preços de alimentos chega ao nível mais alto em dois anos, lácteos seguem estáveis

O índice de preços dos alimentos da Agência das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) alcançou 177,2 pontos em novembro, o nível mais elevado desde setembro de 2017. Em relação a outubro, a alta foi de 2,7%, e, ante novembro de 2018, chegou a 9,5%.

Conforme a FAO, o avanço mensal foi puxado pelos preços das carnes e dos óleos vegetais - e, em menor proporção, pelos do açúcar. Em contrapartida, os cereais ficaram mais baratos, enquanto os laticínios permaneceram estáveis.

O índice específico das carnes atingiu 190,5 pontos, com um aumento de 4,6% em relação a outubro e a maior variação positiva mensal desde maio de 2009. O resultado ficou quase 28 pontos (17,2%) acima do patamar de um ano atrás, mas ainda 21,5 pontos (9,4%) abaixo do pico atingido em agosto de 2014.

De acordo com a agência, todas as carnes subiram no mercado internacional devido à aquecida demanda da china e à redução da oferta para exportação. “A demanda liderada pelas festividades de fim de ano exacerbou o aperto nos mercados globais de carne, aumentando ainda mais os preços da carne suína e resultando em algum aumento nos preços da carne de aves após três meses de queda”, diz a FAO em relatório.

O indicador dos óleos vegetais subiu 10,4% em relação a outubro, para 150,6 pontos, e chegou ao maior nível desde maio de 2018. O aumento foi liderado pelo óleo de palma, mas também foi influenciado pelas cotações firmes de soja, canola e óleo de girassol.

O subíndice de açúcares chegou a 181,6 pontos em novembro, com elevação mensal de 1,8%. “O aumento mais recente nos preços internacionais do açúcar veio com indicações crescentes de que o consumo mundial superaria a produção na temporada 2019/20.”

O indicador para lácteos, por sua vez, alcançou 192,6 pontos no mês passado, resultado estável após dois meses de queda.

As informações são do Valor Econômico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.