ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Índia quer aumentar exportações de lácteos

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 18/08/2004

3 MIN DE LEITURA

0
0
A Índia, maior produtor de leite do mundo, está trabalhando para capitalizar sobre o aumento dos preços globais dos produtos lácteos, superando as barreiras comerciais não tarifárias das nações desenvolvidas com certificação de qualidade.

As monções de verão, responsáveis por 80% das chuvas no país, têm melhorado as previsões para o setor leiteiro da Índia.

"O setor de lácteos da Índia tem registrado um crescimento anual de 4% a 5% contra o crescimento global médio de 1%. A monção deste ano deverá ajudar a Índia a registrar outro bom ano para o setor leiteiro", disse o gerente geral da Gujarat Cooperative Milk Marketing Federation (GCMMF), R. S. Sodhi.

Maior exportador da Índia no setor cooperativo, a GCMMF, que comercializa produtos da marca Amul, está de olho nas boas oportunidades deste ano. "Com as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC) sendo implementadas pelos países desenvolvidos, haverá alguma redução nos subsídios levando ao aumento nos preços globais. O mercado de exportação está começando a se tornar mais lucrativo. Nos próximos meses, nós poderemos exportar mais".

"Neste ano, os preços globais do leite em pó estão quase o dobro dos do ano passado, tendo aumentado de US$ 1.400 - US$ 1.500 a tonelada de leite em pó desnatado para US$ 2.100 a tonelada. No ano passado, a demanda doméstica estava maior, de forma que recusamos alguns pedidos de exportação. Porém, neste ano, a produção cresceu", disse ele.

No ano passado, as exportações de lácteos da GCMMF foram de cerca de Rs. 600 milhões (US$ 12,96 milhões) e a expectativa para este ano é de "não menos de Rs. 1 bilhão (US$ 21,60 milhões)".

No mercado de exportação, os produtos lácteos indianos são vendidos principalmente no sul da Ásia (Bangladesh, Sri Lanka) e no Oriente Médio, enquanto alguns produtos são vendidos também aos Estados Unidos e outros países desenvolvidos. As principais commodities comercializadas internacionalmente pela Índia são leite em pó desnatado e integral, queijos e manteiga.

Devido à grande barreira tarifária imposta na Europa e nos EUA, juntamente com as rígidas medidas sanitárias e fito-sanitárias, incluindo saúde animal e resíduos de contaminantes, a Índia não tem sido capaz de capitalizar totalmente em sua competitividade de exportação, disse o presidente da Associação Indiana de Lácteos, Animesh Banerjee.

"Para superar as barreiras não tarifárias, a Índia tem desenvolvido seu próprio padrão de certificação e sob o Conselho de Inspeção de Exportações tem iniciado um mecanismo para vencer as barreiras", disse Banerjee.

A ênfase na qualidade do leite e a substituição para a produção e o processamento mecanizado estão levando ao aumento nas exportações da Índia, que cresceram de 2.378,24 toneladas no valor de Rs. 133,9 milhões (US$ 2,89 milhões) em 1997-98 para 24.774,13 toneladas no valor de Rs. 1,82 bilhão (US$ 39,32 milhões).

"Em 2003-04, as exportações de lácteos da Índia deverão aumentar para 30 mil toneladas. Com a redução dos subsídios e com o aumento dos preços internacionais, os produtos indianos estão se tornando bastante competitivos", disse Banerjee.

"Em termos de volume de leite processado na Índia, as exportações constituem uma proporção insignificante de menos de 0,5% da produção nacional", disse o National Dairy Development Board (NDDB). Isso ocorre essencialmente devido ao aumento da demanda doméstica por leite e produtos lácteos causada pelo aumento da renda, pela urbanização e pela alta flexibilidade da renda.

Com a produção de leite da Índia atingindo o volume de 88 milhões de toneladas, a disponibilidade per capita de leite no país aumentou de 107 gramas diárias em 1970 para 226 gramas em 2004. A produção de leite da Índia neste ano deverá atingir 91 milhões de toneladas.

Em 17/08/04 - 1 Rúpia Indiana = US$ 0,02160
46,29000 Rúpia Indiana = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)


Fonte: Newkerala.com, adaptado por Equipe MilkPoint

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint