ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

GO: primeira etapa de vacinação contra aftosa é divulgada

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 26/04/2021

3 MIN DE LEITURA

0
0

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), órgão jurisdicionado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), publicou na quinta-feira (22/04), no Diário Oficial do Estado, a Portaria 280/2021, a qual estabelece o calendário oficial da primeira etapa para a declaração de rebanho e vacinação compulsórias contra a febre aftosa e contra a raiva dos herbívoros no Estado de Goiás. A etapa é referente ao mês de maio de 2021.

O documento fixa o período de 1.º a 31 de maio de 2021 para a realização da vacinação obrigatória contra a Febre Aftosa de todos os bovinos e bubalinos. Além disso, também estabelece o mesmo período para a vacinação contra a Raiva dos Herbívoros, nas espécies bovina, bubalina, equina, muar, asinina, caprina e ovina, nos 121 municípios listados na Portaria 02/2017 da Agrodefesa.

O calendário deste ano estabelece, ainda, até 8 de junho o prazo máximo para o produtor rural realizar a comprovação obrigatória de vacinação e do rebanho de sua propriedade, preferencialmente por meio eletrônico, no link Declaração de Vacinação, disponível no site da Agrodefesa, por meio da plataforma Sidago.

As declarações de vacinação e de existência de rebanho de propriedades rurais com rebanho superior a 100 cabeças de bovinos/bubalinos, deverão, obrigatoriamente, ser realizadas por via eletrônica, pelo Sidago

. Para a declaração de vacinação e rebanho realizada presencialmente nas Unidades Operacionais Locais, o produtor rural deverá agendar previamente a entrega física dos documentos, via telefone do escritório da Agrodefesa de localização da propriedade rural, cuja lista encontra-se disponível no site da Agência, no link "Fale Conosco" em "Unidades Regionais".

Vale ressaltar que, não serão aceitas declarações de vacinação encaminhadas à Agrodefesa via e-mail,  fax ou Correios, sendo que eventuais inconsistências quanto ao lançamento da declaração de vacinação e de rebanho, via internet ou sob a forma impressa, deverão ser verificadas diretamente pelo produtor junto à Unidade Local da Agrodefesa onde se localiza a propriedade envolvida.

Trânsito

A Portaria também determina a proibição, na data de 30 de abril de 2021, da realização de leilões presenciais de animais bovinos e bubalinos, com exceção dos leilões virtuais. O estabelecimento leiloeiro não poderá abrigar animais bovinos e bubalinos para participação de leilões em datas futuras, quando a origem desses animais não estiver regular quanto ao cumprimento das medidas sanitárias estabelecidas na legislação

Além disso, o documento proíbe a permanência de animais bovinos e bubalinos nas Feiras Pecuárias, em 30 de abril de 2021, sendo que após este período a entrada somente será permitida após o cumprimento das medidas sanitárias estabelecidas na legislação.

A medida proíbe, ainda, durante o calendário oficial da primeira etapa, o trânsito de bovinos e bubalinos para entrada e saída, cuja propriedade de origem e/ou destino ainda não esteja com todo o rebanho vacinado, ou declarado na etapa de maio de 2021.

A emissão de Guias de Trânsito Animal (GTA) e Guias de Trânsito Animal Eletrônicas (e- GTA), emitidas anteriormente ou no dia 30 de abril de 2021, somente terão validade até o dia 30 de abril de 2021, estando as mesmas inválidas a partir do dia 1° de maio de 2021, com exceção daquelas com finalidade abate, conforme estratégia de vacinação adotada no Estado de Goiás.

No caso de animais destinados exclusivamente às exposições agropecuárias e rodeios, a antecipação de vacinação antiaftosa é autorizada somente para produtores que apresentarem previamente a relação com identificação individual dos animais bovinos e bubalinos.

O não atendimento ao que determina a Portaria acarretará ao produtor ou proprietário, bem como às revendas de vacina e responsáveis técnicos, as penalidades previstas na legislação sanitária animal vigente.

Para conferir a portaria completa  no Diário Oficial do Estado, clique aqui. (Edição 22 de abril de 2021 - Página 25).

As informações são da Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA)/ Governo de Goiás, adaptadas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint