FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Emater/RS: bom estado físico e sanitário do rebanho; produção de leite pujante

Ontem (17/10), a Emater/RS divulgou o seu informativo conjuntural e - segundo o relatório - nas diversas regiões, os rebanhos leiteiros, de uma forma geral, apresentam bom estado físico e sanitário. A produção de leite é muito boa, tanto em volume quanto em qualidade. Esta situação é propiciada pelo maior desenvolvimento das pastagens nativas e pastagens cultivadas de verão, que passam a suprir as necessidades alimentares e nutricionais dos animais, mesmo com o declínio das pastagens cultivadas de inverno.

Em alguns casos, no entanto, para manter os níveis nutricionais e de produção leiteira, os criadores têm utilizado suplementação alimentar à base de silagem e concentrados proteicos. Nas diversas regiões, continua o plantio de milho para silagem. Nas áreas onde já foi implantado, é bom o desenvolvimento no geral.

A Emater-RS/Ascar continua promovendo junto aos produtores encontros, dias de campo, reuniões, além de contatos e visitas técnicas, para orientar em relação às normativas sobre contagem bacteriana total (CBT) e contagem de células somáticas (CCS). Os conteúdos abordam técnicas de manejo que visam atingir a adequação aos parâmetros de produção exigidos.

Pastagens

As condições climáticas continuam favoráveis ao desenvolvimento mais intenso dos campos nativos. Assim, eles vão melhorando as condições alimentares e nutricionais dos rebanhos. No caminho oposto, as pastagens cultivadas de inverno, que chegam ao período final de seu ciclo produtivo, vão diminuindo a massa verde, tornando-se excessivamente fibrosas e perdendo qualidade. Também favorecidas pelo clima, as pastagens cultivadas perenes de verão, como as braquiárias, panicuns, tíftons, começam a crescer mais intensamente.

Por sua vez, as pastagens cultivadas anuais de verão, como milheto, sorgo forrageiro, capim sudão, estão em fase de preparo de solo ou de implantação, apresentando um bom desenvolvimento inicial. Os produtores que fazem a integração lavoura-pecuária continuam desocupando áreas destinadas ao cultivo de soja.

E na sua região produtor? Como estão se desenvolvendo as pastagens e a produção de leite como um todo? Compartilhe conosco! 

As informações são da Emater/RS. 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MARIA ROSILENE DINIZ AGUIAR

CARUARU - PERNAMBUCO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 18/10/2019

Pernambuco atravessa um longo periodo de seca alimentamos o rebanho com silagem de milho e capim sogro e racao.