FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Christiano Nascif, do PDPL/PCEPL-UFV: "a rentabilidade está relacionada às estratégias customizadas para cada propriedade"

NOTÍCIAS AGRIPOINT

EM 04/07/2017

5 MIN DE LEITURA

0
0
Christiano Nascif - Interleite Brasil 2017 Christiano Nascif é zootecnista e Coordenador Técnico do PDPL/PCEPL-UFV (Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira/Programa de Capacitação de Especialistas em Pecuária Leiteira- Universidade Federal de Viçosa). O convênio, que executa o Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira (PDPL), iniciou as suas atividades em outubro de 1988 e, desde então, tem prestado relevantes serviços de assistência tecnológica e sociológica a produtores de leite da região, por meio de estudantes dos cursos de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia da UFV. O PDPL/PCEPL-UFV irá comemorar 30 anos no ano que vem, em 2018. Portanto, uma longa história de sucesso.

Christiano é um dos maiores especialistas em custos de produção de leite e rentabilidade, e compartilhará essa experiência conosco no Interleite Brasil 2017, que será realizado em Uberlândia nos dias 2 e 3 de agosto. Conheça um pouco do trabalho dele abaixo e sua visão sobre o tema.

“Ingressei no Programa em 1991 como estagiário. Em 1994 me formei e tão logo tive a sorte de ser convidado para trabalhar como zootecnista no PDPL/PCEPL-UFV. Deste então trabalhamos em prol da capacitação e treinamento dos estudantes de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia da UFV e de outras instituições de ensino nacional e internacional, formando-os para que sejam especialistas em pecuária leiteira, imbuídos de conceitos de vanguarda em sintonia com o que o mercado de trabalho, sempre em transformação, vem demandando”, explica Nascif.

Outra frente de trabalho do PDPL/PCEPL-UFV é junto aos produtores de leite da microrregião de Viçosa-MG. São 25 municípios contemplados a um raio de 80 km de Viçosa-MG. “Podemos afirmar que os resultados alcançados durante estes quase 30 anos de trabalho ratificaram o PDPL/PCEPL-UFV como o principal Programa de Extensão Rural Brasileiro, fruto de uma parceria público privada de sucesso. Os indicadores técnicos e econômicos obtidos pelos produtores participantes, nos permite concluir que o programa é um marco da extensão rural no Brasil, que transformou a pecuária leiteira da Zona da Mata Mineira”. Como um dos grandes diferenciais do programa, se destaca a capacitação gerencial econômica financeiro dos estagiários e produtores.

Nascif também é Coordenador Técnico do Projeto Educampo, uma iniciativa do SEBRAE criada em 1997 em Minas Gerais, idealizado como um modelo de assistência gerencial e tecnológica intensiva para grupos de produtores de uma mesma atividade econômica, vinculados a uma empresa parceira. “O Educampo existe há 20 anos e é considerado um dos melhores programas de assistência técnica e gerencial do Brasil. Atuo como coordenador técnico do projeto dando suporte técnico e metodológico para o desenvolvimento do mesmo”, complementa.


Segundo Christiano, há várias dificuldades encontradas pelos produtores de leite hoje no campo. Para ele, as barreiras podem ser divididas em conjunturais e estruturais.

As conjunturais são as instabilidades políticas, econômicas e jurídicas por qual passa o Brasil; falta de políticas públicas consistentes para o agronegócio brasileiro e falta de um macroplanejamento estratégico para o agronegócio brasileiro, no qual a atividade leiteira está inserida.

Já as estruturais são caracterizadas pela falta de infraestrutura para o desenvolvimento da atividade leiteira; falta de uma estatística confiável quanto aos indicadores da pecuária leiteira; ausência de um Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira nacional de forma mais ampla, que seja eficaz, direcionado aos diferentes extratos e perfis de produtores de leite do Brasil e a falta de engajamento do setor privado para o desenvolvimento sustentável do produtor de leite (complementada, infelizmente, pela ausência do setor público).

“Também ressalto a deficiente formação técnica e gerencial dos profissionais, que deveriam ser os agentes transformadores da pecuária leiteira nacional. As academias, salvo raras exceções, não se preocupam em formar profissionais capazes de desenvolver atividades com o objetivo de atingir o ótimo econômico das empresas rurais em que atuam. As academias, normalmente, formam profissionais com uma visão restrita e produtivista, sem se preocuparem com o sistema de produção agropecuária como um todo, se baseando somente no objetivo de alcançar o máximo produtivo”.

Christiano Nascif palestrará no Interleite Brasil 2017, um evento essencial para quem ser protagonista no presente e no futuro do leite brasileiro.

A sua apresentação compõe o painel “Produção de leite, mercado e rentabilidade: vamos aos números”, que terá a participação dos técnicos André Luiz Novo, da Embrapa Sudeste, São Carlos/SP e Carlos Eduardo Carvalho, do Senar Goiás, Goiânia/GO. O moderador do painel será Marcelo Pereira de Carvalho, da AgriPoint.

O evento deste ano terá apresentações de produtores e técnicos, divididas nos painéis temáticos:

- Por que investir no leite?;
- Começando do zero: desafios, aprendizados e expectativas;
- Produção de leite, mercado e rentabilidade: vamos aos números;
- Inovação e futuro;
- Tecnologia aplicada;
- Conforto, reprodução e sanidade;
- Produtores em destaque: gestão para resultados consistentes.


Parâmetros técnicos & resultados econômicos da atividade

De acordo com Nascif, os resultados econômicos da atividade leiteira estão diretamente relacionados aos parâmetros técnicos. Dependendo da região, do perfil dos produtores e da empresa rural, existem parâmetros técnicos que se sobressaem e acabam interferindo mais nos resultados econômicos. “Eles deverão ser estrategicamente trabalhados pelos técnicos e produtores”, destaca. Para o palestrante, um dos principais gargalos da produção leiteira é o amplo desenvolvimento de todos os temas.

“Nós precisamos entender as diferenças e o intuito de cada propriedade, incluindo nesse grupo as que são de características familiares e as que são de subsistência. Feito isso, estratégias customizadas devem ser traçadas para buscar o desenvolvimento sustentável. O problema é que as políticas existentes, inclusive as de crédito e assistência técnica, quando existem, tratam os produtores totalmente diferente no que tange às regiões, tamanho, objetivo, sistema de produção, entre outros. Isso não funciona, mas, insistem em errar. Há uma pequena diferenciação na política de crédito familiar e não familiar, porém, não suficiente e eficaz para alavancar a pecuária leiteira nacional de forma a posicioná-la em destaque no cenário lácteo mundial”, acrescenta.

Para aqueles que estão pensando em participar do Interleite Brasil 2017, Nascif deixa um recado. “Participe do evento, pois você não se arrependerá. Iremos tratar de diversos assuntos de grande interesse, inclusive sobre quais parâmetros técnicos, de acordo com as diversas regiões no Brasil, deverão ser trabalhados para que vocês, produtores e técnicos, possam ganhar mais dinheiro com a atividade leiteira. Indicadores técnicos de referência médios são importantes, mas o essencial é a discussão sobre indicadores de referência regionais, que interferem diretamente na saúde técnica e econômica de cada fazenda, de acordo com a região em que ela está localizada. É sobre este tema que iremos falar. Nos encontraremos lá”.

Ficou interessado? Conheça todos os produtores que compartilharão as suas experiências neste ano, suas respectivas fazendas e todo o corpo técnico selecionado ‘a dedo’ pela Equipe AgriPoint para palestrar no Interleite Brasil 2017.O evento ocorrerá nos dias 02 e 03 de agosto.

Confira a programação completa no site www.interleite.com.br

Mas atenção! O desconto para o segundo lote se encerra no dia 09/07. Corra porque já são mais de 700 inscritos.

Para quaisquer informações ou dúvidas sobre o evento envie um e-mail para
eventos@agripoint.com.br ou ligue para (19) 3432-2199

patrocinadores Interleite Brasil 2017
 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.