ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Reduza as perdas de silagem próxima à parede do silo

POR THIAGO BERNARDES

E RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

THIAGO FERNANDES BERNARDES

EM 18/11/2009

2 MIN DE LEITURA

9
0
As propriedades agrícolas podem estocar silagem de várias formas, utilizando os silos horizontais (trincheira ou superfície), o silo torre (que se encontra em desuso no nosso país), o silo-fardo revestido por filme plástico e o silo bag.

A maioria dos pecuaristas prefere os silos horizontais, devido ao baixo custo inicial de investimento e elevadas quantidades de forragem que podem ser depositadas no abastecimento e retiradas durante o desabastecimento (etapa de fornecimento de silagem aos animais).

Contudo, silos horizontais permitem a exposição de grande parte da massa de silagem ao oxigênio atmosférico, seja durante a estocagem (fermentação) ou no desabastecimento. Em silos trincheira, as principais áreas que sofrem a influência do ar são aquelas localizadas no topo e as que estão em contato direto com a parede. A presença de ar nessas zonas causa o fenômeno da deterioração aeróbia da massa. Os principais efeitos da deterioração são: perdas de matéria seca, redução do desempenho animal e riscos à saúde dos animais e da população humana pelo consumo de produtos de origem animal contaminados com patógenos e/ou micotoxinas presentes na silagem.

Ashbell & Kashanci (1987) estudaram a região periférica de silos trincheira e encontraram que as perdas próximas à parede chegaram ao valor de 76%, enquanto que na zona central do silo o valor máximo alcançou 16%. Desse modo, um problema ainda totalmente resolvido no manejo de silos trincheira é a conexão entre o plástico de cobertura e a massa de silagem, o que causa elevados prejuízos.

Excelentes resultados têm sido alcançados quando se coloca uma lona adicional sobre cada uma das paredes da trincheira antes de promover o abastecimento do silo, como foi recomendado por Bernardes et al. (2009). Durante o abastecimento, a massa de forragem irá garantir a sustentação do filme plástico que se encontra na parte interna do silo. A parte do filme que se encontra no lado externo deverá cobrir a massa logo após o abastecimento. Após esta etapa, uma nova lona deverá garantir a vedação final da trincheira (Figura 1).

Ressalta-se que os plásticos que estão localizados junto às paredes, não necessitam ser novos, ou seja, o proprietário pode aproveitar lonas usadas em anos anteriores. Somente o plástico utilizado na última etapa é que deve ser novo. Salienta-se também que esta lona deve ser presa por algum tipo de material (pneus usados; terra; sacos de areia) para garantir o sucesso da vedação.

Os resultados desta estratégia de manejo têm mostrado que a massa de silagem que se localiza na região periférica tem sido similar àquela situada na zona central do silo.



Figura 1. Diagrama de revestimento das paredes. Etapa 1 = Durante o abastecimento posicione o plástico sobre as paredes; Etapa 2 = Posicione a sobra da lona sobre a massa de silagem após o abastecimento; Etapa 3 = Cubra a trincheira com outro filme plástico.
Fonte: Bernardes et al. (2009)

Referências bibliográficas

ASBELL, G.; Y. KASHANCI. 1987. Silo losses from wheat ensiled in bunker silos in a subtropical climate. J. Sci. Food Agric. 40:95-98.
BERNARDES, T. F.; AMARAL, R. C.; NUSSIO, L. G. Sealing strategies to control the top losses in horizontal silos. In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON FORAGE QUALITY AND CONSERVATION. 1 ed. Piracicaba: FEALQ, 2009, v. 1, p. 209-224.

THIAGO BERNARDES

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - MG.
www.tfbernardes.com

RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

Zootecnista pela Unesp/Jaboticabal.
Mestre e Doutor em Ciência Animal e Pastagens pela ESALQ/USP.
Gerente de Nutrição na DeLaval.
www.facebook.com.br/doctorsilage

9

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

FLAVIO

ITAPETININGA - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 18/12/2009

Li a materia, muito boa, e eu vou dar minha humilde experiencia. Eu faço silo a varios anos e faço so o de superficie e nao tenho perdas, pois eu faço silo de no maximo um alqueire, pois silos pequenos voce abre e gasta logo e tambem uso duas lonas - uma usada por baixo e outra nova por cima. Eu acho melhor do que concentrar tudo em um so, pois eu planto tudo parcelado e dai faço o silo com calma, sem correria. Um abraço a todos.
THIAGO BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 18/12/2009

Caro Fabrício,

Nós realizamos um trabalho onde foi aplicado no topo do silo (50 cm) benzoato de sódio ou a bactéria Lactobacillus buchneri. Os resultados foram bons para ambos, ou seja, onde havia um dos aditivos as perdas foram menores.
Sobre a bomba de sucção nós não temos nenhuma experiência. Acredito que seja válido. Contudo, é importante lembrar que o seu uso não elimina boas práticas de manejo e a compra de um bom filme para realizar a vedação.
Atenciosamente,
Thiago e Rafael.
FABRICIO ALBANEZ FERNANDES

CONTAGEM - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 15/12/2009

Parabéns pelo artigo, ótima ilustração. Vocês tem alguma exeriência com uso de antifungivos (tipo MoldZap), para evitar estas perdas nas paredes dos silos? E sobre a prática de retirar o ar do silo com o uso de uma bomba de sucção tipo estas que vem com as chorumeiras ?
Desde já muito obrigado.
MARIA LUIZA AZEVEDO DE MELO

SANTANA DO IPANEMA - ALAGOAS - ESTUDANTE

EM 25/11/2009

Agradeço a oportunidade de obter uma informação tão importante p a nutrição animal, sou estudante d zootecnia e sei o quanto é necessário uma silagem de boa qualidade! Essas informações sem dúvida me servirão muito.
JORGE PEGOLO FILHO

JALES - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 24/11/2009

O gerenciamento técnico da produção de silagens junto a produtores é de grande valia. Avaliação do ponto de corte, tamanho de particulas (TMP), capacidade de compactação da máquina, dimensionamento de silos, vedação e manejo de face devem ser acompanhados por técnicos da área. No entanto, pouco se se observa neste sentido. O acompanhamento técnico desta atividade se justifica quando as perdas (relacionadas a falta de conhecimento técnico) são mensuradas, indicando o prejuízo tanto na produção do alimento, quanto na perda em produção animal.
Abraços.

Jorge Pegolo Filho
ALCEU AMARAL

COROMANDEL - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 23/11/2009

Prezados professores,

Agradeço a oportunidadede de acesso a esta informação. Como pecuarista, sempre utilizando da silagem para alimentação das "meninas", tenho tido muitas perdas pelo motivo enfocado. Irei obervar as orientações.

grande abraço

WILSON MENDES RUAS

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE OVINOS

EM 22/11/2009

Faço silagem de trincheira todo ano. há mais de dez anos e tenho lidado com perdas, tanto relacionadas com a qualidade, como com deterioração do material. As perdas no período do desabastecimento tem sido enormes. O artigo publicado é de relevante importância para o produtor rural, já que não representa aumento de custo. Parabéns.

JOSÉ MARIA SOLIS

VAZANTE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 20/11/2009

Muito oportuno o artigo dos profs. Thiago e Rafael. A boa dieta só é possivel quando a base (silagem) é de qualidade. Já usei esta sistemática e os resultados são os relatados no artigo.
JOSÉ PEREIRA NETO

BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 18/11/2009

Obrigado pela informação. Realmente vai-se enconomizar alguns milhares de reais e tornar propriedades mais eficientes. Parabéns aos Professores Thiago Fernandes e Rafael Camargo por terem planejado a pesquisa, investigado e mostrado os resultados. Vou fazer silo pela primeira vez. Já entro com o pé direito.
MilkPoint AgriPoint