FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

"O apoio e a compreensão dos mais velhos são essenciais na jornada de sucessão familiar"

RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

EM 18/08/2017

4 MIN DE LEITURA

5
0
O que é preciso para garantir a permanência dos jovens no campo e, consequentemente, a sucessão familiar nas propriedades? Essa é uma questão que tem preocupado produtores, empresas e especialistas ligados ao setor. Muitos jovens rurais não querem ficar no campo, preferindo mudar para a cidade.

Os principais motivos são a busca de oportunidades de emprego, além da mudança no padrão de vida, com maior facilidade de acesso aos meios de comunicação e à vida social urbana. Há também os conflitos familiares, que estimulam a preferência do jovem em prestar serviços em troca de um salário do que trabalhar dentro da propriedade - onde a remuneração pelo seu trabalho nem sempre é definida com exatidão.

A faixa etária da população do campo é alta e, com o passar do tempo e o envelhecimento dos pais, a tendência é que as propriedades sejam vendidas ou haja a transição da pecuária leiteira para outra atividade que demande menos mão de obra, como a pecuária de corte ou a silvicultura. A permanência do jovem no campo é também uma questão bastante complexa, pois envolve aspectos econômicos e sociais, já que é preciso que haja melhorias nos setores da saúde, educação e comunicação.

Sucessão não é sinônimo de herança, mas sim uma obra contínua de modernização do negócio da família. Então, nada mais natural do que planejar e organizar o formato no qual haverá uma transferência do comando do atual responsável para um dos possíveis sucessores.

Para homenagear fazendas leiteiras que têm um histórico familiar, o MilkPoint lançou neste ano o Especial Sucessão Familiar. A ideia é entrevistar propriedades que deram certo e vêm se desenvolvendo ao longo de gerações. Nesta edição, trouxemos a história da Fazenda Baixadão, localizada no município de Carmo da Cachoeira, no sul do Estado de Minas Gerais.

fazenda baixadão - especial sucessão familiar
Fazenda Baixadão

“As terras da nossa propriedade pertenciam ao meu avô materno. Alguns anos após o seu falecimento, a fazenda foi dividida entre as suas três filhas. Em 1992, meu pai, Marcos Paiva Frota, deu início à história da Fazenda Baixadão. Desde essa época, ele iniciou um trabalho árduo em busca da excelência na produção de leite e café”, comentou Helena Frota em entrevista ao MilkPoint.

fazenda baixadão - especial sucessão familiar
Fazenda Baixadão, localizada no município de Carmo da Cachoeira
 
A princípio, eram produzidos 100 litros de leite/dia por meio de vacas mestiças, mas, a família acabou optando pelo gado Holandês, fazendo investimentos em genética. “A inseminação artificial passou a ser realizada em 1995 somente com touros Holandeses. Atualmente nosso rebanho é todo registrado na Associação do Gado Holandês de Minas Gerais e produzimos 3.400 litros de leite/dia, com 90 vacas em lactação em três ordenhas”, comentou. O rebanho total é composto por 200 cabeças e o sistema atual de produção é o compost barn.

Sucessão familiar da Fazenda Baixadão

O processo de sucessão vem ocorrendo de forma consistente e madura na Fazenda Baixadão. Helena retornou para Carmo da Cachoeira quando terminou os estudos em 2011. “Como optei pela medicina veterinária, iniciei o meu trabalho juntamente com o meu pai na fazenda. Aprimoramos o sistema de produção de leite e investimos no nosso crescimento. Não trabalho somente na fazenda, me dedico uma vez na semana aos negócios da família. Em setembro de 2016, além da minha participação nos negócios, passamos a contar com a ajuda e atenção das minhas outras duas irmãs”.

Segundo ela, o envolvimento de todos propiciou um direcionamento mais concreto para os negócios. “A sabedoria dos meus pais, ainda bastante atuantes nas atividades, nos dá segurança para assumirmos toda a liderança da empresa”.

fazenda baixadão - especial sucessão familiar
Família Frota, responsável pela Fazenda Baixadão 

Para a resolução de conflitos e profissionalização da família, Helena destaca que a família Frota acredita que a união e a clareza nas informações são os pontos chaves para a resolução de todas as dificuldades. “A profissionalização não para nunca! Jamais saberemos o suficiente para nos acomodar. As inovações são muitas, e para isso, estamos nos preparando. Cada um na sua área e buscando unir forças para que a nossa empresa rural seja vencedora”.

No ponto de vista de Helena, para aqueles proprietários que optarem pela sucessão rural em suas propriedades, a confiança e a credibilidade na viabilidade do negócio são fundamentais. “Conheça o que você tem como ninguém e acredite, planejando sempre o trabalho em grupo. O apoio e a compreensão dos mais velhos é essencial nessa jornada de sucessão. Usem seus conhecimentos unindo e mesclando com as próximas gerações, assim, os jovens acreditarão na vida no campo”.

fazenda baixadão - especial sucessão familiar
Fazenda Baixadão 

Você gostaria de compartilhar a sua história de sucessão conosco? Participe enviando um e-mail para contato@milkpoint.com.br

Confira as edições anteriores:

Especial Sucessão Familiar, Fazenda Riachão: "desmistifiquei a frase de que santo de casa não faz milagres"

Especial Sucessão Familiar, Fazenda Tambo Raio de Sol: "paciência é a palavra-chave"

Especial Sucessão Familiar, Sítio Três Corações: "não precisa ser fácil, basta ser possível"

Especial Sucessão Familiar, O Rancho: "pais inteligentes formam sucessores, não herdeiros"

Condomínio Pizzolatto: um exemplo de sucessão familiar sem conflitos

RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

Zootecnista pela FMVZ/UNESP de Botucatu e Coordenadora de Conteúdo do MilkPoint.

5

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

GUILHERME GARCIA

CARMO DA CACHOEIRA - MINAS GERAIS - MÍDIA ESPECIALIZADA/IMPRENSA

EM 21/08/2017

Parabéns a todos os envolvidos! A Fazenda Baixadão vem dando exemplo e não é de hoje. Compromisso social também é uma das características da Gestão dos proprietários. Vejam esse vídeo.



https://www.facebook.com/fazendabaixadao/videos/664326107091677/
ANDRÉ GAMA RAMALHO

BATALHA - ALAGOAS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 21/08/2017

Parabéns Sr. Marcos, pela sua maturidade e por esta preparando suas sucessoras. A família de meu sogro esta na terceira geração (que é a dele) na atividade. Por coincidência também tem 3 filhas. Mas nenhuma seguiu carreira profissional na área. A mais ligada a atividade é minha esposa, que é responsável pelo dpto. financeiro, e um dos cunhados esta, junto com ele, na gestão da propriedade. Por estimulo dele iniciei atividade em 1991. Respeitamos ele, pela idade, experiência profissional e por tudo que construiu até hoje. Mas, temos muitas dificuldades com relação a clareza de informações e planejamento de trabalho em grupo.
VALÉRIO

LAVRAS - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 19/08/2017

Exemplo de gestão!
MARCOS FROTA

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 19/08/2017

Parabéns as minhas filhas pela administração eficiente que estão fazendo
SÁVIO COSTA SANTIAGO DE BARROS

LAVRAS - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 18/08/2017

Parabéns à família Frota



A Verde Campo se orgulha da parceria com essa Fazenda que tanto preza por qualidade e profissionalismo


MilkPoint AgriPoint