FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

O desempenho do leite longa vida no Brasil

Com faturamento de R$ 68,7 bilhões em 2018 e queda de 2,1% em relação a 2017, a indústria de laticínios brasileira é o segundo segmento mais importante da indústria de alimentos no Brasil, estando atrás apenas do setor de derivados da carne e tendo ultrapassado os segmentos de beneficiamento de café, chá e cereais e também o de açúcares.

Neste segmento, o leite longa vida se destaca. De acordo com a Pesquisa Industrial Anual (PIA) (do IBGE, 2019) o leite longa vida foi o 28º produto industrializado mais vendido no Brasil em 2017. Considerando os produtos alimentícios, ele perdeu apenas para carnes, açúcar, cervejas e refrigerantes. Mas, dentre os derivados do leite, o leite UHT é o que apresenta maior valor de vendas (Tabela 1), representando sozinho 23,1% do comércio de lácteos no Brasil.

Tabela 1. Valor de vendas dos derivados lácteos no Brasil.

Apesar de o leite longa vida ter aumentado o seu valor de vendas ao longo dos últimos anos, em 2017, ele perdeu um pouco a participação de mercado para outros derivados lácteos. É interessante notar que em 2016, o incremento no valor de vendas do leite UHT foi de 23,5%, superior ao incremento do setor lácteo, que foi de 22%. Já em 2017, o valor de vendas de leite UHT foi afetado pela crise e cresceu apenas 7,6%, enquanto o setor de laticínios cresceu 15,5%.

Em 2018, a consultoria Kantar mostrou que o leite UHT perdeu mais participação ainda: -611 mil lares. No entanto, ele ainda é o derivado do leite que tem maior índice de penetração nos domicílios brasileiros: 91,6%. Isso quer dizer que o produto está presente em 91,6% dos lares brasileiros.

De acordo com a Kantar, a maior parcela de consumidores de leite UHT vem da classe C, que domina 52% desse mercado, seguido pela classe A/B (33%) e classe DE (16%). As classes econômicas diferem tanto no tíquete médio (valor gasto em cada compra) quanto na frequência de compras, conforme mostra a Figura 1.

Figura 1. Tíquete médio e frequência de compra de leite UHT pelas diferentes classes econômicas no Brasil em 2018. Fonte: Abras. Elaborado pela autora.

Como pode-se observar, em 2018, a classe C foi duas vezes mais no supermercado comprar leite UHT do que a classe A/B. No entanto, o valor dispendido em cada compra foi 10,5% menor do que o dispendido pela classe A/B. No entanto, o gasto médio anual com leite UHT em 2018 foi de R$ 250,00. Aliás, de todas as categorias de produtos analisados, o gasto médio anual com leite UHT perde apenas para fraldas descartáveis (R$ 412,00) e cerveja (R$ 338,00), estando à frente inclusive de refrigerantes (R$ 186,50) e café torrado (183,50).

A região Sudeste é de longe a maior consumidora do produto, absorvendo 58% de todo o leite UHT vendido no País. No entanto, existem diferenças importantes dentro dessa região. Enquanto a Grande São Paulo e o Interior de São Paulo consomem, cada uma, 17,5% do leite UHT vendido no Brasil, a Grande Rio de Janeiro responde apenas por 7,6%.

Outra informação interessante sobre os consumidores de leite ultrapasteurizado é que, a maioria vive em famílias de 3 a 4 pessoas (50,4%), seguido de 1 a 2 pessoas (25,8%) e mais de 5 pessoas (23,8%). Além disso, o produto é mais comprado por famílias que têm crianças até 12 anos (54,2%), sendo que 40,9% dos compradores têm 2 a 3 filhos, 32,1% têm 1 filho e 6,6% têm mais de 4 filhos.

Assim, os dados mostram que o leite longa vida, produto lançado há 47 anos no mercado brasileiro, é o carro chefe da indústria láctea brasileira, estando presente em quase todos os domicílios do Brasil, além de ser um produto voltado para a classe média e para crianças. Isso justifica o elevado número de marcas desse produto, que é consumido de Norte a Sul do País e vende mais do que muitos produtos típicos da nossa cultura.

KENNYA SIQUEIRA

Pesquisadora da Embrapa Gado de Leite

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.