FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Probióticos como terapia adjuvante no tratamento do câncer colorretal e de doenças inflamatórias

VÁRIOS AUTORES

CLAUCIA FERNANDA VOLKEN DE SOUZA

EM 02/12/2019

0
6

O uso de probióticos para a melhoria da saúde tem aumentado expressivamente nos últimos anos, principalmente por meio da ingestão de produtos lácteos fermentados contendo bactérias ácido-lácticas probióticas dos gêneros Lactobacillus e Bifidobacterium. Os benefícios dos probióticos para saúde são inúmeros, e entre eles destaca-se a atividade anti-inflamatória, capaz de prevenir doenças inflamatórias intestinais crônicas e diminuir a incidência de câncer, principalmente o câncer colorretal (VERRUCK; DANTAS; PRUDENCIO, 2019; PLAZA-DÍAZ et al., 2019).

A relação entre inflamação e câncer está estabelecida, e estudos indicam que os processos inflamatórios crônicos afetam todos os estágios do desenvolvimento tumoral. As doenças inflamatórias intestinais, representadas principalmente pela doença de Crohn e colite ulcerativa, são distúrbios inflamatórios crônicos que lesam o trato gastrointestinal e apresentam uma alta prevalência e incidência mundial, estando associadas a um risco maior de desenvolvimento de câncer colorretal (DOS SANTOS et al., 2017; ELINAV et al., 2013).

Além disto, pacientes com doenças inflamatórias intestinais crônicas possuem um desequilíbrio na composição da microbiota intestinal, a qual pode ser restabelecida com os probióticos, e desta forma contribuindo com a manutenção do equilíbrio da microbiota e da homeostase intestinal devido à produção de substâncias antimicrobianas que inibem micro-organismos patogênicos. Desta forma, os probióticos atuam como adjuvantes no fortalecimento e manutenção da barreira epitelial intestinal, sendo capazes de atenuar os sintomas das doenças inflamatórias intestinais, reduzindo a inflamação no intestino e prevenindo o câncer colorretal (MATSUMOTO et al., 2005 HEMARAJATA; VERSALOVIC, 2013; KICH et al., 2016). A necessidade de encontrar alternativas para a prevenção e o tratamento da doença inflamatória intestinal e do câncer colorretal tornam os probióticos uma fonte promissora.

Probióticos dos gêneros Lactobacillus e Bifidobacterium estão sendo identificados com grande potencial para o uso em uma variedade de distúrbios gastrointestinais (SANDERS et al., 2013; VASILJEVIC; SHAH, 2008). Nesse contexto, pesquisadores desenvolvem continuamente estudos para viabilizar a utilização de probióticos em alimentos, principalmente em produtos lácteos fermentados, e como produtos terapêuticos, para promover uma composição equilibrada da microbiota intestinal como forma de prevenção de inflamações crônicas e terapia adjuvante no tratamento do câncer colorretal.

Referências

DOS SANTOS, R. M. et al. Doença inflamatória intestinal: Perfil do paciente em tratamento ambulatorial. Arquivos de Gastroenterologia, v. 54, n. 2, p. 96–100, 2017.

ELINAV, E. et al. Inflammation-induced cancer: Crosstalk between tumours, immune cells and microorganisms. Nature Reviews Cancer, v. 13, n. 11, p. 759–771, 2013.

HEMARAJATA, P.; VERSALOVIC, J. Effects of probiotics on gut microbiota: Mechanisms of intestinal immunomodulation and neuromodulation. Therapeutic Advances in Gastroenterology, v. 6, n. 1, p. 39–51, 2013.

KICH, D. M.; VINCENZI, A.; MAJOLO, F.; SOUZA, C. F. V.; GOETTERT, M. Probiotic: effectiveness nutrition in cancer treatment and prevention. Nutricion Hospitalaria, v. 33, n. 6, p. 1430–1437, 2016.

MATSUMOTO, S. et al. Probiotic Lactobacillus-induced improvement in murine chronic inflammatory bowel disease is associated with the down-regulation of pro-inflammatory cytokines in lamina propria mononuclear cells. Clinical and Experimental Immunology, v. 140, n. 3, p. 417–426, 2005.

PLAZA-DIAZ et al. Mechanisms of action of probiotics. Advances in Nutrition, v.10, p. 49-66, 2019.

SANDERS, M. E. et al. An update on the use and investigation of probiotics in health and disease. Gut, v. 62, n. 5, p. 787-796, 2013.

VASILJEVIC, T.; SHAH, N. P. Probiotics - From Metchnikoff to bioactives. International Dairy Journal, v. 18, p. 714-728, 2008.

VERRUCK, S. et al. Functionality of the components from goat’s milk, recent advances for functional dairy products development and its implications on human health. Journal of Functional Foods, v.52, p. 243-257, 2019.

CLAUCIA FERNANDA VOLKEN DE SOUZA

Professora Titular da Univates, atuando nos Programas de Pós-Graduação em Biotecnologia e Sistemas Ambientais Sustentáveis e nos cursos de Engenharia de Alimentos, Engenharia Química e Química Industrial. Doutora em Biologia Celular e Molecular.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.