FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

O vintage está de volta

Durante a última feira SIAL 2016 (Salon International de l’Alimentation), feira bienal, que ocorre em anos pares, em Paris, na França, a consultoria XTC® apresentou os quatro pilares que indicam as tendências para a alimentação:

-Essencial;
-Comer Melhor;
-Alimento Conectado e;
-Alimento e Sustentabilidade.


O pilar “Essencial” apresentou quatro tendências:

- Pequenos Prazeres;
- Produto Estrela;
- Misturar e Combinar e;
- Newstagia, ou seja, “Nostalgia Revisitada”.


Mesmo que os produtos estejam ancorados no presente e no futuro, algumas embalagens e produtos modernos revisitam e atualizam referências antigas (muitas vezes, com humor), além de usar e recontar suas técnicas de fabricação antiquadas (que já saíram de moda).

Assim podemos conferir que o vintage está de volta e com força: o passado reconfortante e protetor é modernizado e glamorizado. Além de ser uma forma conservadora, ou um sinal de uma resistência de mudança, de maneira positiva, liga o passado ao presente progressivamente. Confirmando essa forte tendência, encontramos três produtos lácteos, que por conta disso, têm crescido nos seus mercados.

O primeiro é do Reino Unido, da Ashley’s®. As balas de caramelo de leite se posicionam como produto premium ao serem embaladas em cartucho de papel cartão. Uma cor doce foi escolhida para o fundo e uma ilustração dos “velhos tempos” demonstram que o produto é feito artesanalmente e como antigamente.

Ashley’s® - balas de caramelo

O segundo é um creme de queijo francês, o “Fourme D’Ambert®, cuja embalagem traz ilustração em preto e branco, numa cena do passado, com o reforço “fabricação artesanal”, que valida a cena. No contraponto, a opção pela embalagem flexível tipo stand-up pouch, uma das tecnologias disponíveis mais modernas, demonstra que ela foi feita tecnicamente para garantir segurança e praticidade ao consumidor (ainda que dentro de um conceito de nostalgia e apelo mercadológico em que apostaram).

O terceiro é o Almette®, um creme de queijo alemão da região dos Alpes, que adotou um pote, que remete a uma tina de madeira, como era recolhido o leite antigamente. O rótulo in mold label traz ainda ilustração com um cenário dos Alpes e apresenta o produto numa fatia de pão integral. A embalagem tem ainda um selo de alumínio para preservar as propriedades do produto e sobretampa transparente, com beiradas impressas, para dar o efeito do balde pelo lado interno também. Show de tecnologia moderna para garantir o “antigo”!

Almette® - creme de queijo
Embalagem que resgata o passado é melhor: embalagem melhor = mundo melhor. Sempre!

 

ASSUNTA NAPOLITANO CAMILO

Diretora da FuturePack (Consultoria de Embalagens) e Diretora do Instituto de Embalagens - Ensino & Pesquisa. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Recebeu diversos prêmios e é coordenadora de diversos livros.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.