FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Embalagens de iogurtes e queijos entregam sabor e experiência prazerosa

Um recente relatório da Kantar TNS apresentado durante a SIAL 2018 revelou que globalmente 64% dos consumidores têm prestado mais atenção nos produtos que compram e 92% querem mais transparência no que comem. Esses dados mostram que há uma enorme oportunidade para se restaurar o link (elo) entre consumidor e produto.

Cresce o valor pela autenticidade e pelo sabor a ponto de que 66% dos consumidores estão mais atentos para escolher seus produtos, associando alimento ao prazer.  Muitos buscam ter em casa a mesma experiência gastronômica que têm nos restaurantes. Para isso, embalagens com barreira corretas, convenientes, seguras e belas é fundamental.

No Brasil, cresce o número consumidores que passam a apreciar produtos, antes considerados distantes da mesa da maioria, como vinhos, cervejas e queijos. Há vários clubes de assinatura e confrarias que reúnem consumidores para degustar e falar sobre estes produtos.

Da mesma forma, a certificação de origem começa a ser valorizada a exemplo dos queijos da Serra da Canastra ou o vinho da Serra gaúcha.

É uma grande oportunidade de posicionar estes produtos de maneira adequada, com o seu devido valor. Para isso, a embalagem certa é fundamental.

A embalagem deve ser conveniente para abrir e ser refechada quando for o caso; segura ao demonstrar violações, se houver; transparentes na comunicação para os que buscam saudabilidade e, belas, no mínimo, atraentes.

Há excelentes produtos, em nível mundial, apresentados em embalagens simples e tímidas, que desvalorizam o conteúdo e desconstroem a marca.

A Danone tem forte presença na Rússia. O iogurte Activia é apresentado em potes PET transparentes e a marca em alto relevo. O iogurte russo, concorrente, tem uma versão familiar e também usa frascos de PET transparente.

Na Argentina, a empresa La Sereníssima, já utiliza potes com formato de uma leiteira antiga também em PET transparente.

O queijo fatiado de uma empresa de laticínios russa ganhou embalagens termoformadas, com fechamento superior em filme flexível que oferece fácil abertura e refechamento.  Ainda tem uma simpática janela transparente, em formato de matrioska, que permite visualizar o produto.

Embalagens devem estar à altura do produto que protege. Embalagem melhor. Mundo melhor.

ASSUNTA NAPOLITANO CAMILO

Diretora da FuturePack (Consultoria de Embalagens) e Diretora do Instituto de Embalagens - Ensino & Pesquisa. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Recebeu diversos prêmios e é coordenadora de diversos livros.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.