FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Novidades mundo afora em embalagens para queijos

A tônica do dia a dia é cada vez mais corrida, mesmo com tantos recursos de tecnologia e aplicativos, os consumidores têm menos tempo e interesse para atividades domésticas de limpeza ou para preparar as refeições. Isto demonstra a importância dos produtos convenientes para atender os consumidores ávidos por praticidade.

Produtos que tornam a vida mais prática e que venham cada vez mais prontos em embalagens convenientes ganham muitos pontos. Estas embalagens devem ser do tamanho correto, ter a quantidade ideal de produto, além de oferecer fácil abertura e refechamento. Dimensão adequada para os armários, geladeiras e portas são relevantes.

Há inúmeras soluções que oferecem praticidade e conveniência, como embalagens com zíperes para fechar; abertura indicada e fácil; transparência para facilitar a identificação; ergonomia; tampas tipo flip-top; “derramamento” (pouring) adequado; embalagens que podem ir ao freezer e ao micro-ondas, entre outras possibilidades.

Durante a feira bienal SIAL de Paris, em outubro 2018, muitos produtos receberam prêmios e destaques muito mais por conta das suas embalagens. O mesmo pudemos perceber em recente visita aos Estados Unidos.

Vamos aos exemplos:

O creme de queijo pode ser preparado (amolecer ou esquentar) diretamente no stand-up pouch no forno micro-ondas. A embalagem oferece espaço para a “pega” que evita que o consumidor se queime: um cuidado que encanta os consumidores! Além disso, o produto flui do bico com facilidade.

A linha de cremes azedos (sour cream) Daisy é acondicionada em uma embalagem flexível parecida com stand-up pouch, porém ela fica em pé em função de uma tampa exclusiva e diferenciada da Aptar, que conta ainda com válvula de silicone.

creme azedo Daisy

Já na Rússia, uma empresa de laticínios apresenta o seu queijo fatiado em embalagens termoformadas, com filme flexível de fechamento superior abre fácil, que pode ser refechado e ainda tem uma simpática janela transparente em formato de matrioska que permite visualizar o produto.

Os franceses já podem comprar queijo fundido em embalagem stand up pouch com tampa abre fecha.

Um bom exemplo brasileiro é o da Cruzília, de Minas Gerais, que foi a primeira marca a apresentar seus queijos em pedaços em embalagens termoformadas com vácuo, com filme de fácil abertura, refechamento e com uma vida de prateleira (shelf life) estendida.

queijos Cruzília

Sempre devemos estar atentos para atender nossos clientes, entender o que acontece é o primeiro passo. O seguinte é procurar por embalagens melhores para um mundo melhor. Sucesso!

ASSUNTA NAPOLITANO CAMILO

Diretora da FuturePack (Consultoria de Embalagens) e Diretora do Instituto de Embalagens - Ensino & Pesquisa. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Recebeu diversos prêmios e é coordenadora de diversos livros.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.