ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Embalagens de queijos promovem boa experiência aos consumidores

Embalagens de queijos seguem as tendências de conveniência, beleza e transparência 

O queijo é um dos produtos mais importantes, tradicionais e presentes nas mesas dos europeus em variações infinitas. As embalagens acompanham a evolução dos consumidores, sempre de olho nas tendências de consumo: conveniência, estilo, segurança, saúde e ética.

Separamos três embalagens significativas. A primeira é a fresh pack da Leerdammer da Alemanha. Uma embalagem termoformada, com dois filmes rígidos, com verniz que facilita a abertura e garante o refechamento, o que assegura a conveniência de uma embalagem firme e fácil de abrir e fechar. Além disso, o sistema de vácuo permite um shelf life estendido e fatias de queijos separadinhas. O design tradicional e equilibrado com impressão de excelente qualidade e uma ampla janela cria uma embalagem atraente e fácil de identificar na gôndola por cores firmes, bem definidas, uma para cada sabor.

Outro ponto a ser destacado é o selo estampado na frente do produto: “Weide haltung”, que numa tradução livre significa que o gado que produz aquele queijo é criado livre no pasto, demonstrando cuidado e respeito aos animais. Atitude cada vez mais esperada de todas as empresas.

A segunda embalagem é da Rambol da França. Normalmente, uma embalagem termoformada tradicional tem um filme rígido no verso ou fundo (base) e um filme flexível (ou de menor gramatura) na frente ou na parte superior.

A marca inverteu esta lógica imprimindo os dois lados do filme flexível como base. O filme rígido, na parte superior, forma uma concha (forma redonda) para acomodar o queijo e deixá-lo no formato desejado com as nozes posicionadas. Como a forma deixa pouco espaço, o queijo fica firme na posição. A impressão dupla trouxe um efeito interessante, é como se o queijo estivesse sobre folhas de louro. O verso do filme flexível tem a função de inserir todas as informações legais.

O outro exemplo, também da Alemanha, é a linha de cremes de queijo Almette. Esta marca é muito tradicional e reconhecida em boa parte da Europa. O pote utilizado sempre conteve uma decoração com um belo rótulo IML (in mold label) - uma tecnologia que deixa a decoração muito firme e bonita. O pote imita um balde de madeira ou um tacho. O que contrasta com a segurança de um selo de alumínio e uma sobretampa plástica transparente para após aberto poder ser refechado.

 

A novidade foi o lançamento da linha PUR (pura) que entrega cremes de queijo mais suaves em potes transparentes, que permitem ao consumidor visualizar o creme e seus diferentes temperos (salsinha, alecrim, pimenta, entre outros).  Aditivos na resina plástica mantêm a barreira à luz. 

A questão da transparência tem sido muito valorizada para dirimir dúvidas sobre os produtos e aproximar os consumidores:

Embalagem melhor. Mundo melhor! Sempre!

ASSUNTA NAPOLITANO CAMILO

Diretora da FuturePack (Consultoria de Embalagens) e Diretora do Instituto de Embalagens - Ensino & Pesquisa. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Recebeu diversos prêmios e é coordenadora de diversos livros.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.