FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Luiz Cássio, da Faz.Santa Maria, 'sem dúvidas, vaca com boa sanidade de úbere resulta em mais leite'

POR MSD SAÚDE ANIMAL

MSD SAÚDE ANIMAL - MAXI-LEITE

EM 31/07/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

A propriedade de Luiz Cássio Silva Moraes se localiza em Jataí/GO e leva o nome de Fazenda Santa Maria - Condomínio Ragagnin. Ela pertence a um grupo familiar composto por 5 irmãos e seus pais. Iniciou no leite há 10 anos, pois havia uma área de pasto que não era interessante para a lavoura e aos poucos, o rebanho foi expandindo, tanto que em 2017, mais animais foram adquiridos.

“Em 2018, vimos a necessidade de construir um barracão de free stall e o mesmo, foi estruturado para 92 vacas. Em 2019, com um ano de funcionamento do barracão, fizemos um segundo para mais de 280 cabeças, inaugurado no começo de 2020. O nosso gado ainda está se adaptando às instalações. Temos um projeto para 326 vacas em lactação e uma produção de 10 mil litros/dia até o final de 2021. Hoje, produzimos 4900 litros, com 190 vacas em lactação.

Luiz comentou que a qualidade do leite indica sempre como funciona a fazenda e diz sobre a higiene e sanidade do rebanho e das pessoas. “Nossa compra de gado atrapalhou muito a nossa qualidade do leite, principalmente quando o rebanho ficava a pasto na época do verão. Nossa CCS (Contagem de Células Somáticas) chegou a passar de 1 milhão, mas, como o auxílio da consultoria da MSD Saúde Animal e suas respectivas orientações, estamos conseguindo normalizar e – a cada dia – diminuir mais e mais esses números. Sem dúvidas, vaca com boa sanidade de úbere resulta em mais leite produzido”, disse Luiz. Não é à toa que hoje, a CCS da Santa Maria é de 329 cél/ml e a CBT (Contagem Bacteriana Total), 6.000 UFC/ml.

Ele ainda destacou que na sua opinião, um dos maiores desafios é não ter amor pelas vacas, algo necessário para a atividade. “Além disso, precisamos sempre mostrar aos ordenhadores a necessidade de termos higiene e controlar as cepas de bactérias contagiosas na fazenda”, concluiu.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.