ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Pequeno produtor: é possível poupar tempo, decidir melhor e lucrar mais na pecuária de leite

A Ideagri lançou no mercado brasileiro um sistema de gestão dedicado aos pequenos produtores de leite, com fazendas de até 100 animais, o Techmilk. O software foi desenhado para esse perfil de fazenda. É fácil de usar: as informações seguem uma ordem de entrada que conduzem o processo gerencial. É simplificado, com dados zootécnicos essenciais para o pequeno produtor, mais controle de caixa. E conta com um aplicativo, por meio do qual o produtor pode inserir e consultar dados via celular, de qualquer lugar de sua propriedade.

A assinatura do Techmilk custa R$90,00 reais por mês, incluindo serviço de suporte. O treinamento é on-line. “É um dos mais acessíveis sistemas de gestão do mercado e considerando o que ele oferece, é o de melhor custo-benefício”, diz Marcelo Ferreira, CEO da Ideagri, empresa com 13 anos no mercado de software de gestão de fazendas de gado de leite e de corte, com mais de 5.000 fazendas clientes. O Techmilk foi testado em um programa piloto em 2020 e as avaliações dos primeiros usuários serviram para o aperfeiçoamento do sistema.

“O pequeno produtor faz tudo em sua propriedade, não tem tempo a perder e precisa de dados para tomar as decisões certas para garantir sua rentabilidade”, explica Ferreira. “Com o Techmilk, o pequeno produtor de leite poupa tempo, decide melhor e lucra mais”, diz ele.

Coleta e consulta de dados via celular     

Por meio de seu celular, com o Techmilk o pequeno produtor coleta dados zootécnicos dos animais (data de inseminação, de nascimento, idade ao primeiro parto, sobrevivência de bezerras, entre outros). Também anota dados de produção por animal. Faz o registro de caixa, como receitas e despesas. Pode fazer isso enquanto realiza o trabalho prático no curral ou em qualquer local de sua propriedade. As informações são transferidas para a nuvem e, de lá, são consultadas no computador, por meio de relatórios de gestão, como taxa de prenhez ou a projeção de produção para os meses seguintes, por exemplo.

“Existem sistemas parecidos, mas em qualidade de informação, facilidade de uso e interatividade, o Techmilk está à frente”, diz Heloise Duarte, diretora de operações da Ideagri. Segundo ela, o pequeno produtor é pressionado pelos custos de produção e pelo preço do leite, fatores fora de seu controle. “O único local onde o pequeno produtor pode influenciar sua eficiência produtiva e a lucratividade de suas operações é da porteira para dentro, realizando a boa gestão de sua propriedade”, diz Heloise Duarte.

Segundo dados da Embrapa Gado de Leite, o Brasil perde um produtor de leite a cada 11 segundos, por diversos problemas, entre eles a rentabilidade da operação. “O mercado está se profissionalizando e as demandas de sanidade e qualidade são cada vez mais rigorosas.”

Para mais informações clique aqui e conheça o Techmilk.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint