FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Como comprar e vender silagem de milho?

POR THIAGO FERNANDES BERNARDES

PRODUÇÃO

EM 29/09/2014

24
0
Estabelecimentos que jamais comercializaram volumosos (silagem e feno) começaram neste ano a apostar nesse ramo, pois a seca vivida por nós no último verão no centro-sul deixou marcas. Desse modo, tem se tornado comum a compra e a venda de volumosos suplementares nas fazendas brasileiras. A silagem de milho tem sido o volumoso mais comercializado porque reuni diversas características positivas, tais como: fermenta satisfatoriamente, possui alta produtividade e apresenta elevado valor nutritivo. Diante deste cenário, é comum nos depararmos com a seguinte pergunta: "Qual é o valor da tonelada de silagem de milho?"

Discutir custo de produção na agropecuária sempre é muito polêmico, pois existem as particularidades de cada unidade produtora (fazenda). Desse modo, abaixo segue uma linha de raciocínio para se chegar ao valor da tonelada de silagem, sem considerar os custos fixos e as variáveis inerentes a cada fazenda, ou seja, o valor é obtido com base no preço de mercado do grão, acompanhado de variáveis que são importantes acerca do valor nutritivo do alimento.

A planta de milho, em geral, é ensilada com 35% de matéria seca (65% de água). Assim, a cada tonelada de silagem, 350 kg é de material seco (MS). Desse montante, cerca de 50% é constituído por grãos. Então, a cada tonelada, têm-se cerca de 175 kg de grãos. Se considerarmos o preço de mercado atual, a saca de milho está com preço médio de R$ 25,00 (R$ 416,7/t). Desse modo, o valor de grãos presente na massa seria de R$ 72,80, o que poderia ser chamado de "valor base". Portanto, caso você esteja comprando ou vendendo silagem, o valor base é de R$ 72,80/t de silagem (para o exemplo utilizado). Esse valor é considerado justo, pois acompanha a volatilidade do preço de grãos de milho e considera uma característica extremamente relevante na silagem que é a percentagem de grãos na massa, a qual tem efeito direto no valor nutritivo do alimento.

Nos Estados Unidos, as últimas cotações do valor da tonelada de silagem estão mostrando valores próximos de 44,0 dólares. Se tomarmos por base o dólar a R$ 1,70, o valor em reais seria de 74,8, o qual é muito próximo do exemplo brasileiro.

Contudo, a silagem de milho não é constituída somente por grãos, pois também há a participação da porção vegetativa (colmo, folha, sabugo e palha). Porém, não é simples valorar tal porção. Alguns pesquisadores americanos adicionam de 10 a 15% ao valor base, ou seja, a tonelada passaria a valer entre R$ 80,1 a 83,7. Esse ajuste de preço considera principalmente o preço do fertilizante.

Caso você deseje refinar o teu cálculo, outras variáveis podem ser consideradas, tais como a concentração de fibra (FDN), a digestibilidade da fibra (FDND) e a concentração de amido na massa.

Ranquear a silagem pelo valor de FDN pode ser interessante. No Programa MILK2006 (http://www.uwex.edu/ces/crops/uwforage/silage.htm) a cada unidade percentual de FDN que, se adicionada à composição química do alimento, a vaca reduz 4,8 kg de leite/t de silagem. Se considerarmos o pagamento do leite a R$ 0,85, cada aumento no valor de FDN representa um aumento de valor da ordem de R$ 4,1/t de silagem. Ou, a cada unidade percentual que diminui, a silagem poderia ser valorizada em R$ 4,1/t. Talvez o valor de FDN igual a 50% pode ser tomado como referência no nosso país. Para exemplificar, uma silagem com 45% de FDN (5% a menos que a média) passaria a valer R$ 72,80 + 20,5 = 93,3.

Como foi comentado anteriormente, a FDND e a concentração de amido também podem ser levados em consideração e são de mais fácil entendimento quando se usa o Programa MILK2006. Porém, torna-se mais difícil do ponto de vista laboratorial, pois a determinação dessas variáveis é bem mais complexa.

Perceba que o valor da tonelada pode variar de acordo com a qualidade do alimento (proporção de grão na massa; concentração de fibra). Isso é importante no nosso ponto de vista, pois silagens com diferentes composições químicas não são inseridas no mesmo "pool". Ranquear o alimento e vender/pagar por qualidade é mais justo.
 

ARTIGO EXCLUSIVO | Este artigo é de uso exclusivo do MilkPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

THIAGO FERNANDES BERNARDES

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - MG.
www.tfbernardes.com

24

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

GUSTAVO BRAGA

RIO DE JANEIRO - RIO DE JANEIRO

EM 25/08/2017

Boa tarde, somos uma trading ( comercial exportadora com Base no RJ ) e temos consulta dos países árabes que querem importar silagem de milho para raçao para camelos . Alguem ja estaria exportando em sacos ou em fardos ?
MARIANA POMPEO DE CAMARGO GALLO

PIRACICABA - SÃO PAULO

EM 25/08/2015

Olá pessoal,



Gostaria de convidá-los a participar do Curso Online "Produção Econômica de Silagem" que está com inscrições abertas.



Durante todo o período do curso, os alunos poderão tirar as dúvidas diretamente com o instrutor Antony Sewell, engenheiro agrônomo, consultor há mais de 20 anos.



Para participar, acesse:

http://www.agripoint.com.br/curso/silagem/



Ou entre em contato: cursos@agripoint.com.br / 19 -34322199.
PAULO ROBERTO DURO GUIMARÃES

CONFRESA - MATO GROSSO

EM 28/10/2014

kkkk, acho que "um novo volumoso", para substituir a silagem de milho, se refere a pastagem, (cynodon), lembram-se dela, kkk?? ?? Brincadeiras à parte, o raciocinio e as dicas postadas no artigo do Sr. Thiago, estão perfeitas, na minha opinião. Aqui no Mato Grosso, os grandes produtores de milho, o produzem prioritariamente para vender o grão, e sua colheita incorre num custo. Aqui, Dificilmente alguem vai plantar o milho, exclusivamente para vender a silagem, a não ser que já esteja totalmente comercializada, visto que o ponto de colheita, em hipótese alguma pode passar. Se pagarmos o preço do grão, ficando com a planta toda, e assumindo os custos de colheita, acredito ser muito justo.

O que o produtor economiza na colheita, deve compensar a correção da perda da palhada...
NATALINO CUISSI SOBRINHO

MATUPÁ - MATO GROSSO - PRODUÇÃO DE CAFÉ

EM 28/10/2014

Muito bom os questionamentos a respeito de volumoso, que os custos depende muito de cada região,tecnologia empregada e produtividade.No final do século XX o nosso carro chefe como volumoso era silagem de milho e eram cultivado mais de 2100 ha/ano irrigado, com uma produtividade aproximada de 13 T de MS/ha e 60 % de NDT   usado no confinamento de bois em SP,onde o custo de produção era muito questionado.Hoje estou aqui no norte do MT que a disponibilidade de milho é grande e o preço grão em torno de R$0,25/kg,assim sendo eu gostaria de saber do professor que valores de NDT e FDN podemos alcançar em uma otima silagem de milho para obtermos uma melhor eficênsia da dieta total de vacas de leite e bois em confinamento,com a disponibilidade de máquinas e novas tecnologias podemos  selecionar materiais mais ricos para silagem e colher aquilo de interessante e o restante deixar como palhada.
WALDERI FRANCISCO DE CARVALHO OLIVEIRA

CAMPO MAIOR - TOCANTINS - PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE

EM 13/10/2014

A orientação embutida nesta matéria é de suma importância para quem precisa adquirir silagem para suplementação de seu rebanho.
FERNANDO ALMEIDA ARAUJO

BARBACENA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 06/10/2014

Romualdo

Qual é esse novo volumoso que eu nunca ouvi falar, poderia nos contar....

Valeu
BÁRBARA CAROLINA VEIGA DE CARVALHO

PIRACICABA - SÃO PAULO

EM 03/10/2014

Olá Pessoal,



Lembramos que as inscrições para o Curso Online de Produção Econômica de Silagem encerram no dia 06/10.

Não percam a oportunidade de participar, garantam a matrícula acessando: http://www.agripoint.com.br/curso/silagem/



Maiores informações no e-mail: cursos@agripoint.com.br



Obrigada.

Abs.
PEDRO MELO

PRATA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 02/10/2014

Interessante a conta. Mas o mercado que manda!
ALCEU AMARAL

COROMANDEL - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/10/2014

Prezado Romualdo,



também estou curioso acerca desse novo volumoso. Poderia dar mais detalhes?



obrigado.
HENRIQUE

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/10/2014

Meus caros, concordo com as opiniões de vcs. como disse o prof., ele esta querendo gerar discussão sobre o tema, mas sempre iremos bater na mesma tecla, para quem compra o preço é alto, e para quem vende o preço e baixo, o que vem a ser justo ??? Onde os dois, quem compra e quem vende saem satisfeitos..... Abs,
THIAGO FERNANDES BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 01/10/2014

Leitores,

Embora eu tenha respondido aos questionamentos ontem, muitos ainda insistem em focar nos números. Recordando: Esqueça os valores em absoluto e siga o raciocínio. Insira os teus números se é que você os tem. Faça o teu cálculo. A ideia aqui é auxilia-los a seguir uma linha de pensamento e conseguir fazer o melhor negócio. Se você achar que a ideia é boa, ótimo. Se você achar a ideia não tem fundamentação ou que não cabe ao teu caso esqueça-a.

Neste espaço não discuto 'receita de bolo' porque como o próprio nome diz já uma receita. Temos que aprender a usar o raciocínio. Muitos esperam que eu irei fazer uma cálculo e que esse cálculo poderá ser utilizado por qualquer um. Mas a ideia não é essa. Pense nisso!



Att,



Thiago Bernardes
EVERTON CAVICHAO

FRANCISCO BELTRÃO - TOCANTINS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 30/09/2014

a esse valor de r$ 72.8 não e correto pois se este valor e real não cobre nem custo. o custo de um hec. bem plantado fica em torno de r$2200 mais custo de planta e colheita este valor e muito defasado. é minha opinião baseado nos valores da minha região.
EDER JOAO GARCIA

SERTÃOZINHO - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 30/09/2014

caro amigo romualdo uberlandia, vc citou que um novo volumoso esta sendo vendido na sua regi'ao  que volumoso 'e esse e quem esta comercializando.

grato

eder garcia



pecuaria de leite   cajuru sp
PEDRO ARAUJO

UNAÍ - MINAS GERAIS

EM 30/09/2014

Desculpe professor, mas há outros fatores que vão influenciar na formação de preço, quando estamos plantando e utilizando a silagem, pode até ser utilizado o exposto, no entanto, se vamos vender ou comprar, tem que se levar em conta que quando você retira todo o "pé" de milho, você tira da terra todos os nutrientes e tem que repô-lo, devendo se levar em consideração na hora de fixar o preço, e, outro fator extremamente importante é a oferta e a procura, ressaltando que o dólar a 1,70, já faz muito tempo que ele esta acima de 2,20, chegando nestes últimos dias a 2,50
THIAGO FERNANDES BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 30/09/2014

Pessoal,

Eu não estava recebendo as perguntas via e-mail, por este motivo não as respondi antes.

Houve um erro ao colocar o valor do dólar, ou seja, vocês estão corretos. Mas entendam que o contexto do texto não é o valor em si (2,30; 15,2; 30,1.........). Analisem o raciocínio que é feito do início ao final e insira os teus números. Só isso. Os valores irão variar de região pra região, as vezes entre cidades próximas.

Eu procuro aqui gerar informações, gerar linhas de pensamento, gerar questionamentos... De modo que possa haver crescimento dentro da classe produtora.

O assunto aqui não é matemática. Na agropecuária nem sempre 2+2=4.

Att,



Thiago Bernardes
PAULO CESAR GERALDINI

PIRANJI - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 30/09/2014

Prezado Thiago, também não entendi o seu cambio.


ROMUALDO MARTINS DE PAULA

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 30/09/2014

O custo da silagem no Triangulo Mineiro hoje e comercializada em torno de 150,00 a 180,00 reais a tonelada. Novo volumoso vem substituindo a silagem na minha região e os resultados são surpreendentes, o custo chega a ser até 50% a menos que a silagem de milho.
PAULO ROBERTO DURO GUIMARÃES

CONFRESA - MATO GROSSO

EM 30/09/2014

Penso que o mais justo é pagar, conforme o cálculo do professor acima, o equivalente em grão, (preço do dia regional), e adicionar os 10 a 15% se a silagem for posta no silo pelo vendedor; porém se a colheita ficar ao encargo do comprador, só o preço do grão estará bem adequado... (Este ano, só a hora da colheitadeira estava R$ 600,00...).
VANILTON

EM 30/09/2014

Concordo com o raciocínio, mas o dólar hoje é 2,47, como ficaria esta reportagem atualizada.
CLEVERSON OLIVEIRA DOS SANTOS

BOCA DO ACRE - AMAZONAS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 30/09/2014

Muito interessante este tema, pois aqui em Colorado do Oeste - RO esta comercialização se tronou muito comum nos últimos 4 anos entre pequenos e médios produtores de milho. Há casos em que o vendedor só vive disso (vender silagem) e tendo seu próprio gado passando dificuldades. Um grande problema que está acontecendo é a redução da fertilidade nestas áreas, redução de matéria orgânica é uma grande preocupação nossa. A topografia é muito ondulada nesta região, com isso são poucas as áreas dentro da propriedade que são agricultáveis, isso é um outro ponto importante aqui também, por não ter rotação de culturas (integração por exemplo); um dilema é: seria viável esta prática (mesmo fazendo a calagem e adubação corretamente) a longo prazo em se tratando do valor por tonelada e os impactos que venham acontecer nos solos (em função da exportação de nutrientes do solo pela planta)??????