ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Implementos agrícolas para manejo de cama de compost barn

POR KARISE FERNANDA NOGARA

E MAITY ZOPOLLATTO

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 18/11/2021

5 MIN DE LEITURA

1
8

Manter uma superfície seca para os animais na área de cama é importante para garantir o bem-estar animal, refletindo em maior tempo em que as vacas permanecem deitadas (MITEV et al., 2012) e, consequentemente, em maior produção de leite (FERRAZ et al., 2020). Para o sucesso do sistema, podemos citar que uma cama bem manejada (PILATTI & VIEIRA, 2017) e um revolvimento eficiente são imprescindíveis (MOTA et al., 2019).

O revolvimento da cama duas vezes ao dia, enquanto as vacas estão na sala de ordenha (MOTA et al., 2019), é de grande importância, pois visa trazer as camadas secas para a superfície e a umidade da camada superficial será incorporada nas camadas mais profundas (BARBERG et al., 2007), além de incorporar urina e fezes, propiciando a sua condição aeróbia (MOTA et al., 2019) e a atividade microbiana (JANNI et al., 2007). Dessa forma, a degradação do material orgânico (cama e dejetos) proporcionará aumento da temperatura da cama (DAMASCENO, 2020), e consequente secagem da mesma. O revolvimento da cama também é importante para manter uma superfície fresca para as vacas, ao se deitarem (JANNI et al., 2007).

Para revolver a cama são utilizados escarificadores (PEIXOTO et al., 2019), mas também podem ser utilizadas outros implementos como a enxada rotativa (OFNER-SCHRÖCK et al., 2015) e a grade de disco (MOTA et al., 2019). A profundidade indicada para o revolvimento varia de 18 a 24cm (BARBERG et al., 2007) até 25 a 30cm (JANNI et al., 2007), e irá depender da altura da cama (SILVA et al., 2021).

Dessa forma, quanto maior for a quantidade de cama, maior deve ser a capacidade de revolver as camadas mais profundas. No Rio Grande do Sul, a maioria (67%) dos produtores estudados realizam o manejo de 20 a 30cm de profundidade (SILVA et al., 2021). Para BLACK et al. (2013), o funcionamento da cama melhora com o aumento da frequência (até três vezes por dia) e da profundidade do revolvimento, sendo encontradas as máximas temperaturas (em torno de 60ºC) da cama quando revolvidas de 15 a 20cm de profundidade.

Já os escarificadores são os implementos mais utilizados para revolvimento da cama em compost barn. Estes atuam em movimentos mais leves, realizando apenas a abertura de fragmentos na cama e sem a inversão da mesma. Indica-se a sua utilização para camas compactadas e com profundidades maiores (atingem até 40cm) devido as suas hastes. Com isso, a oxigenação melhora, promovendo uma compostagem profunda mais ativa. Cuidados devem ser tomados para não atingir a base da cama e abalar a estrutura da instalação.

Os escarificadores com rolo destorrador na parte traseira também vem sendo muito utilizados, devido a sua capacidade de quebrar os torrões, padronizando as partículas da cama. Também há no mercado escarificadores com triturador, cujo objetivo é triturar os torrões, mantendo as partículas da cama mais finas.

A grade de disco pode ser utilizada para revolver as camadas mais superficiais da cama devido ao seu movimento que corta o material utilizado. Em camas onde a umidade está alta pode ocorrer o acúmulo do material aos discos.

As enxadas rotativas favorecem a incorporação dos dejetos animais e permite uma maior uniformidade da superfície da cama, pois trabalham de 15 a 20cm de profundidade. Através da rotação das lâminas o material da cama consegue ser cortado em frações menores. O cuidado que se deve ter na utilização deste implemento é justamente tornar as partículas muito pequenas, o que pode vir a contribuir para uma maior  compactação da cama, devido a maior capacidade de absorver umidade.

A utilização de implementos agrícolas apropriados são de extrema importância para um revolvimento eficiente do material, visando incorporação do oxigênio, e proporcionando o  desenvolvimento de bactérias aeróbicas que permitem o processo de compostagem, com o intuito de obter um local seco e confortável aos animais.

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você.

Autoras

Karise Fernanda Nogara  Zootecnista formada pela Universidade Federal de Santa Maria/campus Palmeira das Missões/RS. Atualmente mestranda do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Federal do Paraná
Queila Tavares - Engenheira Agrônoma formada pelo Instituto Federal do Sudeste de Minas/campus Barbacena/ MG. Mestre em Zootecnia pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Federal do Paraná
Maity Zopollatto - Possui graduação em Agronomia pela Universidade de São Paulo, doutorado e pós-doutorado pela mesma instituição em Agronomia [Ciência Animal e Pastagens - ESALQ]. Atualmente é professora adjunta no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal do Paraná

 

Referências

BARBERG, A. E.; ENDRES, M. I.; JANNI, K. A. COMPOST DAIRY BARNS IN MINNESOTA: A DESCRIPTIVE STUDY. Applied Engineering in Agriculture, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 231–238, 2007. Disponível em: https://experts.umn.edu/en/publications/compost-dairy-barns-in-minnesota-a-descriptive-study.

BARBERG, A. E.; ENDRES, M. I.; SALFER, J. A.; RENEAU, J. K. Performance and welfare of dairy cows in an alternative housing system in Minnesota. Journal of Dairy Science, [S. l.], v. 90, n. 3, p. 1575–1583, 2007. DOI: 10.3168/jds.S0022-0302(07)71643-0.

BLACK, R. A.; TARABA, J. L.; DAY, G. B.; DAMASCENO, F. A.; BEWLEY, J. M. Compost bedded pack dairy barn management, performance, and producer satisfaction. Journal of Dairy Science, [S. l.], v. 96, n. 12, p. 8060–8074, 2013. DOI: 10.3168/jds.2013-6778.

DAMASCENO, Flávio Alves. Compost Barn como uma alternativa para a pecuária leiteira. 1o ed. Divinópolis.

FERRAZ, Patricia Ferreira Ponciano; FERRAZ, Gabriel Araújo e Silva; LESO, Lorenzo; KLOPCIC, Marija; BARBARI, Matteo; ROSSI, Giuseppe. Properties of conventional and alternative bedding materials for dairy cattle. Journal of Dairy Science, [S. l.], v. 103, p. 8661–8674, 2020. DOI: 10.3168/jds.2020-18318. Disponível em: https://doi.org/10.3168/jds.2020-18318.

JANNI, K. A.; ENDRES, M. I.; RENEAU, J. K.; SCHOPER, W. .. COMPOST DAIRY BARN LAYOUT AND MANAGEMENT RECOMMENDATIONS. Applied Engineering in Agriculture, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 97–102, 2007.

MITEV, Jurii; VARLYAKOV, Ivan; MITEVA, Tchonka; VASILEV, Nasko; GERGOVSKA, Jivka; UZUNOVA, Krassimira; DIMOVA, Vania. Preferences of freestall housed dairy cows to different bedding materials. Istanbul Universitesi Veteriner Fakultesi Dergisi, [S. l.], v. 38, n. 2, p. 135–140, 2012. DOI: 10.16988/iuvfd.27780.

MOTA, Vania C.; ANDRADE, Ednilton T. De; LEITE, Daniel F. Bed temperature in Compost Barns turned with rotary hoe and offset disc harrow. Eng. Agríc, [S. l.], v. 39, n. 3, p. 280–287, 2019. DOI: https://dx.doi.org/10.1590/1809-4430-Eng.Agric.v39n3p280-287/2019 BED.

OFNER-SCHRÖCK, E.; ZÄHNER, M.; HUBER, G.; GULDIMANN, K.; GUGGENBERGER, T.; GASTEINER, J. Compost Barns for Dairy Cows - Aspects of Animal Welfare. Open Journal of Animal Sciences, [S. l.], v. 5, n. =, p. 124–131, 2015. DOI: 10.4236/ojas.2015.52015. Disponível em: https://www.scirp.org/journal/paperinformation.aspx?paperid=55276.

PEIXOTO, Maria Simone Mendes; BARBOSA FILHO, José Antonio Delfino; MACHADO, Nítalo André Farias; VIANA, Vinícius De Sena Sales; COSTA, Jander Fabrício Martins. Thermoregulatory behavior of dairy cows submitted to bedding temperature variations in Compost barn systems. Biological Rhythm Research, [S. l.], v. 00, p. 1–10, 2019. DOI: 10.1080/09291016.2019.1616904. Disponível em: https://doi.org/10.1080/09291016.2019.1616904.

PILATTI, Jaqueline Agnes; VIEIRA, Frederico Márcio Corrêa. Environment, behavior and welfare aspects of dairy cows reared in compost bedded pack barns system.

Journal of Animal Behaviour and Biometeorology, [S. l.], v. 5, n. 3, p. 97–105, 2017. DOI: 10.14269/2318-1265/jabb.v5n3p97-105.

SILVA, Karolaine Härter e; TEIXEIRA, Maria do Carmo; STRACKE, Marcelo Paulo; GIRARDELLO, Vitor Cauduro; KNOB, Douglas; LENZ, Regis Luis Sturm; HUBER, Elson; BACKES, Tatiane Regina. Evaluation of the compost barn system of milk producers from cooperatives in the mission region. Brazilian Journal of Development, [S. l.], v. 7, n. 3, p. 27227–27241, 2021. DOI: 10.34117/bjdv7n3-434.

KARISE FERNANDA NOGARA

Zootecnista formada pela UFSM/campus Palmeira das Missões/RS. Atualmente mestranda do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Federal do Paraná. Trabalha com a qualidade e composição do leite e sistema de confinamento compost barn.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LAERMAR PINHEIRO

JAGUARIBE - CEARÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 22/11/2021

Parabéns pelo excenlente artigo
MilkPoint AgriPoint