ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Artrite, Pneumonia, Mastite, Otite - O que estas doenças podem ter em comum?

POR RENATA DE OLIVEIRA SOUZA DIAS

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 06/09/2007

3 MIN DE LEITURA

6
0
Micoplasma!

A mastite é a doença usualmente associada com a presença do micoplasma no rebanho. Contudo, tem sido cada vez mais freqüente nos rebanhos leiteiros, a ocorrência de síndromes associadas à distúrbios respiratórios e artrite em animais adultos. Bem como, casos de otite associada à artrite e/ou pneumonia em animais jovens.

Nos últimos anos, houve um aumento da ocorrência do micoplasma nas fazendas produtoras de leite. O micoplasma é um organismo que apresenta uma diferença fundamental em relação à bactéria: não possui parede celular. Esta característica acarreta efeitos positivos e negativos. Muitos antibióticos utilizados na clinica veterinária atuam sobre a parede celular da bactéria, por isso no caso do ataque aos micoplasmas, estes antibióticos não são eficazes.

Da mesma forma, a falta da parede celular, dificulta também o reconhecimento do micoplasma pelo sistema imune do animal acometido, e com isso, não há uma resposta imediata eficiente, não ocorrendo também, uma resposta imune duradoura. Por outro lado, a falta da parede celular torna o micoplasma mais sensível ao meio ambiente, não sobrevivendo bem fora do organismo hospedeiro. Além disso, a ausência da parede celular aumenta a sensibilidade ao calor e aos desinfetantes.

As condições ambientais que favorecem a sobrevivência do micoplasma são a umidade associada a um ambiente pouco ventilado e quente; ambiente contaminado com restos de leite ou fluidos uterinos. Alguns animais com infecção crônica causada pelo micoplasma (úbere ou pulmão) são potenciais reservatórios no rebanho e quando ocorrem as condições ambientais favoráveis, aumenta a oportunidade de disseminação e ocorrência de novos casos.

O micoplasma é um organismo com caráter altamente contagioso e que pode desencadear várias doenças, dentre elas a mastite, problemas respiratórios, infecções oculares, otite, artrite, podendo afetar também a fertilidade. Suspeite da ocorrência do micoplasma no rebanho quando encontrar grupos de bezerros que apresentam infecções nos olhos, ouvidos ou artrite. Distúrbios respiratórios em bezerros na faixa etária de 3 a 6 semanas, também são eventos típicos que insinuam a presença do micoplasma.

A mastite causada por este agente é caracterizada por uma significativa queda na produção de leite, rápido desenvolvimento da doença nos outros quartos, secreção de leite aquoso com pequenos grumos, podendo ainda, ocasionar pequeno comprometimento sistêmico. Além deste quadro clínico, alguns animais podem apresentar a mastite subclínica e, mesmo que as vacas estejam aparentemente saudáveis, elas podem estar liberando o agente no leite produzido.

O controle do micoplasma deve ser fundamentado em uma severa higiene com os utensílios que têm contato com o leite, além disso, é importante garantir o fornecimento de um leite livre de micoplasma. A pasteurização do leite oferecido aos bezerros é um dos métodos mais tradicionais para controle do agente. Mas, o processo precisa ser corretamente monitorado e sua eficiência deve ser checada com freqüência. Paralelamente, para o controle do micoplasma é indispensável manter uma boa qualidade do ar nas instalações.

Atenção especial para instalações sem circulação de ar e com teias de aranha, procure soluções para manter o ambiente livre de umidade e ventilado. O principal desafio para o controle do micoplasma está relacionado à mastite nos animais adultos. Além das medidas clássicas para controle da mastite por micoplasma, é importante lembrar que vacas recém paridas não devem permanecer nas áreas de hospital (destinada aos animais em tratamento).

Por fim, é importante destacar que o conforto animal, a qualidade do ar e outras doenças que acometem o rebanho, particularmente aquelas que deprimem a resistência imune do animal são fatores que associados irão determinar com que agressividade o micoplasma será disseminado no rebanho.

Figura 1. Ambiente úmido e com pouca circulação de ar - favorável para a ocorrência de doenças associadas ao Micoplasma.




Fonte:

WUSTENBERG, M. Mycoplasma: calf to cow. In: Western Dairy Management Conference, 6, 2003, Reno. Proceedings. Reno.{s.n.}, 2003.

RENATA DE OLIVEIRA SOUZA DIAS

6

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

HIGO RIBEIRO SANTOS

MINEIROS - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 23/04/2008

Artigo muito bom.

Gostaria de saber se você já viu algum caso de otite que apresenta uma hemorragia intensa no ouvido. Já atenti 2 casos de hemorragia desta forma.

Desde já agadeço,

Muito Obrigado.
ADILSON APARECIDO VALDERRAMA

CAMPINA DA LAGOA - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 19/04/2008

Achei muito interessante a forma como foi abordado este assunto, parabéns.
ALINE SANTANA

VIÇOSA - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 26/10/2007

Achei muito interessante a abordagem do aspecto microbiológico do microganismo com a parte prática.
MIMIRO RAMOS DE MORAES

ÁGUA CLARA - MATO GROSSO DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 13/09/2007

Ótimo artigo, quando muitos de nós, técnicos, preocupamos com doenças emergentes.
HUMBERTO MARCOS SOUZA DIAS

ALFENAS - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 08/09/2007

Artigo muito bom e oportuno!
RÉGES SILVA PAULO

IGUATU - CEARÁ - PRODUÇÃO DE CAPRINOS DE CORTE

EM 06/09/2007

Estou muito satisfeito com as informações.
MilkPoint AgriPoint