FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Tecnologia japonesa transforma dejetos de vacas leiteiras em biocombustíveis

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 01/03/2021

1 MIN DE LEITURA

0
1

O esterco e a urina de milhares de vacas leiteiras na ilha de Hokkaido, no Japão, em breve poderão alimentar instalações em toda a região com uma tecnologia revolucionária, inventada no Japão, que os transforma em biocombustíveis líquidos ecologicamente corretos. Kei Okubo, professor de fotoquímica orgânica na Universidade de Osaka, desenvolveu a tecnologia, que produz metanol e ácido fórmico, causando zero emissão de dióxido de carbono (CO2). 

Okubo assinou um acordo em 9 de fevereiro com Kazutoshi Hazama, o prefeito de Okoppe Hokkaido, e outras partes interessadas para instalar uma planta piloto em Okoppe dentro de dois anos. A fornecedora líder de gás industrial Air Water Hokkaido Inc. e a empreiteira Iwata Chizaki Inc., ambas de Sapporo, também estão fazendo parceria com a Okoppe e a universidade para construir a planta na cidade costeira de Okhotsk. 

Segundo estimativas da universidade, a conversão dos dejetos corporais de 10.000 vacas leiteiras do município em metanol poderia cobrir a energia consumida por todos os estabelecimentos públicos da cidade, todas as fábricas de processamento de pescado e quase 70% das leiterias das fábricas. 

Isso não é tudo. Embora o Japão agora importe todo o seu metanol, de acordo com Okubo, 20% poderia ser reposto se os excrementos de todas as vacas leiteiras do país fossem transformados em biocombustível. A planta piloto pode ser dimensionada em escala comercial durante o ano fiscal de 2024, no mínimo. O plano de negócios está programado para se expandir para outras áreas dentro e fora de Hokkaido no ano fiscal de 2030 ou mais tarde. 

As informações são do Agrolink.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint