FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

UFLA recebe aprovação do IMA para construção de usina de beneficiamento do leite e queijaria

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) recebeu na semana passada um parecer favorável do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) para a construção de uma usina de beneficiamento do leite e queijaria no Centro de Desenvolvimento e Transferência de Tecnologias da UFLA - Fazenda Palmital, em Ijaci-MG.
 
O diretor-geral do IMA, Thales Fernandes, realizou a entrega do documento ao reitor da UFLA, professor José Roberto Scolforo, durante a abertura da 10ª edição do Agrileite. “A possibilidade de construção dessa usina é um grande passo para a UFLA e para Minas Gerais, uma vez que somos o maior estado produtor de leite do Brasil. Estamos também trabalhando em um acordo de cooperação técnica para implantarmos em Lavras um Centro de Inteligência da Defesa Agropecuária em Minas Gerais, um grande avanço para otimizar a fiscalização dentro do Estado e para o compartilhamento de conhecimentos entre as instituições”, explicou.
UFLA recebe aprovação do IMA para construção de usina de beneficiamento do leite e queijaria

Entrega do documento foi realizada na abertura da 10ª edição do Agrileite, na fazenda Palmital, em Ijaci

O reitor José Roberto Scolforo agradeceu ao IMA e reforçou a importância do projeto. “já temos um rebanho qualificado, produzimos leite de qualidade e estamos próximos de concluir um confinamento para gado leiteiro em free-stall que será robotizado. Com a viabilização da construção da usina, teremos espaços-modelo para guias de campo e laboratórios reais para nossos estudantes, além de aproveitar o leite para produção de queijos artesanais". 
 
Scolforo ressaltou, ainda, a importância do projeto para extensão. “Vamos mostrar que é possível trabalhar com tecnologia de qualidade na cadeia produtiva do leite. Temos o desejo de produzir um queijo artesanal e outros produtos que possam chegar com qualidade à comunidade lavrense e da região". 
 
Agrileite completa 10 anos de integração entre produtores e pesquisadores
 
Organizado por meio de uma parceria entre UFLA, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), a 10ª edição do Agrileite promoveu dinâmicas na fazenda Palmital, envolvendo produtores da região, estudantes e extensionistas. Entre os assuntos da área, foram abordadas as instalações para gado leiteiro (free stall e compost barn), qualidade do leite, gestão de fazendas e o término da vacinação obrigatória contra aftosa em Minas Gerais.
 
Na oportunidade de abertura, o professor do Departamento de Biologia da UFLA (DBI) Magno Antônio Patto Ramalho, um dos idealizadores do evento, recebeu uma homenagem por seus anos dedicados ao projeto. “Quando me convidaram para atuar na extensão da UFLA, foi uma surpresa. Trabalhando na extensão aprendi muitas coisas, e principalmente o fato de que sem extensão a universidade não existe. Percebemos que o leite tem essa grande necessidade de desenvolvimento de tecnologia, e foi daí que nasceu o Agrileite, para que existisse essa troca entre professores e produtores de leite da região”, disse.
 
As informações são do Portal UFLA.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.