ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Sem consenso,Confaz adia decisão sobre desoneração de ICMS ao agro

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 01/03/2021

1 MIN DE LEITURA

0
0

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) adiou a decisão sobre a prorrogação ou não do Convênio 100/1997, que reduz a base de cálculo do ICMS sobre a comercialização de insumos agropecuários.

Após intensos debates, os secretários de Fazenda dos 26 Estados e do Distrito Federal não chegaram a um consenso no encontro realizado nesta sexta-feira. O colegiado volta a se reunir, de forma extraordinária, no dia 12 de março para analisar o tema e outras centenas de acordos. O benefício valerá até o dia 31 do próximo mês.

O setor produtivo tenta convencer os governos estaduais a prorrogar a desoneração até o fim de 2023 e alega que haverá alta nos custos de produção e na inflação dos alimentos caso a medida seja alterada. É preciso a concordância de todos os membros do Confaz para aprovar a renovação.

De olho no aumento de arrecadação em um cenário de aperto fiscal, alguns Estados defendem modificações no convênio. A tendência é definir uma cobrança de ICMS sobre a venda de fertilizantes no país.

"O Convênio 100 não passará do modo como está. Existem Estados que não aprovarão como está, por isso há uma possibilidade de acordo para modificar a tributação dos fertilizantes", contou um secretário de um importante Estado produtor ao Valor. "A proposta é equalizar em 4% a importação, que hoje é desonerada, com as operações internas e interestaduais com fertilizantes produzidos no Brasil. Alguns Estados defendem a rampa para tributar a importação de todos os produtos que são insumos para o agro", acrescentou.

As informações são do Valor Econômico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint