ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Sanlu declara falência na China

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 05/01/2009

1 MIN DE LEITURA

2
0
A companhia de lácteos chinesa Sanlu Group Co., que fechou suas portas em setembro após o escândalo do leite contaminado, declarou falência em uma corte judicial na idade de Shijiazhuang, informou a sócia da empresa, a neozelandesa Fonterra Cooperative Group Ltd.

Um receptador nomeado pela corte tomará o comando da administração da companhia e tem seis meses para vender seus ativos e pagar os credores, disse a Fonterra. Shijiazhuang é a capital da Província de Hebei, onde a Sanlu tem sede.

Seis bebês chineses morreram e mais de 54 mil foram hospitalizados após 22 companhias, incluindo a Sanlu, terem vendido a fórmula feita com leite contaminado com o composto químico industrial melamina. A Fonterra tem uma participação acionária de 43% em uma empresa de processamento com a Sanlu e perdeu NZ$ 200 milhões (US$ 114,95 milhões) em investimento.

"Esta ordem de falência não é uma surpresa para nós", disse o diretor executivo da Fonterra, Andrew Ferrier. "Estávamos cientes de que a Sanlu estava em uma situação muito difícil e enfrentando muitas dívidas como resultado da crise de contaminação com melamina".

A maior produtora de leite do país, a China Mengniu Dairy Co., disse que espera ter perdas de cerca de 900 milhões de yuan (US$ 131,60 milhões) em 2008 por causa da queda nas vendas pelo escândalo e pelos custos de descarte dos produtos adulterados.

Beijing Sanyuan Group Co. e Wondersun Dairy Product Co. estão entre as produtoras de leite chinesas que estão interessadas em comprar algumas das 30 plantas de processamento da Sanlu.

Em 26/12/08 - 1 Dólar Neozelandês = US$ 0,57477
1,73983 Dólar Neozelandês = US$ 1

1 Yuan Chinês = US$ 0,14623
6,83850 Yuan Chinês = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

A reportagem é do Bloomberg, adaptada e traduzida pela Equipe MilkPoint.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ADIR FAVA

MURIAÉ - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 05/01/2009

Cada país tem a sua credibilidade.
Se fosse no Brasil, como já aconteceu, toda culpa recai nos ombros dos produtores. No Brasil nenhuma industria foi punida, nenhuma industria quebrou. Apenas os produtores levaram a pior, apesar das fraudes terem sido cometidas pela industria. Todo prejuizo foi direcionado aos produtores e até hoje as industrias estão faturando como bem querem e o preço do leite pago ao produtor é pura esmola.
Isto confirma que o Brasil continua sendo um país sem credibilidade.

A China parece ter mais coerencia, mais credibilidade.
Espero que o Brasil avance na sua moralidade a começar fazendo contas para saber quanto custa um litro de leite para o produtor. Chega de esmola.
ESTÊVÃO DOMINGOS DE OLIVEIRA

CAÇU - GOIÁS

EM 05/01/2009

Por que será que neste site ainda não foi noticiado nada a respeito do atraso de pagamento da Parmalat?
Em Goiás há muitos produtores que não receberam o pagamento referente ao mês de Dezembro de 2008. Com certeza tiveram um Natal horrível.

A unidade da Parmalat de Santa Helena de Goiás, com capacidade estimada de processamento de 1.000.000 de litros diários não está pagando todos os fornecedores de leite.



MilkPoint AgriPoint