ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Produção de leite do Chile atinge maior volume dos últimos cinco anos

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 13/10/2020

3 MIN DE LEITURA

0
1

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Estudos e Políticas Agrárias (Odepa) entre janeiro e agosto de 2020, a captação de leite no Chile cresceu 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo um total de 1,33 bilhão de litros, o maior volume dos últimos cinco anos.

Isso representa um avanço ano a ano de 79,4 milhões de litros e vincula sete meses consecutivos com dados positivos. Além disso, no período referido, observam-se aumentos em todas as recepções de leite por região em relação a 2019, o que significa que mais leite foi processado nas fábricas, mas não necessariamente se observa aumento da produção primária em todas as regiões.

Nesse período, o preço real médio pago aos produtores de janeiro a agosto de 2020 divulgado pela Odepa foi 15,5% superior ao do mesmo período do ano anterior, atingindo 295,5 pesos (US$ 0,37) por litro, segundo a Odepa.

O presidente da Fedeleche, Eduardo Schwerter, destacou a tendência positiva registrada pelo recebimento do leite, garantindo que “as melhores condições do mercado têm permitido suportar esses números”.

Da mesma forma, ele destacou que é importante manter esses incentivos para sustentar a produção nacional. “Este cenário tem ocorrido pelos incentivos adequados dado pela indústria nos últimos meses, o que têm permitido cobrir os custos de produção e fazer os investimentos necessários. E esperamos que essa mesma política do setor seja mantida na primavera para continuar crescendo na produção nacional”, disse Schwerter.

Regiões

A captação de leite na região de Los Lagos totalizou 595,0 milhões de litros entre janeiro e agosto de 2020, o que representa um aumento de 7,0% em relação ao mesmo período do ano anterior. A captação de leite na principal região produtora do país, com 44,7% de participação nacional, aumentou 38,9 milhões de litros em relação ao mesmo ciclo de 2019.

Nos primeiros oito meses do ano, a captação de leite na região de Los Ríos atingiu 412,7 milhões de litros, registrando um aumento de 7,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. A área, que respondeu por 31,0% da receita nacional de leite, aumentou sua captação em 29,4 milhões de litros em relação ao ano anterior.

Na região de La Araucanía, a captação de leite entre janeiro e agosto de 2020 registra um aumento de 1,9% em relação ao ano passado, atingindo 92,3 milhões de litros e uma participação nacional de 6,9%. Isso representa 1,7 milhão de litros adicionais em 2019.

Da mesma forma, na região do Bio-Bio, há um aumento na captação de leite de 6,1% em relação ao ano anterior, somando um total de 41,7 milhões de litros, volume que implica um aumento de 2,4 milhões litros em relação ao mesmo período de 2019 e representa uma participação de 3,1% a nível nacional.

Na região de Ñuble, a captação de leite entre janeiro e agosto de 2020 aumentou 0,6% em relação ao ano anterior, registrando um total de 39,9 milhões de litros, o que representa uma participação nacional de 3,0% em todo o país. Ñuble acumula uma antecipação anual de 226 mil litros.

Por sua vez, a captação de leite na Região Metropolitana aumentou 4,7% entre janeiro e agosto de 2020, atingindo um total de 149,6 milhões de litros, volume que representa 11,2% a nível nacional. Na comparação com o ano passado, a captação de leite aumentou 6,7 milhões de litros.

O que aconteceu em agosto?

Em agosto de 2020, a captação nacional de leite atingiu 160,0 milhões de litros, o que representa um aumento de 6,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Isso representa um avanço de 10,3 milhões de litros em relação a 2019, sendo Ñuble a única região com resultado decrescente neste mês.

Na região de Los Lagos, a recepção em julho totalizou 68,0 milhões de litros, um aumento de 8,2% em relação ao ano passado. Já na região de Los Ríos, a captação de leite cresceu 11,0% em relação ao mesmo mês de 2019, para 51,5 milhões de litros.

Em La Araucanía, a captação de leite em agosto atingiu 11,2 milhões de litros, registrando um aumento de 0,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Já no Bio-Bio, a captação de leite em julho cresceu 0,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior, atingindo 5,1 milhões de litros.

Na região de Ñuble, a captação de leite em julho registrou queda de 4,9% em relação ao ano passado com 4,3 milhões de litros. Já a Região Metropolitana registrou captação de leite em julho para 19,1 milhões de litros, um avanço de 1,5% em relação ao ano anterior.

As informações são da Fedeleche Comunicações com informações da Odepa.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint