ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Pandemia altera cenário do padrão de consumo de alimentos

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 23/11/2020

3 MIN DE LEITURA

0
0

A pandemia da Covid-19 provocou mudanças significativas no mundo e entender o comportamento do novo consumidor é um dos desafios de toda cadeia de alimentos. Um dos assuntos debatidos no encontro on-line do “Caminhos do Agro SP” desta quarta-feira, dia 18, foi como a tecnologia do blockchain –  suporte para sistemas de registro e compartilhamento de informação – pode ser uma aliada neste momento para atender os anseios do consumidor que cada vez mais busca transparência e confiabilidade no produto que consome.

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira, destacou que durante a pandemia houve uma aceleração no processo de mudança de hábitos alimentares e que o consumidor passou a se preocupar mais com os quesitos saudabilidade e segurança. Para ele, adaptar-se ao novo cenário e remodelar-se em tempo real com as tendências exige esforço de todos os integrantes da cadeia e levar tecnologia ao produtor é fundamental.

“O produtor é impactado diretamente nas decisões diárias do consumidor e levar novos processos ao campo com tecnologias, como a do blockchain, atendem essas novas demandas. Saber quando uma fruta foi colhida, por exemplo, dará a segurança na hora da compra de alimentos. Essas mudanças exigem um esforço dinâmico, mas podem ser feitas”, apontou.

Com este novo panorama, a líder de Inovação da Blockchain Academy, Maria Teresa Aarão, explicou que o blockchain vem em resposta ao que o mercado demanda, pois com a tecnologia, o produtor consegue controlar todo o ciclo de vida de seu produto e, posteriormente, os dados podem ser apresentados ao consumidor, nos rótulos com QR-code.

“É um banco de dados com segurança, integridade e garantia de origem. Um exemplo: de onde vem a laranja que estou comprando no supermercado? Antes, cada elo da cadeia tinha seu próprio banco de dados, o que encarecia o processo de certificação. O blockchain é uma grande esperança de otimização nesta certificação de origem. É dar reputação também para quem é menor, mas investiu em qualidade no seu processo. Vai trazer muito mais velocidade de informação ao consumidor”, explicou.

Inovação não é somente o produto final. Foi o que definiu a diretora de Transformação Digital da Nestlé Brasil, Carolina Sevciuc, que acredita que o blockchain vem para “dar luz” ao pequeno produtor. “O consumidor está pulsando por transparência e esse é o diálogo necessário que vai do campo até a mesa. Está claro que a tecnologia é essencial. O que imaginávamos que nos separava, hoje nos une, pois quando olhamos para uma embalagem há toda uma cadeia inteira por trás sustentando o processo para fazer chegar o produto ao consumidor para que ele possa ter a melhor experiência”, ressaltou.

Para o presidente da APAS - Associação Paulista de Supermercados e vice-presidente da Rede de Supermercados Covabra, Ronaldo dos Santos, a busca pela segurança alimentar é uma tendência evidente e que veio para ficar. Por isso, a tecnologia do blockchain pode acelerar para que novos produtos e marcas ganhem espaço e caiam no gosto do consumidor, que terá a garantia do que está consumindo.

“Quando o consumidor está com a renda estável, a tendência é buscar por produtos ‘de marca’, porque antes só estes eram vistos como sinônimo de qualidade. Mas, a tecnologia do blockchain pode acelerar para que novas marcas ganhem a confiança do consumidor. Por outro lado, as marcas já reconhecidas do mercado que ficaram como referência talvez tenham que se reinventar, pois a cada dia as pessoas estão mais seletivas”, enfatizou.

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como!

As informações são do Notícias Agrícolas.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint