FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Nutrição personalizada e saudabilidade: conheça a YOGUT ME

POR LETÍCIA MOSTARO MAGRI

E MAYSA SERPA

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 19/11/2020

3 MIN DE LEITURA

0
4

A nutrição personalizada é um conceito que vem ganhando cada vez mais destaque na alimentação global. Esta é uma vertente bem ampla e baseada em conhecimentos sobre nutrigenética e nutrigenômica. A centralização da dieta por indivíduo permite adequações de acordo com as necessidades e carências individuais juntamente com as preferências pessoais. Este conceito é marcado pela conexão entre alimentos, ciência, genética e ambiente.

Aliado à personificação de dietas, os consumidores vêm sinalizando também preferência por alimentos mais saudáveis, tendência esta intensificada com a pandemia. Neste contexto, os consumidores buscam produtos clean label – com rótulo limpo – os quais apresentam em sua formulação a redução do número de ingredientes, bem como a substituição de aditivos químicos.

Neste contexto, surge a YOGUT ME  uma startup sueca que procura atender às demandas do mercado consumidor. A empresa foi fundada em 2019 por Aline de Santa Izabel - microbiologista especializada no microbioma humano e bioprocessos – e, desde então, o projeto é reconhecido internacionalmente como uma das mais inovadoras e promissoras empresas no setor alimentício.

Para conhecermos melhor o projeto e o conceito de nutrição personalizada, conversamos com a fundadora da empresa. Aline explicou que “a nutrição personalizada permite a produção e o consumo de alimentos baseados em necessidades ou requerimentos específicos do consumidor, sendo elas necessidades fisiológicas (baseadas em seu estado de saúde e/ ou metabolismo utilizando dados como DNA e composição do microbioma), mas também com suas preferências pessoais, como por exemplo sabor, e estilo de vida. É uma das principais tendências na indústria alimentícia, a qual terá um grande impacto no desenvolvimento dos alimentos do futuro. Esta área está sendo impulsionada pelo crescente conhecimento científico sobre a relação entre a alimentação e a saúde, e respostas individuais à diferentes dietas e alimentos”.

A YOGUT ME surgiu devido à crescente demanda por alimentos funcionais na Europa, na qual observou uma grande oportunidade nos produtos alternativos lácteos. Dessa forma, começou a desenvolver diferentes formulações funcionais e testá-las no mercado. Ao encontrar problemas com a distribuição e estabilidade optou por descentralizar o processo criando um sistema inteligente para a produção doméstica de alimentos fermentados funcionais com probióticos.

Produzir os próprios alimentos foi outra tendência intensificada durante a pandemia, segundo Aline. “Novos equipamentos e ferramentas que trazem uma maior conveniência neste processo estão sendo desenvolvidos, juntamente com a “smartificação” da cozinha. Os consumidores estão mais conscientes sobre o papel da alimentação na nossa saúde e estão buscando maneiras de otimizar suas rotinas por meio da nutrição, como uma forma de se prevenir e de melhor combater doenças como a Covid-19”, disse.

Apesar de optar por ingredientes de origem vegetal - por permitirem diversas combinações - Aline   acredita no potencial de produtos mistos que apresentam em sua composição proteínas de origem animal e vegetal. “Eu acredito que produtos mistos terão espaço no futuro dos lácteos, principalmente em mercados como o Brasil onde a penetração de produtos vegetais ainda é relativamente baixa comparada a outros mercados globais”. Para Aline, “a indústria láctea estará passando por muitas transformações nos próximos anos, com muitas inovações, e  estes produtos têm o potencial de facilitar esta transição, trazendo o melhor de dois mundos, melhorando o perfil nutricional, sabor e a sustentabilidade, trazendo mais diversidade para as nossas dietas e diminuindo o impacto ambiental na produção de lácteos”.

A empresa também está alinhada com os recentes apelos do mercado consumidor por praticidade e produtos de fácil acesso. Segundo a fundadora, a conveniência é o ponto central do YOGUT ME. Ela pontua que, com o equipamento, “os consumidores vão poder produzir alimentos deliciosos e saudáveis de uma maneira muito prática e fácil, com o benefício de poder customizar estes alimentos para seus próprios paladares, preferências e necessidades nutricionais”, finaliza.

Explicando melhor todos estes conceitos e tendências, bem como a proposta da YOGUT ME, Aline estará no Dairy Vision 2020. Este ano, o evento terá sua primeira edição on-line entre os dias 1 e 4 de dezembro e contará um time de palestrantes de 14 países, totalizando 30 palestras. Entre os temas abordados, diversas outras tendências de consumo serão tratadas, como o futuro das proteínas e gorduras lácteas, impressão de alimentos 3D, blockchain, alimentação no pós-pandemia, utilização de Big Data e Inteligência Artificial para identificação de tendências de consumo e muito mais!

Entre no site confira nossa programação e se inscreva no evento. Em um mundo de constantes transformações, faça a diferença e seja um protagonista!

 

Dairy Vision 2020: Para quem quer ser protagonista em um mundo de grandes transformações

 

 

MAYSA SERPA

Médica Veterinária e mestranda em Sanidade Animal pela UFLA, Editora Assistente de Conteúdo MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint