FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Otimismo dominou o campo no 3º tri, mostram Fiesp e CropLife

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 25/11/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

Os resultados positivos observados nas principais cadeias produtivas do campo em 2020, apesar da pandemia, e as boas perspectivas para o ano que vem, quando a colheita brasileira de grãos poderá bater um novo recorde em meio a preços elevados e câmbio favorável às exportações, levaram o Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) calculado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e pela CropLife Brasil a alcançar, no terceiro trimestre, o maior patamar da série histórica.

Segundo pesquisa divulgada ontem, o indicador subiu para 127 pontos, 15,3 pontos a mais que entre abril e junho. A escala do IC Agro vai de zero a 200, e 100 é o ponto neutro. O resultado é dimensionado a partir de 1,5 mil entrevistas (645 válidas) com agricultores e pecuaristas de todo o país. Cerca de 50 indústrias também são ouvidas.

“A percepção do mercado em geral para o PIB brasileiro em 2020 chegou ao ponto mais baixo em abril e desde então vem sendo corrigida para cima, a partir de indicadores melhores do que os inicialmente projetados”, diz Roberto Betancourt, diretor titular do Departamento do Agronegócio da Fiesp (Deagro), em nota. Ele ressalva, porém, que o ambiente ainda é de incertezas e que a eventual consolidação de uma segunda onda de covid no país pode ter reflexos econômicos negativos.

O índice que mede especificamente a confiança dos produtores agropecuários subiu de 115,2 pontos, no segundo trimestre, para 132,7 entre julho e setembro. “Os preços dos principais produtos agrícolas estavam em trajetória de alta, como soja e milho, ou se recuperando, como nos casos de açúcar e algodão. E não houve problemas relacionados à liberação do crédito rural, cujos desembolsos para as principais culturas de janeiro a setembro cresceram 16% em relação ao mesmo período do ano passado”, afirma, na nota, Christian Lohbauer, presidente da CropLife Brasil, que representa empresas de insumos.

O indicador que inclui indústrias que atuam antes e depois da porteira subiu para 122,9 pontos no terceiro trimestre, 13,8 pontos a mais que no período imediatamente anterior. “As relações de troca por insumos estavam em bons patamares para os produtores rurais”, diz Lohbauer.

As informações são do Valor Econômico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint