ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Nestlé pode anunciar compra da Garoto

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 27/02/2002

2 MIN DE LEITURA

0
0
A Nestlé venceu o páreo e está prestes a fechar a compra da Garoto, terceira maior fabricante de chocolates do País. Segundo apurou o jornal Valor Econômico as conversas entre a família Meyerfreund e a multinacional suíça estão praticamente encerradas e apenas um ou outro ponto ainda precisa ser acertado. Uma grande evidência da transação acontecerá hoje à tarde, na sede da Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) no Rio. O presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), João Grandino Rodas, concederá entrevista coletiva para falar sobre o caso Garoto. Segundo informações de funcionários do Cade, o presidente da Nestlé, Ivan Zurita, estará presente. A expectativa é de que ele anuncie a compra. A Nestlé não se pronunciou sobre a viagem.

Geralmente, quando o Cade ou alguma autoridade antitruste reúne-se com a diretoria de uma empresa, há grandes chances de ser anunciada uma fusão ou aquisição. Foi o exemplo da Ambev, com a fusão da Antarctica com a Brahma, anunciada em julho de 1999 na sede do Ministério da Justiça, em Brasília. Com a aquisição, a Nestlé passará a deter mais de 50% do mercado nacional de chocolates, que movimenta R$ 2,5 bilhões por ano. O Cade já havia sido estimulado a dar atenção à compra da Garoto pela Nestlé. Na semana passada, sindicalistas que representam os 2,4 mil empregados da Garoto e o prefeito de Vila Velha (ES), Max Mauro Filho, entregaram ofício a Rodas sobre as possíveis conseqüências da transação.

A Nestlé deixou para trás a inglesa Cadbury, uma das cinco maiores fabricantes de chocolates do mundo. As duas estavam brigando pelo controle da empresa capixaba, mas a Nestlé fez oferta maior. O preço mínimo que estava sendo pedido era de R$ 300 milhões. O maior acionista da Garoto, Helmut Meyerfreund, com 40,2% do total, voltou ontem ao Brasil, depois de passar duas semanas em viagem pelos Estados Unidos.

Negociação

O processo de venda da Garoto teve início em agosto passado, comandado pela Merrill Lynch. A empresa, com faturamento anual próximo a R$ 500 milhões, enfrentava problemas entre seus acionistas e administrativos.

De 1998 para cá, ela já teve quatro presidentes, todos ligados à família. Atualmente, está no comando Ricardo Meyerfreund. A Garoto, com isso, viu sua fatia no mercado cair: ela já teve mais de 30% do total e, agora, não passa de 20%. A Nestlé, por sua vez, é a líder, com mais de 30%. A Nestlé nega que já tenha fechado a compra da Garoto.

Fonte: Valor On Line (por Patrícia Duarte e Juliano Basile), adaptado por Equipe MilkPoint

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint