FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Maxum lança previsão global para produtos lácteos em fevereiro

A empresa australiana e neozelandesa Maxum Foods publicou sua atualização sobre lácteos para fevereiro. Dustin Boughton, procurador da Maxum Foods, disse que os fundamentos subjacentes às perspectivas do mercado global permanecem positivos.

Embora tenha havido um ligeiro aumento da produção de leite dos principais exportadores de commodities no final de 2019, a demanda agregada — nos mercados interno e de exportação — permaneceu bem à frente do crescimento na oferta de leite.

“O apertado equilíbrio no mercado de laticínios diminuiu gradualmente até 2020, devido ao crescimento da oferta de leite, já que os produtores da UE e dos EUA responderam a melhores preços e margens”, disse Boughton. “Por outro lado, o preço mais alto dos produtos e a disponibilidade reduzida de leite em pó desnatado podem desacelerar o comércio. O coronavírus, que se espalha rapidamente, afetará o comércio de lácteos no curto prazo e não pode ser ignorado em nossa perspectiva”.

O tempo seco na Nova Zelândia, os limites de crescimento devido a problemas climáticos e alimentares em partes da Europa e os desafios atuais na Austrália ajudarão a manter a expansão da produção de leite dos principais exportadores abaixo de 1% no primeiro trimestre de 2020, aumentando para 1,1% no segundo trimestre de 2020, acrescentou Boughton.

Leite em pó desnatado

O comércio de leite em pó desnatado desacelerou 4,0% em novembro com relação ao ano anterior, apesar de um ressurgimento do mercado nos EUA, que cresceu 44%, aumentando as exportações do País em 27% nos três meses, até novembro. O crescimento dos EUA em novembro foi devido principalmente às vendas mais fortes no Sudeste Asiático, onde está ganhando participação por causa de uma vantagem de preço.

Boughton disse que desde o início da liberação da intervenção, a UE respondeu por 95% do crescimento (246.000 t) do comércio global de leite em pó desnatado, até novembro de 2019. As exportações da UE em novembro foram de 60.003 t – uma queda de 11,6% em relação ao ano anterior e a mais baixa em 15 meses. Enquanto os EUA e o Canadá aumentavam o comércio, as exportações de todos os principais fornecedores caíram em novembro.

Leite em pó integral

"Os valores spot estão se afastando, com os preços da Nova Zelândia abrandando em dezembro e se recuperando em janeiro e permanecem relativamente estáveis", acrescentou. O medo de interromper o comércio e a logística na China devido ao coronavírus enfraqueceu os preços spot no final do mês.

Queijo

O relatório afirma que a expansão das importações de queijo pela Rússia ainda representa uma parcela significativa (43%) do crescimento geral do mercado nos 11 meses até novembro, enquanto o crescimento das importações dos EUA antes da imposição de tarifas no produto da UE aumentou 16% nesse período. Excluindo estes, o mercado cresceu apenas 2,3% em 2019.

Manteiga

O comércio de manteiga está melhorando, de acordo com Boughton, com o volume total subindo 32% em novembro com relação ao ano anterior, mas o comércio da gordura anidra do leite piorou e caiu 18%. Os preços spot enfraqueceram-se em dezembro, com os valores da Nova Zelândia caindo abaixo de US$ 4.000/t, diminuindo a diferença entre os seus valores e os da UE. Desde então, os preços spot da Nova Zelândia se recuperaram com sinais de que a demanda ganhou força com esses preços mais baixos.

Soro de leite

O declínio no comércio global de produtos de soro de leite nos 11 meses, até novembro, foi de 6,1%, resultado principalmente de embarques mais fracos para a China e Hong Kong, que importaram 26% a menos, devido ao abate de seu rebanho suíno para combater a peste suína e a imposição de tarifas punitivas contra produtos norte-americanos.

As informações são do Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.