FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

IoT é aliada no bem-estar de vacas leiteiras

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 06/11/2020

1 MIN DE LEITURA

0
2

A Microsoft, gigante da tecnologia de computadores, também está de olho no mercado agro. A empresa tem uma parceria com a Embrapa que está utilizando tecnologias em nuvem, Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (IA) e análise de dados para o bem-estar do gado leiteiro

O objetivo é reduzir o estresse, doenças e infecções em vacas leiteiras e aumentar a produtividade.

Na fazenda experimental em Minas Gerais há um Compost Barn que usa inovações baseadas em Azure, plataforma de nuvem da Microsoft. Sob o conceito “Vacas e Pessoas Felizes”, a fazenda visa mostrar na prática os benefícios das tecnologias tanto para os animais, quanto para os próprios produtores.  Todos os anos são cerca de 5 mil visitantes que buscam inovações para suas propriedades.

O Compost Barn é equipado com um sistema de IoT que funciona com câmeras e sensores inteligentes, que visam identificar o movimento dos animais, além de gerar dados para o controle de temperatura, luminosidade, momento ideal de entrega de água e alimentos. O próximo passo do projeto é aplicar tecnologias para o monitoramento da umidade do solo, por onde caminham as vacas leiteiras, como forma de reduzir possibilidade de infecções.  

De acordo com Wagner Arbex, analista de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa, um dos maiores gargalos do mercado de leite no país é a tecnologia conseguir chegar até os produtores. “As soluções já existiam e o interesse pela inovação também. Nossa parceria com a Microsoft consistiu em, exatamente, criar esse elo entre os produtores e a tecnologia, de forma a evidenciá-la e levá-la para mais lugares do país”, comenta.  

Outra parceria é a inauguração do “Silo: Inovação Aberta”, que funcionará em Juiz de Fora (MG) com o objetivo de reunir grandes empresas do agronegócio, startups e instituições de ensino. O local funcionará como um centro tecnológico que contará com toda a infraestrutura de nuvem da Microsoft para a criação de softwares, soluções de IoT, Inteligência Artificial, desenvolvimento de análise de dados e aplicativos. 

“O mercado de produção de leite é o maior no agronegócio e tem uma participação muito significativa na nossa economia. Apoiar a transformação digital no setor é pensar no desenvolvimento de toda a sua cadeia: desde as fazendas e produtores, até a qualidade do produto final que chega na casa dos consumidores”, comenta Ronan Damasco, diretor de tecnologia da Microsoft Brasil. 

As informações são do Agrolink.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint