ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Grupo Kerry analisa setor lácteo

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 23/02/2021

6 MIN DE LEITURA

0
0

O Grupo Kerry grupo global alimentos ao consumidor, relatou seu desempenho de negócios para o ano que termiou em 31 de dezembro de 2020. A empresa disse que está conduzindo uma revisão estratégica de seus negócios relacionados a laticínios na Irlanda e no Reino Unido. Este negócio tem atividades nos negócios de Taste & Nutrition e Consumer Foods. 

A Kerry disse que devido à pandemia, o consumo em casa foi elevado, à medida que os consumidores se adaptaram às mudanças nas rotinas diárias e práticas de trabalho, mas o canal de foods service foi significativamente impactado devido às restrições nas operações e mobilidade do consumidor, levando ao aumento da demanda por entrega on-line.

O food service da empresa foi mais afetado no segundo trimestre, já que muitos clientes foram fechados por longos períodos, com desempenho melhorando significativamente ao longo do ano à medida que adaptavam suas ofertas para atender às mudanças do mercado.

A pandemia Covid-19 serviu para acelerar as principais tendências que estavam em alta no início do ano, com aumento da demanda por saúde e melhoria da imunidade, opções de proteínas vegetais e produtos que atendem a uma ampla gama de critérios de sustentabilidade.

Os clientes estão cada vez mais se concentrando na sustentabilidade como um facilitador de crescimento, levando a uma oportunidade significativa para o portfólio diferenciado da empresa de soluções de nutrição sustentável, disse a Kerry.

A receita do grupo de € 7 bilhões (US $ 8,45 bilhões) refletiu uma redução relatada de 4,0%, com uma redução de volume geral de 2,9% no ano. Esse desempenho refletiu uma recuperação desde abril, com a retomada do crescimento de volume de 2,2% no quarto trimestre.

O desempenho em Taste & Nutrition continuou melhorando ao longo do ano e voltou a crescer em volume no quarto trimestre, enquanto o desempenho em Consumer Foods melhorou com um final de ano muito forte.

O Grupo reportou lucro comercial de € 797,2 milhões/US$ 962 milhões (2019: € 902,7 milhões/US$ 1,09 bilhão) devido ao impacto da Covid-19. A margem comercial do grupo diminuiu 100 pontos-base para 11,5% como resultado da desalavancagem operacional e custos relacionados à Covid parcialmente gerados por ações de mitigação de custos, com recuperação significativa nas margens de negócios ao longo do segundo semestre do ano.

O lucro por ação ajustado em moeda constante diminuiu 9,4% para 345,4 centavos (ajuste de moeda em 2019: 381,4 centavos). O lucro básico por ação diminuiu 2,3% para 313,0 por cento (2019: 320,4 por cento). O conselho recomendou um dividendo final de 60,6 centavos por ação, um aumento de 10,0% sobre o dividendo final de 2019. Juntamente com o dividendo intermediário de 25,9 centavos por ação, isso eleva o dividendo total do ano para 86,5 centavos, um aumento de 10,1% em relação a 2019.

As despesas de capital líquidas foram de € 311 milhões/US$ 375 milhões (2019: € 315 milhões/US$ 380 milhões) e as despesas de pesquisa e desenvolvimento foram de € 282 milhões/US$ 340 milhões (2019: € 291 milhões/US$ 351 milhões) enquanto o grupo continuou investindo em suas prioridades estratégicas para o crescimento em sabor, nutrição, mercados em desenvolvimento e foodservice.

O fluxo de caixa livre de € 412 milhões (US$ 497 milhões) e conversão de caixa de 67% no ano (2019: € 515 milhões/US$ 621,5 milhões/74%) refletiu o impacto da pandemia e investimentos para apoiar a progressão contínua do programa Kerryconnect em locais na América do Norte.

Em outubro, a Kerry lançou sua nova estratégia de sustentabilidade - Beyond the Horizon. Isso detalha os principais compromissos e metas de sustentabilidade de Kerry para 2030, enquanto reflete como a inovação e a cocriação continuarão a ser centrais para a estratégia de crescimento.

O objetivo é aumentar o alcance para mais de 2 bilhões de pessoas com soluções de nutrição sustentável até 2030, o que será alcançado implantando e aprimorando as soluções de Kerry em todo o espectro de nutrição.

A receita relatada da Taste & Nutrition foi de € 5,8 bilhões (US $ 7 bilhões), refletindo uma redução relatada de 4,4%, principalmente devido a volumes mais baixos e moeda de tradução adversa, parcialmente resultante da contribuição de aquisições de negócios.

A Taste & Nutrition começou o ano fortemente antes da expansão global da Covid-19. Embora o desempenho tenha sido mais afetado no segundo trimestre, os volumes de negócios se recuperaram bem desde então e voltaram a crescer no quarto trimestre.

A Kerry disse que seu portfólio de tecnologia de nutrição e bem-estar teve um bom desempenho no canal de varejo por meio de soluções personalizadas que incorporam seu amplo portfólio de proteínas, ingredientes fermentados, probióticos e aumento da imunidade

O volume de negócios no canal de foodservice caiu 19% no ano, com muitos pontos de venda de alimentos e bebidas fora de casa fechados por um longo período de tempo. Este impacto foi o principal impulsionador do desempenho geral nos mercados em desenvolvimento, onde os volumes de negócios diminuíram 1,2%.

Olhando para o próximo ano, dentro da Taste & Nutrition, a empresa disse que vê fortes perspectivas de crescimento no canal de varejo, com recuperação contínua no food service, sustentada por um impulso de inovação muito bom e forte envolvimento do cliente.

O impacto de curto prazo da Covid-19 continuará até o primeiro trimestre, onde a Kerry espera um crescimento de volume positivo neste trimestre, com uma perspectiva geral de forte recuperação e bom crescimento no ano inteiro. Segundo a  Kerry disse o Consumer Foods tem uma boa perspectiva de crescimento apoiado pela inovação contínua e pela força de suas marcas.

A empresa disse que continuará investindo para o crescimento e a capacitação de seu modelo de negócios, enquanto continua buscando oportunidades de M&A alinhadas às prioridades estratégicas de crescimento.

Durante o ano, o Grupo concluiu três aquisições a um valor total de € 280 milhões (US$ 338 milhões). Tratava-se da Bio-K Plus International Inc., uma empresa de biotecnologia com probióticos em aplicações de bebidas e suplementos no Canadá, e adquiriu o Jining Nature Group na China e a Tecnispice, SA na Guatemala, ambas líderes locais em sabores salgados em seus respectivos mercados na APMEA e LATAM.

O CEO da empresa, Edmond Scanlon, disse: “Este foi um ano verdadeiramente único, com a vida diária das pessoas em todo o mundo profundamente afetada pela pandemia Covid-19. Estou excepcionalmente orgulhoso da resposta de nosso pessoal e de como eles apoiaram nossos clientes e comunidades locais ao longo do ano, alinhados ao nosso Purpose, Inspiring Food, Nourishing Life.

“No ano, houve distinções marcantes no desempenho dos negócios por canal. O forte crescimento sustentado foi alcançado no canal de varejo, principalmente através do crescimento em cozinha autêntica, ofertas de produtos à base de plantas e produtos de saúde e bem-estar."

“O desempenho em nosso canal de foodservice foi impactado de forma mais significativa no segundo trimestre, uma vez que a introdução de restrições afetou as operações de nossos clientes. A natureza pró-ativa de nosso modelo de negócios tem sido um dos principais impulsionadores de nossa forte recuperação ao longo do ano, à medida que apoiamos os clientes de food service na adaptação de suas operações e menus para atender à crescente demanda dos consumidores por comida para viagem, online e entrega"

“Fizemos um progresso muito bom em várias frentes estratégicas. Iniciamos o desenvolvimento estratégico de nossas instalações nos Estados Unidos, na Geórgia, que terá recursos de liderança mundial. Lançamos nossa estratégia de sustentabilidade para 2030 - Beyond the Horizon, que detalha as metas de sustentabilidade de Kerry e será fundamental para nossa estratégia de crescimento, à medida que continuamos a inovar com nossos clientes e expandir nosso alcance de soluções de nutrição sustentável. Concluímos uma série de aquisições importantes alinhadas às nossas prioridades estratégicas de crescimento no ano e, desde então, anunciamos nossa intenção de adquirir a Biosearch Life, listada na Espanha."

“Enquanto a incerteza da Covid-19 continua impactando nossos clientes, consumidores e indústria, continuaremos a co-criar com nossos clientes para atender às demandas cada vez maiores dos consumidores e esperamos um ano de forte recuperação e bom crescimento", finaliza. 

As informações são do Dairy Reporter, traduzidos pela Equipe MilkPoint. 

*Fonte da foto: Freepik

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint