FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Chobani investe em startups voltadas para laticínios por meio da Food Tech Residency

Uma ramificação do programa Chobani Incubator, a Food Tech Residency (FTR), está trabalhando com duas novas startups de laticínios que têm soluções tecnológicas para os desafios da cadeia de fornecimento de alimentos.

A Chobani disse que gosta de manter o FTR menor do que a incubadora, porque lhes permite "explorar melhor as oportunidades potenciais de fazer pilotos com as startups". As selecionadas para o outono de 2019 foram Acumen Detection e Via Separations. A incubadora trabalha ajudando empresas de alimentos e bebidas a expandir seus negócios e conta com a participação de 36 marcas desde 2016. Já a FTR está estritamente focada em startups com soluções tecnológicas para os desafios da cadeia de suprimentos.

A FTR leva as startups de tecnologia para suas instalações a fim de trabalhar lado a lado com as equipes de operações da Chobani. “Além de ajudar as startups de alimentos e bebidas naturais emergentes a crescer, queremos resolver desafios ao longo da cadeia agrícola e alimentar: desde a redução de resíduos até a segurança alimentar, bem como a rastreabilidade da cadeia de fornecimento e muito mais”, disse a Chobani. "Trazemos os empreendedores de tecnologia para as linhas de frente da fabricação de alimentos, permitindo que eles usem nossas operações, cadeia de suprimentos, logística e experiência em garantia de qualidade para criar soluções inovadoras para os maiores desafios do setor".

Prevenção de doenças e processamento de soro

A FTR já concluiu sua primeira semana de programação e terá duração de três meses. As equipes de startups não se mudam permanentemente para o local, mas viajam para os escritórios e instalações de Chobani e permanecem durante uma semana por mês. "Sabemos que eles são mais produtivos na administração de seus negócios e na implementação de seus aprendizados quando estão juntos com toda a equipe", disse Chobani.

Ao selecionar as duas startups para o programa, a Chobani disse que examinou como eles resolveram seus desafios e como a empresa pode agregar valor a eles. Após entrevistas por telefone, demonstrações de produtos e chamadas de referência, a equipe escolheu duas startups específicas para laticínios este ano.

Os produtos da Acumen Detection impedem a propagação de doenças contagiosas nos rebanhos leiteiros por meio da detecção precoce, o que garante vacas saudáveis e um leite de melhor qualidade. Além disso, gera mais lucros, consumindo menos energia por unidade de produção de leite. A Via Separations usa membranas para processar o soro em diferentes ingredientes alimentares. A Chobani disse que os processadores de laticínios podem gerar valor aos produtos a partir dos componentes nutritivos do soro de leite, usando os ingredientes na indústria.

"Decidimos pela Acumen Detection e Via Separations porque vimos quanto conhecimento e valor poderíamos proporcionar para seu crescimento, além de suas habilidades em apoiar as iniciativas de Chobani em torno de sustentabilidade, inovação e nosso programa Milk Matters", disse a Chobani.

Após o programa, a Chobani disse que avalia ativamente oportunidades potenciais para fazer pilotos com as startups, na esperança de melhorar as operações e ajudar a empresa a se tornar mais sustentável.

Os desafios que a Chobani espera que essas e as futuras startups da FTR resolvam incluem: possibilitar a detecção de doenças o mais rápido possível, tanto na fazenda quanto na fábrica; reduzir o tempo necessário para obter resultados dos principais testes de segurança ou qualidade; proporcionar aos agricultores oportunidades para melhorar o bem-estar das vacas leiteiras; e ingredientes e formulações inovadoras para agregar valor aos produtos a partir de soro de leite.

“Esperamos que o futuro dos programas das startups focados em laticínios seja a colaboração entre os próprios programas e suas respectivas startups. Estamos todos trabalhando para o mesmo objetivo: melhorar o setor e ajudar todas as partes interessadas nele”, afirmou a Chobani. "Até o momento, houve troca de conhecimento entre nós e outros programas e pretendemos continuar apoiando todo o ecossistema de startups de laticínios".

As informações são do Dairy Reporter, traduzidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.