FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Fonterra relata resultados intermediários

A Fonterra Co-operative Group Limited anunciou seus resultados intermediários para 2020, que mostram que o desempenho financeiro da cooperativa melhorou com o aumento dos ganhos subjacentes e a redução da dívida.

O CEO da Fonterra, Miles Hurrell, disse que a empresa desenvolveu um trabalho em 2019 e continuou redefinindo seus negócios, introduzindo uma nova estratégia, reorganizando e redimensionando sua equipe para que haja maior foco nos clientes e, ao mesmo tempo, aumentando significativamente seu desempenho financeiro.

“Agora somos uma cooperativa muito diferente desta época do ano passado. Estamos priorizando o leite da Nova Zelândia e mantendo o foco no que sabemos ser bons e no que faz a diferença para os proprietários de fazendas, de unidades, funcionários e comunidades", disse Hurrell. “Embora não haja dúvida de que o mundo está passando por uma situação quase sem precedentes em resposta ao Covid-19, estou satisfeito com o progresso que fizemos até agora em relação às nossas quatro prioridades para 2020. Elas devem atingir nossas metas financeiras, reduzir nossa pegada ambiental, construir uma grande equipe e apoiar a Nova Zelândia. Ao alcançá-las, avançaremos em direção às nossas metas de longo prazo que são Pessoas Saudáveis, Ambiente Saudável e Negócios Saudáveis.”

As principais metas financeiras da Fonterra para 2020 são cumprir sua orientação de ganhos de 15 a 25 centavos por ação, atingir uma margem bruta superior a NZ$ 3 bilhões (US$ 1,72 bilhão), reduzir a dívida para que não ultrapasse os ganhos de 3,75x e garantir que o gasto de capital não passe de NZ$ 500 milhões (US$ 288 milhões).

Hurrell diz estar satisfeito com o progresso e a dinâmica que a Fonterra alcançou nos primeiros seis meses do exercício, mas a empresa agora está operando em um contexto global muito diferente, como resultado do COVID19. “Nosso total de ganhos normalizados nos primeiros seis meses do ano financeiro de 2020 aumentou em NZ$ 272 milhões (US$ 156 milhões) no ano passado, para NZ$ 584 milhões (US$ 336 milhões). Nós atingimos isso com os ganhos estáveis ??subjacentes do nosso negócio de ingredientes, melhorando as margens brutas em food service e reduzindo nossas despesas operacionais. O food service definitivamente foi nosso destaque no primeiro semestre, pois aumentamos nossas vendas para padarias, cafés e casas de chá na Grande China e na Ásia.”

“Continuamos reduzindo nossa dívida. Concluímos a venda da DFE Pharma e da foodpring no primeiro semestre do ano com receitas em dinheiro de NZ$ 624 milhões (US$ 359 milhões) e isso ajudou a reduzir a dívida líquida em 22% ou NZ$ 1,6 bilhão (US $ 920 milhões), em comparação com o mesmo período do ano passado.

Hurrell disse que a Fonterra está revisando continuamente seu portfólio de ativos e, após concluir análises estratégicas com a China Farms e na DPA Brasil, os processos de vendas para ambos os ativos estão em andamento. “Por meio desses processos de venda e análises estratégicas, obtivemos informações e informações adicionais e, como resultado, revisamos a avaliação da China Farms e da DPA Brasil em um total de NZ$ 134 milhões (US $ 77 milhões). “Também reduzimos o valor de nossa joint venture China Farming em NZ$ 65 milhões (US $ 37,4 milhões) e continuamos procurando oportunidades para melhorar o desempenho contínuo dos negócios".

"Nossas equipes continuam gerenciando cuidadosamente os custos e reduzimos nossas despesas operacionais em NZ$ 140 milhões (US $ 80,5 milhões), em relação ao mesmo período do ano passado. Contudo, não estamos cortando custos em áreas alinhadas à nossa estratégia e estamos agregando valor ao leite de nossos proprietários a longo prazo."

Hurrell disse que a Fonterra contribuiu com cerca de US$ 11,1 bilhões (US $ 6,4 bilhões) para a economia da Nova Zelândia, com os agricultores gastando quase metade disso na comunidade local. Apesar do forte desempenho dos lucros até agora, o Conselho decidiu não declarar um dividendo intermediário.

O presidente John Monaghan disse: “Depois de considerar a incerteza do impacto que o Covid-19 poderá ter sobre os lucros no segundo semestre do ano, o Conselho optou por não pagar um dividendo intermediário. No final do ano financeiro, o Conselho reavaliará a posição da cooperativa e revisará a decisão de pagar um dividendo.”

Perspectivas para o segundo semestre

Hurrell reafirma a faixa de preço prevista do Farmgate Milk de NZ$ 7,00 a US $ 7,60 (US $ 4,03 a US $ 4,37) por quilo de de sólidos do leite — equivalentes à de NZ$ 0,58 a NZ$ 0,63 (US$ 0,33 a US$ 0,36) por quilo de leite — e prevê uma orientação para ganhos normalizados de 15 a 25 centavos por ação.

“Nossos ganhos subjacentes estão indo bem no semestre, mas não há dúvida de que temos uma série de riscos que estão fora de nosso controle no segundo semestre — em particular, o impacto potencial do Covid-19 na demanda global, riscos políticos em mercados-chave como Hong Kong e Chile e condições de clima seco em curso aqui na Nova Zelândia —, que podem afetar as cobranças e potencialmente gerar custos. Como resultado, mantivemos nossa previsão de ganhos entre 15 e 25 centavos por ação.”

As informações são do Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.