ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Fonterra busca melhoria após registrar perda de NZ$ 196 milhões

A cooperativa de lácteos da Nova Zelândia, Fonterra, anunciou seus resultados anuais para o ano fiscal de 2018, o plano para melhorar o desempenho dos negócios e as perspectivas para o ano fiscal de 2019, incluindo uma revisão de seu investimento com a empresa chinesa Beingmate.

A cooperativa reportou uma perda líquida após impostos de NZ$ 196 milhões (US$ 128 milhões), com o EBIT normalizado caindo 22%, para NZ$ 902 milhões (US$ 591 milhões). O índice de alavancagem da cooperativa subiu de 44,3% no ano passado para 48,4% e o retorno sobre o capital foi de 6,3%, abaixo dos 8,3%. O CEO da Fonterra, Miles Hurrell, afirma que o desempenho dos negócios da cooperativa precisa melhorar.

“Esses resultados não atendem aos padrões que precisamos seguir. No ano fiscal de 2018, não cumprimos as promessas que fizemos aos produtores e aos acionistas. Em nossos resultados provisórios, esperávamos que nosso desempenho fosse ponderado para o segundo semestre do ano. Precisávamos entregar um excelente terceiro e quarto trimestres, depois de um segundo trimestre extremamente forte de vendas e ganhos, mas isso ainda não aconteceu”, disse Hurrell.

Razões para o desempenho

Hurrell disse que, além do pagamento anteriormente anunciado de NZ$ 232 milhões (US$ 151,54 milhões) para a Danone relacionado à arbitragem e NZ$ 439 milhões (US$ 286,75 milhões) do investimento da Fonterra na Beingmate, houve quatro razões principais para os maus resultados do desempenho da cooperativa.

“Primeiro, a previsão nunca é fácil, mas a nossa provou ser muito otimista. Em segundo lugar, os preços da manteiga impactaram nossos volumes e margens de vendas. Em terceiro lugar, o aumento na previsão do preço do leite ao produtor no final da estação, embora boa para os produtores, pressionou nossas margens. E, em quarto lugar, as despesas operacionais aumentaram em algumas partes do negócio e, embora isso tenha sido planejado, também impactou nos nossos lucros". 

Ele ainda acrescentou: “Enquanto o volume de vendas caiu 3% no ano fiscal de 2018, uma proporção maior de leite foi vendida através do Consumer and Foodservice e do Advanced Ingredients. De fato, 45% de nossos volumes de vendas foram obtidos por meio desses negócios e isso representa um aumento de 42% no ano fiscal de 2017, apesar do ambiente de preço de insumos mais alto”. Ele comentou que os negócios de consumo e food service cresceram em todas as regiões, exceto na Oceania, com o maior crescimento na Grande China.

“Nosso negócio de consumo na China alcançou o break even (sem perdas nem ganhos) este ano, dois anos antes do previsto. Um grande contribuinte para esse sucesso é a popularidade da Anchor, que agora é a marca número um de leite UHT importado nas vendas on-line e off-line na China. Apesar desse progresso, o desempenho em toda a cooperativa ficou abaixo das nossas expectativas. Com base nisso, o conselho decidiu limitar nosso dividendo aos 10 centavos pagos em abril e confirmou o preço final do leite para a estação de 2017/18 em NZ$ 6,69 (US$ 4,36) por quilo de sólidos do leite - equivalente a NZ$ 0,56 (US$ 0,36) por quilo de leite”.

Planos para melhoria

Hurrell destacou que a Fonterra está colocando em prática um plano claro para elevar o desempenho da empresa. “Há pessoas que dependem de nós – produtores, acionistas e funcionários que querem fazer parte de uma cooperativa de sucesso". 

O conselho e a administração da Fonterra delinearam um plano baseado em três ações imediatas. A Fonterra reavaliará todos os investimentos, grandes ativos e parcerias para garantir que eles ainda atendam às necessidades da cooperativa. Isso envolverá uma análise minuciosa sobre se eles apoiam diretamente a estratégia, se estão atingindo o objetivo de retorno sobre capital e se ela pode ampliá-los a aumentar o valor nos próximos dois a três anos. Isso começará com uma revisão estratégica do investimento da cooperativa na Beingmate.

A Fonterra disse que quer "acertar o básico" e já começou a agir e consertar os negócios que não estão funcionando. O nível de disciplina financeira será elevado em toda a cooperativa para que a dívida possa ser reduzida e o retorno sobre o capital melhorado.

A cooperativa também prometeu garantir uma previsão mais precisa - o negócio será executado com previsões mais realistas, com uma visão clara das oportunidades em potencial, bem como dos riscos. Isso também ficará claro em suas premissas, de modo que os produtores e acionistas saibam exatamente onde estão e possam tomar as decisões certas para eles e seus negócios.

Perspectivas para 2019

O presidente John Monaghan frisou que a cooperativa está sendo clara com os produtores e acionistas sobre o que será necessário para alcançar a previsão de ganhos. “Estamos analisando de perto o portfólio atual e a direção da cooperativa para ver onde é necessário fazer mudanças para agilizar, reduzir custos e gerar retornos mais altos em nossos investimentos de capital. Isso inclui uma avaliação de todos os investimentos, principais ativos e parcerias da cooperativa em relação à nossa estratégia e meta de retorno de capital. Os envolvidos podem aguardar uma disciplina rigorosa em relação ao controle de custos e ao respeito pelo capital investido dos produtores e investidores. Essa será a nossa prioridade”.

Em 13/09/18 – 1 Dólar Neozelandês = US$   0,65320
1,53093 Dólar Neozelandês = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

As informações são do Dairy Reporter, traduzidas e resumidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.