FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Expansão urbana ameaça a produção pecuária nos EUA

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 01/07/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0

Dois mil acres (809,37 hectares) de terras agrícolas dos EUA são perdidos todos os dias, o que aumenta a pressão para que os agricultores cultivem mais alimentos em menos espaço, para alimentar uma população crescente.

O desenvolvimento residencial de baixa densidade (LDR) reivindicou 2,8 milhões de hectares de terras agrícolas entre 2001 e 2016, de acordo com um novo relatório, Farms Under Threat: The State of the States, feito pelo American Farmland Trust. "A proteção de terras agrícolas e fazendas é fundamental para todos os tipos de agricultura, mas os bovinocultores são os mais afetados pelo desenvolvimento do LDR", diz Mitch Hunter, diretor de pesquisa da American Farmland Trust.

Grandes lotes de 1 a 20 acres (0,4 a 8 hectares) estão sufocando as terras agrícolas. “Em todo o país, moradias dispersas e grandes lotes fragmentam e interrompem a agricultura e a pecuária há anos”, diz John Piotti, presidente da American Farmland Trust. "Até este relatório, ninguém foi capaz de mapear e medir."

Isso não é uma surpresa para os médios e grandes agricultores e pecuaristas que são vizinhos de cidades, e é motivo de preocupação. As terras agrícolas nas áreas do LDR tiveram 23 vezes mais chances de serem urbanizadas do que outras. "Quando os vizinhos que não são agricultores começam a se mudar, fica muito mais difícil cultivar", diz Piotti.

Para a Carolina do Norte, o estado nº 2 mais ameaçado para a conversão de terras agrícolas, essa proximidade entre pessoas e pecuária resultou em mais ações judiciais incômodas.

"A maioria das pessoas não está ciente do que é necessário para criar gado, o que pode levar a disputas e até processos judiciais incômodos por odores e ruídos que fazem parte da pecuária. Mesmo tendo apenas algumas casas espalhadas na paisagem, o que pode não parecer ameaçar a agricultura, pode se tornar muito mais difícil produzir", diz Hunter.

De 2001 a 2016, 4,45 milhões de hectares de terras agrícolas foram pavimentadas, fragmentadas ou convertidas para outros usos, de acordo com o relatório. “Isso significa que agricultores e pecuaristas, em média, têm 800 hectares a menos por dia para trabalhar e alimentar nossas comunidades, sequestrar carbono, ganhar a vida e sustentar suas famílias”, diz Piotti.

Embora os 4,45 milhões de hectares de terras agrícolas representem apenas 1% dos 897.400.000 acres (363.164.895,34 hectares) de fazendas em 2019, ele mostra uma tendência constante no declínio da área.

O relatório da AFT mostra a produtividade das terras agrícolas para identificar terras com importância nacional. Essa designação inclui a terra mais produtiva, versátil e resiliente (PVR) para a produção sustentável de alimentos e colheitas.

As informações são do Dairy Herd Management, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.